Livro Conta Detalhes do Genocídio em Ruanda: “Gostaríamos de Informá-lo de que Amanhã Seremos Mortos Com Nossas Famílias”

O título sugestivo do livro de Philip Gourevitch foi tirado de uma carta escrita em abril de 1994 por sete pastores da Igreja Adventista do Sétimo Dia (baseada nos EUA) e endereçada ao seu chefe na região de Kibuyu, o pastor Elizaphan Ntakirutimana. Estes sete estavam entre os 2.000 Tutsis reunidos numa igreja, acreditando que ali estariam a salvo dos massacres, que se espalhavam rapidamente pelo país. O pastor Elizaphan, que era um Hutu, respondeu cinicamente: “O seu problema já encontrou uma solução. Vocês devem morrer”. Segundo outra testemunha, ele teria dito: “Vocês precisam ser eliminados. Deus não os quer mais”.

Deixe uma resposta