Ao ilustre ancião Carlos Henrique:

Ao ilustre ancião Carlos Henrique (Casik Rocha) que disponibilizou aqui o seu endereço eletrônico, escrevi-lhe por duas vezes e não obtive resposta, assim não sei porque a disponibilização de seu e-mail. Como creio que periodicamente ele faz sua visita ao site, pois há várias interferências suas, para consideração dos leitores, segue aqui o que lhe escrevi:Caríssimo irmão Carlos Henrique,

Em primeiro lugar quero informar-lhe que fui batizado na IASD no ano de 1965, e faço parte de uma família adventista de terceira geração.

Quero também informar-lhe que “manobra” quem fez foram os líderes que tomaram posse da IASD, que até o ano de 1930, não tinha postulado a doutrina da trindade, e mesmo tendo começado a mudar a partir de 1931, somente em 1980 foi oficialmente sacramentada por voto essa doutrina. Caso o irmão não tivesse conhecimento dessas informações, faço-lhe a sugestão de ler o livro, editado pela Casa Publicadora Brasileira, intitulado “Em Busca de Identidade” do Pr. Dr. George R. Knight, que foi professor de história da igreja na Universidade Andrews.

Quanto ao Espírito Santo, quero informar-lhe que não é um nome de um terceiro Divino, nem tampouco uma “força ativa”, mencionada em seu comentário de 08 de março de 2012, no site adventistas.com, que desde aquela data eu não havia aberto, e só hoje o fiz, por isso somente hoje estou lhe escrevendo. Não tenho nenhuma simpatia pelas doutrinas da STV.

Mas, voltando ao tema em questão, quero lhe dizer que de acordo com os escritos do evangelista Mateus, veja: Ora, o nascimento de Jesus Cristo foi assim: Estando Maria, sua mãe, desposada com José, antes de se ajuntarem, achou-se ter concebido do Espírito Santo. Mateus 1:18 – ESPÍRITO SANTO, É UM TÍTULO HONORÍFICO ADJETIVADO, ATRIBUIDO AO PAI.

Também o evangelista Lucas (segundo alguns estudiosos, foi o autor do livro de Atos dos Apóstolos), veja: Olhai, pois, por vós, e por todo o rebanho sobre que o Espírito Santo vos constituiu bispos, para apascentardes a igreja de Deus, que ele resgatou com seu próprio sangue. Atos 20:28 – O ESPÍRITO SANTO, NOS RESGATOU COM SEU PRÓPRIO SANGUE, OU SEJA, TAMBÉM ESSE TÍTULO “ESPÍRITO SANTO” FOI ATRIBUIDO A CRISTO.

O apóstolo Pedro, igualmente usou o mesmo título para o ESPÍRITO DE CRISTO, veja: Indagando que tempo ou que ocasião de tempo o Espírito de Cristo, que estava neles, indicava, anteriormente testificando os sofrimentos que a Cristo haviam de vir, e a glória que se lhes havia de seguir. Aos quais foi revelado que, não para si mesmos, mas para nós, eles ministravam estas coisas que agora vos foram anunciadas por aqueles que, pelo Espírito Santo enviado do céu, vos pregaram o evangelho; para as quais coisas os anjos desejam bem atentar. 1 Pedro 1:11-12.

Em suas palavras, “…imoral e desrespeitoso…” é o que fazem os que defendem um absurdo teológico, e fazem de Cristo um mentiroso, inepto e incapaz de ter ensinado o discípulo amado João, sobre quem é Deus.

Vejamos:
Em primeiro lugar, uns pseudos conhecedores de grego, que fazem questão de dizer e outros que repetem sem saber o que dizem, veja o que João aprendeu e como utilizou a palavra “allos”:

Bíblia on line:
εξηλθεν ουν ο πετρος και ο αλλος μαθητης και ηρχοντο εις το μνημειον João 20:3 ηκολουθει δε τω ιησου σιμων πετρος και {VAR1: ο } αλλος μαθητης ο δε μαθητης εκεινος ην γνωστος τω αρχιερει και συνεισηλθεν τω ιησου εις την αυλην του αρχιερεως João 18:15 τρεχει ουν και ερχεται προς σιμωνα πετρον και προς τον αλλον μαθητην ον εφιλει ο ιησους και λεγει αυτοις ηραν τον κυριον εκ του μνημειου και ουκ οιδαμεν που εθηκαν αυτον João 20:2 ετρεχον δε οι δυο ομου και ο αλλος μαθητης προεδραμεν ταχιον του πετρου και ηλθεν πρωτος εις το μνημειον João 20:4 τοτε ουν εισηλθεν και ο αλλος μαθητης ο ελθων πρωτος εις το μνημειον και ειδεν και επιστευσεν João 20:8 ο δε πετρος ειστηκει προς τη θυρα εξω εξηλθεν ουν ο μαθητης ο αλλος ος ην γνωστος τω αρχιερει και ειπεν τη θυρωρω και εισηγαγεν τον πετρον João 18:16 http://www.bibliaonline.com.br/receptus/s/nt/1/outro%20disc%C3%ADpulo

Prezado irmão Carlos Henrique, como o irmão fez a referência ao termo grego, certamente o irmão conhece bem essa lingua, então pergunto-lhe: Nestas referências de João, ao outro discípulo, ele estava se referindo a um outro ou a si mesmo???!!!
Prezado irmão Carlos Henrique, logo após o capítulo 14 do evangelho de João, acredito que o irmão sabia que esse evangelho, bem como toda a Escritura sagrada não foi dividida em capítulos e versos; há também o capítulo 16, muito utilizado pelos defensores do “outro” terceiro Divino, parece que ou João era um mentecapto ou Jesus foi incompetente que não foi capaz de fazê-lo entender a existência desse “outro” terceiro co-igual, pois veja o que ele, João, escreveu logo em seguida: “E a vida eterna é esta: que te conheçam, a ti só, por único Deus verdadeiro, e a Jesus Cristo, a quem enviaste”. João 17:3

Será mesmo que João não entendeu???!!! Ou entendeu muito bem o que Jesus disse, e ele mesmo escreveu: Eu e o Pai somos um. João 10:30 – Veja que Jesus não disse: Eu e o Pai e o Espírito Santo somos um. Não, Jesus não disse isso!

Ou será que Jesus era desafeto do “outro”, veja o que Ele disse: Porque, qualquer que de mim e das minhas palavras se envergonhar, dele se envergonhará o Filho do homem, quando vier na sua glória, e na do Pai e dos santos anjos. Lucas 9:26

Observe que, quando todo o céu, com todos os seus habitantes se manifestarem na gloriosa segunda vinda de Cristo, ele, Jesus mencionou até os anjos que são criaturas, mas omitiu o “outro”!!!

Veja que, não foi só Lucas, mas também Mateus escreveu palavras de Jesus, muito significativas, veja: Mas daquele dia e hora ninguém sabe, nem os anjos do céu, mas unicamente meu Pai. Mateus 24:36 – É compreensível que como humano, Jesus, naquele momento não soubesse quando seria esse momento, mas se houvesse um “outro” co-igual, para que fosse co-igual, esse “outro” deveria ser “ONISCIENTE”, e assim, não seria somente o Pai que teria tal conhecimento; se houvesse um “outro” onisciente, esse “outro” também saberia o “dia e a hora”!

Ainda, sobre as palavras de Jesus, ao mesmo discípulo amado, quando lhe deu as visões do Apocalípse, veja: O que vencer será vestido de vestes brancas, e de maneira nenhuma riscarei o seu nome do livro da vida; e confessarei o seu nome diante de meu Pai e diante dos seus anjos. Apocalipse 3:5 – Veja que interessante, mais uma vez Jesus foi omisso???!!!

Ou os salvos não serão apresentados a nenhum “outro”???!!!

Caríssimo irmão Carlos Henrique, eu não posso admitir que nem Cristo foi omisso, nem mentiu, nem foi incapaz de ensinar, especialmente a João, o amado, então, veja mais o que ele aprendeu e ensinou: O que vimos e ouvimos, isso vos anunciamos, para que também tenhais comunhão conosco; e a nossa comunhão é com o Pai, e com seu Filho Jesus Cristo. 1 João 1:3

Preste bem atenção, e não foi só ele, João, mas ele se refere aos demais: …O que vimos e ouvimos, isso vos anunciamos… NÃO HÁ COMUNHÃO DE NENHUM “OUTRO”!
Veja que, ele, João, foi mais além: Todo aquele que prevarica, e não persevera na doutrina de Cristo, não tem a Deus. Quem persevera na doutrina de Cristo, esse tem tanto ao Pai como ao Filho. 2 João 1:9

Há outras versões que dizem: “Todo aquele que vai além…”, mas eu prefiro essa que diz: Todo aquele que prevarica… O crime de prevaricação é inclusive o de subverter a verdade!

Nesta declaração, João, apresenta a maior verdade: Deus é o Pai e o Filho, e nenhum outro mais!

Por fim, João, nessa sua segunda carta, faz a saudação: Graça, misericórdia e paz, da parte de Deus Pai e da do Senhor Jesus Cristo, o Filho do Pai, seja convosco na verdade e amor. 2 João 1:3
ISSO FOI O QUE JOÃO APRENDEU DO MESTRE, E EXATAMENTE ISSO FOI O QUE CRISTO ENSINOU! NÃO HÁ UM “OUTRO” DIVINO!

Assim como em Lucas 23:43 fizeram adulteração para amparar uma doutrina espúria, também fizeram em outras partes da Bíblia, inclusive na primeira carta de João, a saber: Porque três são os que testificam no céu: o Pai, a Palavra, e o Espírito Santo; e estes três são um. 1 João 5:7

Veja esse mesmo texto na versão católica: http://www.bibliaonline.com.br/vc/1jo/5

Os católicos cumprem melhor o que está em Lucas 16:8 – são mais prudentes – veja que no verso seguinte, João, está falando de 3 elementos emblemáticos, entre os quais o “Espírito”, e não de 3 pessoas que dão testemunho.

Há ainda um outro texto, onde os católicos são mais honestos, e isso pode ser verificado em uma “Bíblia de Jerusalém”, da editora católica, Edições Paulinas, o comentário de rodapé, com referência ao texto de Mateus 28:19, que inclusive pode-se verificar no Livro de Atos, que nenhum batismo foi realizado conforme a ordem, hoje exarada, nesse texto.
Os apóstolos não obedeceram tal ordem, não porque fossem desobedientes ou relapsos ou desconhecessem a ordem original de Jesus, mas porque tal ordem nunca foi como hoje se apresenta.

TEORIA Como se constrói uma teoria: a partir de hipóteses ou pressuposições, que podem ser prováveis ou improváveis, e, a partir de uma tese ou diversas teses desenvolvidas com alguma lógica ou até muita lógica, quando aceitas por um grande número de estudiosos do assunto, porém de difícil comprovação, então segue-se como uma TEORIA.

Assim ocorre com a Teoria da Evolução ou da Criação!

Teologicamente há uma teoria referente à Divindade, quanto ao número de pessoas Divinas, no cristianismo, que tem por base de pesquisa um compendio que é a Bíblia Sagrada.

Na atualidade, provavelmente, a maioria dos pesquisadores bíblicos, têm aceito a teoria da Trindade, realidade essa que vem se modificando, pois na verdade a grande maioria não pesquisa em profundidade, e os que estão pesquisando, estão chegando a novas conclusões.

Foi publicada na Revista Adventista, de novembro de 2009, uma tese tendo por base um texto bíblico, Gên. 1:2, com o título: “O pairar do Espírito de Deus”, nas pgs. 14/15.
Um dos pilares, o mais usual, e o que parece ser o sustentáculo central dessa teoria, é a personalização a partir da ação.

Daí a tese do capelão do Colégio Adventista de Esteio RS, Luiz Gustavo de Souza Assis, tomando a ação “pairar” do Espírito, seria mais uma prova de personalização; e assim a pressuposição de que o Espírito de Deus seja uma terceira pessoa co-igual.

Muito acertadamente, a teologia adventista, sobre o texto de Lucas 23:43, para desconstruir a teoria da imortalidade da alma, usa (um pouco aqui, um pouco ali) com muita propriedade diversos textos relacionados para provar que houve um acréscimo, seja de pontuação, seja da palavra “que”, não existentes no original, pois tal teoria contraria o conceito bíblico.

Agora, os critérios não podem mudar de acordo com os interesses do interpretador, mas devem ser constantes, e a similaridade deve ser respeitada, então vamos a alguns textos onde devemos manter a similaridade de interpretação:

1 – 1 Pedro 1:11 – indagando que tempo ou que ocasião de tempo o Espírito de Cristo, que estava neles, indicava, anteriormente testificando os {ou as paixões} sofrimentos {que} a Cristo {haviam de vir} e a glória que se lhes havia de seguir. http://www.bibliaonline.com.br/rc/1pe/1(o texto adotado é o ALMEIDA REVISTA E CORRIGIDA 1995 biblia on line)

Aqui, o Espírito de Cristo, testifica ou testemunha, tendo por pilar ou hipótese ou pressuposição de que só uma pessoa pode testificar ou testemunhar, a pergunta é:
O Espírito de Cristo seria qual pessoa?

2 – Gálatas 4:6 -E, porque sois filhos, Deus enviou aos nossos corações o Espírito de seu Filho, que clama: Aba, Pai. (ARC 1995 b.on line)
Mantendo a premissa de que só uma pessoa pode ser enviada, a pergunta é: Que pessoa foi enviada?

3 – Filipenses 1:19 – Porque sei que disto me resultará salvação, pela vossa oração e pelo socorro do Espírito de Jesus Cristo, (ARC 1995 b. on line)
Pelo mesmo critério, só uma pessoa pode socorrer, então fica a pergunta: O Espírito de Jesus Cristo, é uma outra pessoa?

4 – Atos 16:7 – E, quando chegaram a Mísia, intentavam ir para Bitínia, mas o Espírito de Jesus não lho permitiu. (o texto é o de A. Revista e Corrigida 1995, b. on line, existem algumas versões que, para esse texto omitem “de Jesus”, constando apenas “o Espí Esp//wwnline.com.br/rc/atos/16″5 rito”)http://www.bibliaonline.com.br/rc/atos/16

Na Bíblia de Jerusalém, que apresenta a melhor fidelidade, também menciona “o Espírito de Jesus, se a intenção naquelas versões que citam apenas “o Espírito”, para abrigar a ideia de que possa ser, de acordo com a teoria trinitária, a 3ª pessoa da Trindade, então o Espírito de Jesus é a terceira pessoa ou quarta pessoa, uma vez que o Espírito de Deus seria a terceira?

5 – Romanos 8:9 – Vós, porém, não estais na carne, mas no Espírito, se é que o Espírito de Deus habita em vós. Mas , se alguém não tem o Espírito de Cristo, esse tal não é dele. (ARC 1995 b. on line)

Quantas pessoas Divinas são mencionadas nesse texto? De acordo com a teoria trinitária, o Espírito de Deus é a terceira pessoa; então o Espírito de Cristo, que como vimos tem as mesmas prerrogativas, é uma outra pessoa? Uma quarta pessoa Divina?

6 – Apocalipse 5:6 – E olhei, e eis que estava no meio do trono e dos quatro animais viventes e entre os anciãos um Cordeiro, como havendo sido morto, e tinha sete pontas e sete olhos, que são os sete Espíritos de Deus enviados a toda a terra. (ARC 1995, b. on line)

Se o Espírito de Deus é uma Pessoa Divina, pois só uma pessoa pode ser enviada, então quantas são as pessoas da Divindade?

7 – Tendo como certo de que Jesus Cristo nunca teve nenhum sentimento negativo nem excludente de qualquer pessoa, que razão poderia ter para omitir uma pessoa Divina, se até os anjos, que são criaturas ele incluiu nessas declarações:

7.1 – Apocalipse 3:5 – O que vencer será vestido de vestes brancas, e de maneira nenhuma riscarei o seu nome do livro da vida; e confessarei o seu nome diante de meu Pai e diante dos seus anjos.

7.2 – Lucas 9:26 – Porque qualquer que de mim e das minhas palavras se envergonhar, dele se envergonhará o Filho do Homem, quando vier na sua glória e {na} do Pai e dos santos anjos.

7.3 – Mateus 24:36 – Porém daquele Dia e hora ninguém sabe, nem os anjos dos céus, nem o Filho, mas unicamente meu Pai.

CONCLUSÃO

Se o Espírito de Cristo testemunha, e de fato o faz, é enviado, socorre, impede, é similar ao Espírito de Deus (conforme Romanos 8:9), temos que se o Espírito de Cristo pode agir como o Espírito de Deus, ou seria uma quarta pessoa Divina, ou assim como o Espírito de Cristo pode realizar tudo que o Espírito de Deus faz, e não ser uma outra pessoa (4ª), então por quê o Espírito de Deus teria que ser uma outra pessoa (3ª pessoa Divina)?

Logo, se o Espírito de Cristo não é uma outra pessoa Divina, também similarmente o Espírito de Deus não é uma pessoa, daí a razão de Cristo não o haver mencionado por ocasião da entronização dos salvos, nem na glória de sua vinda, quando será vista a sua glória (de Cristo), a glória do Pai e a glória dos santos anjos.

Quanto à onisciência, quando Jesus declarou que ninguém sabia, nem Ele, nem os anjos, Ele estava na condição humana, e como humano não sabia, mas, certamente ao reassumir a Divindade, passando a ser também onisciente, passou a saber o dia da sua segunda vinda; então quando disse que só o Pai sabia, é porque não existe uma terceira pessoa co-igual, que para ser co-igual, teria onisciência e assim saberia também o dia da volta de Cristo.
.
Há um detalhe muito interessante quanto aos salvos, no capítulo 7 de Apocalipse: nos versos 1 a 8 é mencionado um grupo, numerável e limitado, e nos versos seguintes é mencionada uma grande multidão.

Agora no capítulo 14, há uma ampliação de detalhes sobre o primeiro grupo:
V. 12 – guarda dos mandamentos.
V. 9 – sinal na testa e na mão
V. 4 – não estão contaminados com mulheres – (significa não terem contaminação de doutrinas espúrias)
V. 1 – sinal da fronte – (este é o primeiro e principal sinal deste grupo, que não é o maior grupo de salvos, um número simbólico, pequeno e numerável, mas com algumas características especiais, e este sinal é o primeiro. O que significa o sinal na testa (ou fronte)? Compreensão! Por quê apenas e tão somente dois nomes? De Cristo e de seu Pai? Em 1João 1:3, temos a resposta: o que vimos e ouvimos, isso vos anunciamos, para que também tenhais comunhão conosco; e a nossa comunhão é com o Pai e com seu Filho Jesus Cristo.

27 comentários em “Ao ilustre ancião Carlos Henrique:”

  1. Caros irmãos,
    suspeito que a despeito de minha escolaridade esteja me tornado um ignorante, porque leio, leio, leio e não consigo entender qual é a raiva que vocês, anti-trinitarianos, têm da pessoa do Espírito Santo. Aliás, nem sei de quem exatamente é a raiva, porque uma hora atacam a trindade, outra hora voltam as metralhadoras especificamente para o Espírito Santo, não consigo entender. Negar a pessoalidade do Espírito Santo vai trazer que ganho a vocês ? O que está acontecendo ? Vocês têm medo de quê ? Seria de cometer algum pecado ? Se sim, seria transgressão a que mandamento da Lei de Deus ? Talvez, sob a ótica de vocês, deva ser transgressão ao primeiro mandamento, que diz “Não terás outros deuses diante de Mim”. Só pode ser. Então convido vocês a fazermos uma conjectura. Vamos supor, por um breve momento, que realmente, como vocês crêem (não é o meu caso), o Espírito Santo, não existe, seja um adjetivo atribuído a Deus, etc. Deixem somente Deus Pai e Jesus. Vocês acreditam que Jesus é Deus, não é mesmo ? Não é possível que não seja. A Bíblia é mais do que clara. Se vocês não acreditam nisso, então vocês não são ASD, são testemunhas de Jeová, e aí nós paramos por aqui a conversa (com todo respeito aos nossos irmãozinhos TDV, aos quais admiro por muitos outros aspectos, principalmente pelo testemunho). Bem, então agora que nós estamos acordes, vamos fazer uma operação matemática: Deus Pai + Deus Filho = dois Deuses. Pera lá, sob a ótica de vocês, que tentam enxergar a divindade sob a visão humana, continuam transgredindo o 1º mandamento, continuam adorando dois deus. Estão vendo ? Percebem ? Se nós enxergarmos a natureza da divindade sob a ótica humana inevitavelmente estaríamos sempre em transgressão ao 1º mandamento da Lei de Deus. Em nossa igreja aqui em Manaus tivemos muitos problemas com um querido irmão que leu e acreditou nessa teoria de vocês e gerou um clima muito ruim, tivemos que orar muito, conversar bastante. Por favor, deixem de ser instrumentos para promover separação e discórdia dentro da igreja remanescente da profecia bíblica. Parem de usar os pioneiros, pois muitos deles morreram sem sequer guardam o Sábado e – eu creio, Aleluia ! – estão salvos. Parem de usar a igreja contra a própria igreja, Dr. George Knight jamais escreveria para envergonhar a igreja a quem ele tanto amo e defende. Que a graça de Jesus, o amor de Deus Pai e a comunhão do Espírito Santos estejam para sempre conosco!

  2. Nunca vi uma explanação tão bem feita sobre esse assunto, o qual sempre me pareceu um absurdo…. pena que a maioria dos comentaristas não conseguem entender a lógica e clareza da mesma… contaminados pelos ensinamentos contaminados da IASD atual, a qual se afasta a passos largos dos ensinamentos de seus fundadores.

  3. Só queria entender pq a IASD se filiou ao conselho mundial das igrejas, ou seja, ao ecumenismo!
    P.S. Até pouco tempo as outras igrejas diziam que a IASD era uma seita mas, depois que ela se filiou, pararam de acusá-la disso.
    P.S.I I. Para se filiar ao Conselho mundial das Igrejas é obrigatório a denominação aceitar o dogma da trindade.
    Eu não sabia nada disso até uns dois meses atrás, até que resolvi pesquisar e reter o que é bom. É bom cada um pesquisar por si mesmo. A salvação continua sendo individual!

  4. Prezado Gerson Pereira,
    A matéria foi dirigida ao Sr. Casik, em função de comentário anterior da parte dele usando palavras como: “imoral e desrespeitoso”, ao que eu havia postado.
    Como ele disponibilizou o endereço eletrônico, escrevi diretamente a ele, o que foi postado, para que ele contestasse, porém ele não se dignou a fazê-lo.
    ……..
    Agora, pergunto-lhe:
    Veja João 10:30 – Jesus era desafeto do outro, terceiro?
    Veja 1 João 1:3 – Nem João, nem os outros, nunca ouviram falar de nenhum terceiro.
    Veja 2 João 1:9 – Na definição de Deus, declarada por João não foi incluído nenhum terceiro.
    Veja Lucas 9:26 – Na segunda vinda de Cristo, os únicos terceiros que estarão presentes nesse glorioso evento, são os santos anjos, mas nenhum terceiro Divino.
    Veja Lucas 10:22 – Não há nenhum terceiro que seja “onisciente”, pois se houvesse, esse também conheceria o Pai, bem como conheceria o Filho.
    Veja João 17:3 – E a vida eterna é esta: que te conheçam, a ti só, por único Deus verdadeiro, e a Jesus Cristo, a quem enviaste. João 17:3

  5. Ainda assim não ousaria diminuir o Espirito Santo, porque que peca contra ele , não há perdão. Jesus é o ponto principal, o qual Deus Pai, revelou a Eva, criando-se assim um sistema em que a Trindade operasse, através das épocas.
    Hoje embora Cristo esteja no santuário, no Santo dos Santos, o modus operandis pertence ao Espírito Santo.Deixar de aceitá-lo é realmente querer se perder, e isto foi previsto [Ef. 4.30] “E não entristeçais o Espírito de Deus, no qual fostes selados par ao dia da rendenção.” e A graça do Senhor Jesus Cristo, e o amor de Deus, e a comunhão do Espírito Santo seja com todos vós. Amém.
    2 Coríntios 13:14

    1. Caro Alex Dias,
      Se o Espírito Santo fosse uma 3ª pessoa de uma suposta “Trindade”, que tem como pressuposto a co-igualdade entre os 3, pela razão apontada por sua senhoria, já não haveria co-igualdade; pois o Pai perdoa e o Filho também perdoa.
      Essa premissa do pecado sem perdão, proposto de sua parte, é totalmente equivocada.
      Quanto ao texto que o ilustre citou: 2Cor. 13:14, por favor leia a matéria disponibilizada neste site, em 29/11/2011: http://www.adventistas.com/2011/11/29/ensina-o-apostolo-paulo-que-existe-um-terceiro-divino/

  6. não sou evangelico mas fica claro para mim, que o autor deste site é um dissidente da igreja adventista, o que por si só já é um requisito que merece atenção sobre suas palavras, possivelmente tendenciosas.
    pensemos nisto……….

    1. Sr Ricardo Augusto,
      Que bela identificação a sua: “não sou evangelico”???!!!
      O que significa suas palavras: “dissidente da igreja adventista”???!!!

  7. Pela eloquencia em explanar sobre o Espírito Santo deu para se notar que o irmão não O tem e por isso recomendo um pouco mais de humildade.

  8. Muito bom comentário.
    “Shema Israel, YHWH eloeinu, YHWH echad” Dt 6,4
    “Ouve Israel, YHWH é nosso Deus , YHWH é único” Dt 6,4

    Aproveitando, .. já está na hora de falarmos o verdadeiro nome do Eterno e de seu filho.. ( em hebraico) .. ou vão continuar falando o nome “jesus” que a “Mãe ” ensinou as “filhas”
    Dizem estar livres da ICAR mas ainda comem do seu pão e bebem do seu vinho (o nome IESU, Jesus) ..

  9. Com todo o respeito quer devo a todos os intervenientes, parece-me que toda a eloquência aqui patenteada é desnecessária para a SALVAÇÂO do ser Humano. Para mim, e não me considero “ignorante” apenas preciso saber e manter que DEUS é o meu CRIADOR e JESUS o meu SALVADOR e o ESPÍRITO SANTO quem (como refere a Biblia) me convence do Pecado e PONTO FINAL. Argumentos …os mais eruditos que surjam , apenas “atropelam e confudem”. Não poderemos avançar enquanto “gastamos” assim o tempo que nunca será recuperado e que tanta falta nos faz para viver com o coração na plena Paz que DEUS nos oferece., afim de levar a SUA MENSAGEM ao Mundo.

  10. Parabéns éla bela explanação de uma verdade que a que se denomina Igreja Verdadeira, não quer admitir.
    Obrigada por frotalecer um pouco mais meu conhecimento do ùnico Deus o Senhor Yahweh e de Seu Filho o Senhor Yeshua.
    Abraços.

  11. cuidado com seus comentários,pois são especulações,a palavra de DEUS menciona
    a santa trindade,e embora não obtermos textos exclusivos sobre esta doutrina nós temos várias menções sobre o ES.e digo que ele é DEUS e temos relatos do seu ministério antes de cristo e depois de sua acessão aos céus,o próprio cristo menciona a missão do ESPIRITO SANTO CONSOLADOR que ele mesmo enviaria(s.joâo 16:1 a 24) para dar continuidade ao seu ministério na terra já que ele subiria ao céu para seu ministério sacerdotal hebreus 9:24,e o aposto paulo menciona que pessoas como vc contestaria a existência do santo espirito e fala sobre a sabedoria humana e suas limitações!(1 coríntios 2 : 6 a 16)sendo assim querido tenha cuidado para não vos suceda o mesmo que a Ananias (atos 5 :3 a 5)quero lhe informar que sua dificuldade de aceitar a pessoa do espirito santo pode comprometer sua salvação,suas citações pode ser convincentes mais digo que é pela fé que temos que aceitar ao DEUS todo poderoso e seus mistérios pois as coisa espirituais se discernem espiritualmente e se vc não crer no ES como ele o revela rá? 1 coríntios 2 :6 a 16,DEUS CONSOLADOR tenha misericórdia de vcs;etou pronto para toda contestação pois o ES está entronizado no meu coração
    duvidas 031-92296757 ou 031-96490711

  12. Eu sou adventista desde 2009, eu era evangélico a muitos anos…
    de um tempo para cá passei a estudar bastante sobre a suposta trindade quando deixei de crê nela, na minha igreja não comento em hipótese alguma sobre o assunto pois, temo retaliações, prefiro evitar discussões e polémicas, talvez eu tenho sido covarde mas…
    Parabéns pela excelente colocação a respeito deste assunto gostei muito foi bastante salutar. que o Eterno continue te abençoando ricamente em nome de Yeshua seu Filho.

    1. Estude meu irmão
      Eu assim como vc cheguei a conclusão que a trindade não passa de um dos condimentos do vinho da grande meretriz.
      meus irmão e anciões da igreja em que participo também não concordaram comigo mas não tiveram coragem de pelo menos estudar comigo sobre o assunto, como consta no próprio manual da igreja.

  13. O ancião Carlos Henrique

    Por que o material dirigido ao ancião Carlos Henrique, que na opinião vesga do crítico, ensina heresia ( e neste ponto atinge também a Igreja Católica), não seguiu a fórmula de Jesus de lidar com o irmão faltoso antes de expô-lo ao público? É mesmo para mostrar que o objetivo é destruir, não é verdade?
    Por que não propõem um estudo sobre o Espírito Santo que abranja todas as passagens, e ficam selecionando passagens? Expliquem, por exemplo, no capítulo 14 de João, o verso 16. Jesus está orando ao Pai para mandar o Pai mesmo ou Ele, Jesus? Não precisa ser erudito para ver aqui 3 pessoas. Se o Espírito Santo fosse outra forma de se apresentar o Pai ou o Filho, Jesus teria dito: ‘’Eu rogo ao Pai que venha Ele mesmo e esteja convosco para sempre’’ ou, ‘’Eu rogo que Eu mesmo esteja convosco para sempre’’. Mas como explicar Ele dizer: ‘’Convém que Eu vá se não o Consolador (outro) não virá”? (João 16:7). O mesmo se pode analisar do verso 26. No verso 14 o Espírito Santo glorificará Jesus. Se na economia da redenção o Pai é hierarquicamente maior (João 14:28), como Ele, sendo, ao mesmo tempo o Espírito Santo iria glorificar Jesus? Em Romanos 8: 26 e 27 o Espírito Santo intercede e O que esquadrinha os corações, conhece a Sua intenção (duas pessoas) e o faz segundo a vontade de Deus. Trata-se de Deus intercedendo diante de Deus? Não seria confuso? Se o Espírito neste verso fosse, então Jesus, como, no verso 34 se lê que Jesus intercede TAMBÉM. No verso 29 Deus quer que os santos, como consequência da intercessão do Espírito Santo, tenham a imagem do Filho. Portanto são claras as ações de três pessoas em benefício dos santos.
    Porque o Espírito Santo é, às vezes omitido? A natureza ‘’orgânica’’ da divindade escapa à nossa competência intelectual. Definir alguém cujo nome significa algo invisível como o vento, o ar, o sopro é mais complicado ainda. Talvez por estar abaixo do Pai no organograma funcional, não seja tão mencionado como Jesus que viera revelar o Pai e não o Espírito Santo.
    Mesmo menos que Jesus, ainda é mencionado muitas vezes, por que tanta menção de quem não existe? Ou por que dar outro nome a pessoas que já têm nome – Pai, Filho – e, por que dar nome a esse mero outro nome do Pai ou de Jesus?

    Gerson Pereira

    1. Prezado Gerson Pereira,
      Conforme s/ entendimento, no Livro do Apocalípse está registrado sobre os 7 Espíritos de Deus; e em Apoc. 5:6, diz que os 7 Espíritos de Deus são enviados por toda a terra.
      Se só uma pessoa pode ser enviada, então quantas são as pessoas da Divindade? 3 + 7 ???!!!

    1. Sei que somos servos, criaturas…e devemos ao nosso CRIADOR toda honra e glória e gratidão pelo maravilhoso Plano da Salvação…não nos compete dúvidar da citação de JESUS que enviaria o Consolador…são 3 pessoas divinas a nos ajudar neste mundo caído e pronto.Sejamos humildes e aceitemos simplesmente. ocupemos nosso tempo em adorar e ter gratidão constante em nossos corações, orando e vigiando para não cair em tentações…e não se enredar e vãs suposições humanas.
      Merces Pedroso

Deixe uma resposta