Laodicéia Imita Modelo de Administração Babilônico…

“Como me dói o coração ao ver presidentes de Associação darem-se ao trabalho de escolher aqueles que eles julgam poderem amoldar para com eles trabalhar no Campo! Pegam os que deles não divergirão, que agirão como meras máquinas. Nem um presidente tem qualquer direito de fazer isso.” – Testemunhos para Ministros, pág. 304.

  • Pense bem e você vai ver que:
    • também temos nosso papa e cardeais
    • cremos na infalibidade da liderança e na sacralidade da estrutura eclesiástica
    • temos a Nossa Senhora do Espírito de Profecia, canonizada e usada como escudo pela Organização
    • fazemos separação entre o clero e os leigos
    • praticamos o nepotismo, que é uma invenção papal
    • nos aliamos ao Estado para fazer valer nossos direitos como instituição
    • abrimos mãos de crenças peculiares para favorecer o ecumenismo
    • formalizamos um credo que nos impede de avançar no conhecimento da verdade
    • fundamentamos doutrinas em decisões de concílios humanos
    • não toleramos gente com opinião diferente (“hereges”) em nossas fileiras
    • temos graves erros pelos quais devemos pedir perdão à humanidade
    • e tudo que desligamos na Terra, imaginamos ter sido desligado no Céu.
  • Outra extrema coincidência é chegarmos ao Ano 2000 com líderes de nomes idênticos: João Paulo II e Jan (João) Paul(Paulo) sen(filho, ou segundo). 
  • Perguntinha para reflexão: Jesus virá buscar a Igreja Remanescente ou o Remanescente da Igreja?
  • Convém entender direito: a igreja é o “rebanho” do Senhor, composta por bodes, ovelhas, cães-pastores e lobos vestidos de cordeiro. O “aprisco” é o Céu para onde o Bom Pastor levará apenas as ovelhas.
  • Aliás, pra ser mais exato, a Igreja Adventista é semelhante a um rebanho sob os cuidados de cães-pastores.O Bom Pastor, antes de se ausentar temporariamente, orientou suas ovelhas:- Tenham cuidado. Podem aparecer lobos vestidos de cordeiros e enganar vocês…

    Alguns dias depois, uma das ovelhas chega para um dos cães-pastores, que ficaram encarregados de cuidar o rebanho, e diz:

    – Olha, pelo jeitão desengonçado dele, aquele ali é um lobo vestido de cordeiro!

    Mas o cão-pastor lhe respondeu:

    – Esqueça isso, irmã ovelha, joio e trigo devem crescer juntos até a colheita. Quando o Bom Pastor voltar, ele mesmo vai expulsar os lobos do rebanho…

    Meses depois, um grupo de ovelhas procura novamente os cães-pastores:

    – Tem uma porção de lobos vestidos de cordeiro nesse rebanho, o número de ovelhas está diminuindo e o de bodes está aumentando…

    – Não digam isso! – responde um dos cães-pastores. – Vocês não devem julgar para não serem julgadas!

    Alguns meses depois, os lobos se reuniram, devoraram os cães-pastores e assumiram o cuidado do rebanho do Senhor!

  • Outra a comparação: A Igreja hoje assemelha-se à Arca de Noé, com muito mais que 120 anos, toda comida pelos cupins da apostasia e com infiltrações de falsas doutrinas para todo lado… A diferença é que na arca o número de animais limpos era maior que o de animais impuros.
  • MAIS REFLEXÃO
    E se, enquanto todo o mundo comemora a autenticidade do Santo Sudário, que confirmaria a ressurreição de Cristo, a gente parasse para pensar…

    • …nas palavras de Jesus, que disse a Tomé: “Bem-aventurados os que não viram e creram”?
    • …se Jesus produziria uma imagem de Si mesmo para ser venerada e adorada, em flagrante desrespeito ao Segundo Mandamento?
    • …se essa “confirmação científica” não legitima a primazia da Igreja Católica?
    • …se essa “prova da ressurreição” não reforçaria o argumento em defesa da santificação do domingo?
    • …se a “origem sobrenatural” dessa imagem não provém de outro poder, interessado em apresentar-se com a aparência do personagem do Sudário para enganar os seres humanos?
  • E por falar em segundo mandamento, a ordem para não produzir “nem semelhança alguma do que há em cima no Céu ou embaixo na Terra” proíbe também a clonagem?
  • Essa história de a Igreja Adventista fazer tanta questão de não ser chamada “seita” lembra o caso de Pedro, que pretendia negar qualquer relacionamento com Cristo. Estamos fazendo questão do reconhecimento humano. Para isso, reformulamos nossas doutrinas e fizemos muitas outras concessões. — Robson Ramos

2 thoughts on “Laodicéia Imita Modelo de Administração Babilônico…

  1. É imprecionante como em toda a formulação das frases e escrita do seu texto, demonstram uma grande mágoa pela igreja Adventista do 7º Dia. Creio que o senhor deverá curar essa sua mágoa e permitir que o Espírito Santo de Deus o cure, negar a Sua existência ou projetar seus recentimento a Igreja do Deus Vivo, Baluarte da Verdade (I Tim. 3:15), não vai resolver. Certa vez Paulo ofendeu o sumo-sacerdote chmando-o de “parede embranquiçada”, ao ser repreendido e reconhecendo que não sabia ser tratar do sumo-sacerdote, pediu desculpas (Atos 23:2-5). “… não durás mal do princípe do teu povo.” isso é o que voce não fez ao afirmar: “Não digam isso! – responde um dos ‘cães-pastores’. – Vocês não devem julgar para não serem julgadas!” cães-pastores, isso é desrespeitoso e quem na verdade está julgando é o senhor. Devemos sempre seguir o princípio de Tiago 4:11-12, que diz: “Irmãos, não falem mal um dos outros. Quem fala contra o seu irmão ou julga o seu irmão, fala contra a Lei e a julga. Quando você julga a Lei, não a está cumprindo, mas está se colocando como juiz. Há apenas Um Legislador e Juiz, Aquele que pode salvar e destruir. Mas quem é você para julgar o seu próximo?” NVI. Jesus certa vez disse que: “… pelos seus frutos os conhecereis.” (Mt. 7:16), escrever um artigo como este só mostra seus frutos e em momento algum mostra o amor de Cristo e a preocupação em salvar. Meu irmão meu apelo é pela sua conversão, volte para a Casa do Pai e aqui você encontrará o que sempre esteve procurando e lembre-se: “Deves, em nome de Deus, quebrar esse encanto que te possui. Deves clamar: ‘Eu quero crer, eu creio!’ Jesus retém teu nome sobre Seu peitoral e intercede por ti perante o Pai, e se teus olhos pudessem ser abertos, verias anjos celestiais te ajudando, voando em tua volta e afugentando os anjos maus, para que não te destruam.” (EGW, Lugares Celestiais, pág. 119).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *