Mistério dos Nefilins: Os filhos de Deus de Gênesis 6 são anjos ou descendentes de Sete?

por Chuck Missler, traduzido por Renato Cavalcante

Por que Deus enviou o julgamento do dilúvio nos dias de Noé? Muito mais do que simplesmente uma questão histórica, os eventos originais que levam ao Dilúvio são um pré-requisito para compreender as implicações proféticas do nosso Senhor segundo previsões a respeito de Sua Segunda Vinda.1

Os acontecimentos estranhos registrados em Gênesis 6 eram entendidos pelas antigas fontes rabínicas, assim como pelos tradutores da Septuaginta, como referências aos anjos caídos procriando uma estranha descendência híbrida com mulheres humanas, conhecida como “Nephilins”(gigantes). Isso também foi entendido assim pelos pais da igreja primitiva. Estes acontecimentos bizarros também ecoaram nas lendas e mitos de cada cultura milenar sobre a terra: os gregos antigos, os egípcios, os hindus, os ilhéus das Ilhas dos Mares do Sul, os índios americanos, e praticamente todos os outros.

No entanto, muitos estudantes da Bíblia tem sido ensinados que essa passagem em Gênesis 6, na verdade se refere a uma incapacidade de manter os “fiéis” das linhas de Sete separados da “linha mundana” de Caim. A idéia tem sido desenvolvida com base em que após Caim ter matado Abel, a linha de Sete se manteve separada e fiel, mas a linhagem de Caim se tornou ímpia e rebelde. Os “filhos de Deus” são considerados referências de liderança na linha de Sete, e as “filhas dos homens” são consideradas restritas à linha de Caim. Os casamentos resultantes reduziram aparentemente uma inferência (dedução) de separação entre eles. (Por que a descendência resultante é chamada de “Nephilins” (gigantes) permanece sem uma explicação clara.)

Desde que Jesus profetizou: “Como nos dias de Noé, assim será a vinda do Filho do Homem”,dois torna-se essencial compreender o que ocorria naqueles dias.

Origem da Visão Setista

Foi no século 5 que a interpretação para “anjos” em Gênesis 6 foi cada vez mais vista como um embaraço quando atacada pelos críticos. (Além disso, a adoração dos anjos tinha começado dentro da igreja. Além disso, o celibato também havia se tornado uma instituição na mesma. O visão “angélica” de Gênesis 6 era temida como impactante contra esses pontos de vista.)

Celso e Juliano, o Apóstata, usou a tradicional crença “angélica” para atacar o cristianismo. Julius Africanus recorreu à interpretação Setista como uma base mais confortável. Cirilo de Alexandria também repudiou a ortodoxa teoria “angélica” com a interpretação da “linha de Sete”. Agostinho também abraçou a teoria Setista e assim prevaleceu na Idade Média. Ela ainda é ensinada hoje entre as muitas igrejas que acham a literal visão “angélica” um pouco perturbadora. Há muitos professores excelentes da Bíblia que ainda defendem esse ponto de vista.

Problemas com a Visão Setista

Além de obscurecer a compreensão completa dos eventos nos primeiros capítulos do Gênesis, essa visão também nubla qualquer oportunidade de apreender as implicações proféticas das alusões bíblicas ao “Dias de Noé”.3 Alguns dos muitos problemas com o “Visão Setista” incluem o seguinte:

1. O texto em si

Substanciais liberdades devem ser tomadas com o texto literal para propor a “visão Setista”. (Em análise de banco de dados, muitas vezes é dito que “se você torturar os dados severamente, êles irão confessar qualquer coisa.”)

O termo traduzido como “os Filhos de Deus” é, no hebraico, B’nai HaElohim, “Filhos de Elohim”, que é um termo consistentemente usado no Antigo Testamento para anjos,quatro e nunca é usado para denominar os crentes no Antigo Testamento. Foi entendido assim pelos antigas fontes rabínicas, pelos tradutores da Septuaginta no terceiro século antes de Cristo, e pelos pais da Igreja Primitiva. As tentativas de aplicar esse termo a “lideranças piedosas” não tem fundamento bíblico.5

A interpretação forçada “Filhos de Sete e filhas de Caim” obscurece a pretendida antítese entre “ Filhos de Deus e filhas de Adão”. A tentativa de imputar qualquer outra visão para o texto se esvanece ante o entendimento do texto Hebreu dos primeiros séculos entre os líderes rabínicos e da igreja primitiva. A antítese lexicográfica claramente pretende estabelecer um contraste entre os “anjos” e as mulheres da Terra.

Se o texto foi concebido para contrastar os “filhos de Sete e as filhas de Caim”, por que não dizê-lo? Sete não era Deus, e Caim não foi Adão. (Por que não os “filhos de Caim” e as “filhas de Sete?” Não há base para restringir o texto para qualquer subconjunto dos descendentes de Adão. Além disso, não existe nenhuma menção de filhas de Elohim.)

E como é que a interpretação “Setista” pode contribuir como causa ostensiva para o dilúvio, que é o principal impulso do texto? A Tese “Setista” é toda baseada em uma série de suposições sem base bíblica.

O termo bíblico “Filhos de Elohim” (isto é, do próprio Criador), limita-se a especificar aquilo que é “criado diretamente pela mão divina”, e não para aqueles nascidos segundo os da sua própria espécie.6 Na genealogia de Jesus, em Lucas, somente Adão é chamado de “filho de Deus.”7

Todo o drama bíblico ocupa-se com a tragédia de que a humanidade é uma raça caída, começando com a perda da imortalidade de Adão. Cristo unicamente concede a ela (a humanidade) que recebam dele o poder de se tornarem filhos de Deus.8

Nascer de novo do Espírito de Deus, como uma nova criação,e só estes serão inteiramente,9 revestidos em sua ressurreição com um corpo celeste,10 em todos os aspectos igual ao dos anjos.11 O próprio termo oiketerion, aludindo ao corpo celeste com o qual o crente deseja ser vestido, é o termo exato usado para os corpos celestes a partir da qual os anjos caídos haviam despojado.12

A tentativa de aplicar o termo “Filhos de Elohim” num sentido mais amplo não tem nenhuma base textual e obscurece a precisão de seu uso explicito. Isso prova ser uma interpretação antagônica ao uso comumente adotado para o termo bíblico.

2. As Filhas de Caim

As “Filhas de Adão”, também não representam uma restrição para os descendentes de Caim, mas claramente para toda a raça humana. Estas filhas eram as filhas nascidas aos homens a que a sentença abaixo se refere em seu início:

E sucedeu que, quando os homens começaram a se multiplicar sobre a face da terra, e suas filhas lhes nasciam, os filhos de Deus viram que as filhas dos homens eram formosas, e tomaram para si mulheres dentre todas as que escolheram . Gn 6:1,2Fica claro no texto que as filhas não foram limitadas a uma determinada família ou subconjunto, mas eram, de fato, de todos os descendentes de Adão “, as filhas de Adão”. Não há aparente exclusão das filhas de Sete. Ou elas seriam tão sem encantos, em contraste com as filhas de Caim? Todas as mulheres descendentes de Adão parecem ter estado envolvidas. (E sobre os “filhos de Adão?” Onde é que eles, usando essa dicotomia artificial, se encaixam?)

Além disso, a linhagem de Caim não era obrigatoriamente conhecida por sua impiedade. A partir de um estudo sobre a nomeação dos filhos de Caim, muitas das quais com o nome de Deus,13 , não é claro que todos eles fossem necessariamente infiéis.

3. A dedução das “Linhas de Separação”.

O conceito de “linhas” separadas, em si mesmo é suspeito e contrário à Escritura.14

Distinções entre raças e nações foram claramente o resultado da intervenção posterior de Deus em Gênesis 11, cinco capítulos adiante. Não há nenhuma insinuação de que as linhas de Sete e Caim se mantiveram separadas, nem sequer foram orientadas para tal. A ordem para permanecerem separadas foi dado muito tempo depois.15 Gênesis 6:12 confirma que toda a carne havia se corrompido no seu caminho sobre a terra.

4. A dedução da linhagem piedosa de Sete.

Não há evidências, explícitas ou implícitas, que a linhagem de Sete foi piedosa. Apenas uma pessoa foi arrebatada do juízo vindouro (Enoque) e apenas oito tiveram a proteção da arca. Ninguém além da família imediata de Noé foi considerado digno de ser salvo. Na verdade, o texto sugere que estes eram diferentes de todos os outros. (Não há nenhuma evidência de que as esposas dos filhos de Noé fossem da linhagem de Sete.) Mesmo assim, Gaebelein observa, que a designação de “Filhos de Deus” nunca é aplicada no Velho Testamento aos crentes, cuja filiação é claramente uma revelação do Novo Testamento. 16

O “Filhos de Elohim” viram que as filhas dos homens eram formosas e tomaram para si mulheres de todas as que escolheram. Parece que as mulheres tinham pouco a dizer sobre o assunto. A implicação dominante sugere fortemente uma abordagem divina para a união. Mesmo a menção de que eles viram que elas eram atraentes parece fora de propósito se apenas o aspecto da biologia normal estivesse envolvido. (E seriam as filhas de Sete tão pouco atraentes?)

Também deve ser salientado que o filho de Sete mesmo foi Enos, e há evidência textual de que, ao invés de uma reputação piedosa, ele parece ter iniciado a profanação do nome de Deus.17

Se os descendentes de Sete eram tão fiéis, por que eles morreram no dilúvio?

5. A Descendência Antinatural

A falha fatal na ilusória visão “Setista” é o surgimento do Nephilim, como resultado das uniões. (Mudando a tradução para “gigantes” não são resolvidas as dificuldades.) É o fruto dessas uniões peculiares em Gênesis 6:4 que parece ser citado como a principal causa para o Dilúvio.

Procriação por pais de diferentes opiniões religiosas não produzem descendência antinatural. Crentes casando com incrédulos podem produzir “monstros”, mas dificilmente crianças super humanas, ou antinaturais! Foi esta procriação antinatural e as criaturas anormais resultantes que foi designada como a principal razão para o juízo do Dilúvio.

A própria ausência de qualquer adulteração na genealogia humana no caso de Noé, também está documentada em Gênesis 6:09: A árvore da família de Noé era notadamente sem mácula. O termo usado,tamiym, é usado para manchas físicas .18

Por que era esta descendência designada como “poderosos” e “homens de renome? Esta descrição para as crianças não se justificaria se os pais fossem apenas homens, mesmo que piedosos.

Outra dificuldade parece ser que a descendência era somente de homens, “mulheres de renome” não são mencionadas. (Havia uma deficiência cromossômica entre os Setistas? Houve apenas cromossomos “Y” disponíveis nessa linha genética?)19

6. Confirmações Novo Testamento

“Na boca de duas ou três testemunhas toda palavra será estabelecida.”20 Em matéria bíblica, é essencial sempre se comparar Escritura com Escritura. As confirmações do Novo Testamento no livro de Judas e em 2 Pedro são impossíveis de ignorar. 21

Porque, se Deus não poupou os anjos que pecaram, mas lançou-os no inferno [Tártaro], e os entregou às cadeias da escuridão, ficando reservados para o juízo; E não perdoou ao mundo antigo, mas guardou a Noé a oitava pessoa, um pregador de justiça, ao trazer o dilúvio sobre o mundo dos ímpios; 2 Pedro 2:4-5

Os comentários de Pedro ainda estabelecem o tempo da queda dos anjos para os dias do dilúvio de Noé.

Também o vocabulário de Pedro é provocativo. Pedro usa o termo Tártaro, aqui traduzido como “inferno”. Este é o único lugar em que este termo grego aparece na Bíblia. Tártaro é um termo grego para “habitação escura da aflição”, “poço da escuridão no Mundo Invisível”. Como é usado na Ilíada de Homero, é “… como muito abaixo do Hades quanto a terra está abaixo do céu». ” 22

Na mitologia grega, alguns dos semideuses, Cronos e os Titãs rebeldes, teriam se rebelado contra seu pai, Urano, e depois de uma prolongada disputa foram derrotados por Zeus e foram condenados ao Tártaro.

A Epístola de Judas (23) faz também referência aos estranhos episódios quando essas “estranhas” criaturas intrometeram-se no processo de reprodução humana:

E aos anjos que não guardaram o seu principado, mas deixaram a sua própria habitação, reservou na escuridão e em prisões eternas até ao juízo daquele grande dia; assim como Sodoma e Gomorra, e as cidades circunvizinhas, que, havendo-se entregues à fornicação como aqueles, e ido após outra carne, foram postas por exemplo, sofrendo a pena do fogo eterno. Judas 6,7

As alusões ao “indo após outra carne,” “não mantendo seu principado”, tendo “deixado a sua própria habitação”, e “havendo-se entregue à fornicação,” parece que claramente se encaixam nas invasões alienígenas de Gênesis 6. (O termo para habitação, oivkhth, rion, refere-se aos seus corpos celestes dos quais tinham se despojado.24)

Essas alusões do Novo Testamento parecem ser fatais para a alternativa Setista” na interpretação de Gênesis 6. Se a relação entre os “filhos de Deus” e as “filhas dos homens” eram apenas o casamento entre Setistas e Cainitas, parece impossível explicar estas passagens, e a razão pela qual alguns anjos caídos estão presos e outros estão livres para vaguear os céus .

7. Implicações pós-diluvianas

A estranha descendência também continuou após o dilúvio: “Havia gigantes na terra naqueles dias, e também depois disso …” 25 A visão “Setista” falha para resolver a condições existentes, ” também depois disso.” Ela não oferece nenhum “insight” sobre a presença dos subsequentes “gigantes” na terra de Canaã.

Um dos aspectos perturbadores do registro do Antigo Testamento foram as instruções de Deus, ao entrar na terra de Canaã, para acabar com cada homem, mulher e criança de certas tribos que habitavam a terra. Isto é difícil de justificar, sem a percepção de um “problema genético” dos remanescentes Nephilim, refains, etc.,, o que parece esclarecer a dificuldade.

8. Implicações Proféticas

Outra razão para que a compreensão de Gênesis 6 seja tão essencial é que ele também é um pré-requisito para a compreensão (e antecipação) dos dispositivos de Satanás 26 e, em particular, as ilusões específicas que virão sobre toda a Terra como um recurso importante do tempo final da profecia .27 Nós iremos retomar esses tópicos na parte 2 de “The Return Of The Nephilim”.)

Em Resumo

Se alguém assumir uma visão integrada da Escritura, então tudo nela deverá estar consonante. É opinião do autor que a “Visão angelical”, embora preocupante, é a apresentação clara e direta do texto bíblico, corroborada por várias referências do Novo Testamento e foi assim entendida por ambos os primeiros judeus e cristãos eruditos; a “Visão Setista” é um artifício de conveniência de uma rede de suposições injustificadas, antagônicas ao restante do registro bíblico.

Também deve ser salientado que a maioria dos estudiosos bíblicos conservadores aceitam a “Visão Angelical””.28 Entre os que apoiam esta visão estão: GH Pember, MR DeHaan, CH McIntosh, F. Delitzsch, AC Gaebelein, AW Pink, Donald Grey Barnhouse, Henry Morris, Merril F. Unger, Arnold Fruchtenbaum, Hal Lindsey, e Chuck Smith, estando entre os mais conhecidos.

Para aqueles que tomam a sério a Bíblia, os argumentos da “Visão Angélica” parecem convincentes. Para aqueles que se permitem consentir em tomar liberdades com o sentido estrito do texto, nenhum argumento pode ser comprovado. (E perigos maiores do que as implicações destas questões os aguardam!)

Para aprofundamento deste tema crítico, consulte o seguinte:

• George Hawkins Pember, As épocas mais primitivas da Terra, publicado pela primeira vez por Hodder and Stoughton, em 1875, e atualmente disponível por Kregel Publications, Grand Rapids MI, 1975.

• John Fleming, Os Anjos Caídos e os heróis da mitologia, Hodges, Foster e Figgis, Dublin, 1879.

• Henry Morris, O registro de Gênesis, Baker Book House, Grand Rapids MI, 1976.

• Merrill F. Unger, Biblical Demonology, Escritura Press, Chicago IL, 1952.

• Clarence Larkin, Mundo Espiritual, Rev. Estate Clarence Larkin, PA Philadelphia, 1921.

Notas

1. Mateus 24:37.
2. Mateus 24:37.
3. Mateus 24:37, Lucas 17:26, bem como alusões Antigo Testamento, como Daniel 2:43, et al.
4. Cf. Jó 1:6, 2:1, 38:7 (onde eles estão na existência antes da criação da Terra). Jesus também indica o mesmo termo em Lucas 20:36.
5. Uma nota de rodapé em uma edição da famosa Bíblia Scotfield, em que sugere que “filhos de Deus” nem sempre denotar seres angelicais, não aponta para uma exceção ostensiva (Isaías 43:6), mas o termo em questão não é usado! Deus simplesmente se refere a Israel como “meus filhos” e “minhas filhas”. Na verdade, todos da raça de Adão são chamados de “filhos” de Deus em Atos 17:28 (embora Paulo está aqui citando um poeta grego).
6. Os filhos de Deus são ainda contrasta com os filhos de Adão no Salmo 82:1, 6, e advertiu que, se continuar com o mal identificadas no verso 2, que iria morrer como Adão (homem). Quando nosso Senhor citou este versículo (João 10:34) Ele não fez menção de que ordem de seres Deus abordados neste Salmo, mas que a Palavra de Deus era inviolável se os seres em questão eram anjos ou homens.
7. Lucas 3:38.
8. João 1:11, 12.
9. 2 Coríntios 5:17.
10. 2 Coríntios 5:1-4.
11. Lucas 20:36.
12. Esse termo aparece apenas duas vezes na Bíblia: 2 Coríntios 5:02 e Judas 1:6.
13. Gênesis 4:18.
14. Gênesis 11:6.
15. Esta instrução foi dada aos descendentes de Isaac e de Jacob. Mesmo os descendentes de Ismael presumida não pode demonstrar sua ligação desde a separação não foi mantida.
16. AC Gaebelein, A Bíblia Anotada (Penteteuch), p. 29.
17. Gn 4:26 é amplamente considerado como um erro de tradução: “Então os homens começaram a profanar o nome do Senhor”. Então, concorda que o Targum venerada Onkelos, o Targum de Jonathan Ben Uziel, também as fontes rabínicas estimado como Kimchi, Rashi, et al. Além disso, Jerônimo. Além disso, o famoso Maimonides, o comentário da Mishná, 1168 ad
18. Êxodo 12:5, 29; Levítico 1:03, 10; 3:1, 6; 04:03, 23; 5:15, 18, 25; 22:19, 21; Números 06:14;; 23:12 et al. Mais de 60 referências, geralmente se referindo à liberdade de defeitos físicos das ofertas.
19. Cada gameta humano tem 23 pares de cromossomos: o macho tem dois “Y” (curta) e “X” (mais) cromossomos do sexo feminino, apenas “X” cromossomos. O sexo de um óvulo fertilizado é determinado pelo espermatozóide fertilizar o óvulo: “X + Y” para uma criança do sexo masculino; “X + X” para uma fêmea. Assim, as entregas do sexo masculino thesex-determinação cromossômica.
20.Deut. 19:15, Mateus 18:16, 26:60, 2 Coríntios 13:01; et al.
21. Judas 6, 7, 2 Pedro 2:4-5.
22. Homero, Ilíada, VIII 16.
23. Judas é comumente reconhecido como um dos irmãos do Senhor. (Mateus 13:55, Marcos 06:03; Gl 1:9; 01:01 Judas).
24. O uso único outro no Novo Testamento é 2 Coríntios 5:02, referindo-se ao corpo celeste, que o crente deseja ser vestido.
25. Gênesis 6:4.
26. 2 Coríntios 2:11.
27. Lucas 21:26, 2 Tessalonicenses 2:9, 11; et al.
28. A International Standard Bible Encyclopedia, Wm. B. Eerdmans Publishing Co., Vol. V, p.2835-2836.

32 ideias sobre “Mistério dos Nefilins: Os filhos de Deus de Gênesis 6 são anjos ou descendentes de Sete?

  1. Olá,

    Gostaria de tecer alguns comentários a respeito do estudo apresentado.

    A questão se os “filhos de Elohim” eram filhos celestiais ou filhos terrestres de Deus (anjos ou homens piedosos da família de Sete) só pode ser determinado pelo contexto, e pela substância da passagem em si mesma, isto é, do que está relacionado com respeito à conduta dos filhos de Deus e seus resultados. Que a conexão não favorece a ideia de serem seres angelicais, é reconhecido até mesmo por aqueles que adotam este ponto de vista. “Não posso negar,” afirma Delitzsch (citado pelo ‘estudioso’) , “que a conexão do capítulo 6 de Gn versos 1 a 8 com o capítulo 4 necessita da compreensão que tais casamentos entre pessoas de crenças diferentes (de famílias setitas e cainitas) aconteceram no tempo do Dilúvio (cf. Mt 24:38; Lc 17:27); e a proibição de casamentos mistos que apareceu sob a lei (Ex 34:16; cf. Gn 27:46; 28:1 ss) também favorece a mesma ideia.” Mas esta “compreensão” é colocada além de toda dúvida, pelo o que aqui é relatado dos filhos de Deus. No verso 2 é declarado que “os filhos de Deus viram que as filhas dos homens eram bonitas, e escolheram para si aquelas que lhes agradaram,” isto é, algumas cuja beleza os encantou; e estas esposas lhes deram filhos (verso 4). Ora, “tomar como esposa” é uma expressão recorrente no VT significando relação de casamento estabelecida por Deus na criação, e nunca é aplicada à “porneia” (cometer fornicação), ou ao ato sexual, ou ao relacionamento físico. Isto é totalmente suficiente para excluir qualquer referência a anjos. Porém, o próprio Cristo declarou distintamente que os anjos não podem se casar (Mt 22:30; Mc 12:25; cf. Lc 20:34-36).

    Quanto à sobrevivência de gigantes no Dilúvio, parece que o “estudioso” autor do estudo não está familiarizado com a Bíblia, pois ela declara “os quais noutro tempo foram rebeldes, quando a longanimidade de Deus esperava nos dias de Noé, enquanto se preparava a arca; na qual poucas (isto é, oito) almas se salvaram pela água” 1 Pe 3:20.

    E. G. White afirma: “O próprio Satanás, que fora obrigado a permanecer no meio dos elementos em fúria, temeu pela sua existência … Dos mais altos píncaros olhavam os homens ao longe um oceano sem praia … As águas vingadoras varreram o último retiro, e os desprezadores de Deus pereceram nas negras profundidades … Dentre a vasta população da Terra antes do Dilúvio, apenas oito almas creram na Palavra de Deus por intermédio de Noé, e lhe obedeceram.” Patriarcas e Profetas, pp. 99, 100, 101, 102. CPB, 2007.

    Diante de tanta fúria e comoção dos elementos, para aonde os “gigantes” fugiram?! A menos que o “estudioso” não creia no Dilúvio Universal!

    O “estudioso” afirma: “Em matéria bíblica, é essencial sempre comparar Escritura com Escritura. As confirmações do Novo Testamento em Judas e (2) Pedro 2 são impossíveis de ignorar. (Judas 6-7 e 2 Pedro 2:4-5.)” Mas, ao ler o que ele escreveu, fica mais do que evidente que ele não fez isto!

    Ele cita alguns escritores, mas deixa claro que não leu integralmente o que eles escreveram.

    Parece acreditar nos escritos de E. G. White, porém não os consultou! Observe o que ela escreveu sobre o assunto:

    ” ‘Viram os filhos de Deus que as filhas dos homens eram formosas’ Gn 6:2. Os filhos de Sete, atraídos pela beleza das filhas dos descendentes de Caim, desagradaram ao Senhor casando-se com elas. Muitos adoradores de Deus foram seduzidos ao pecado pelos engodos que constantemente estavam agora diante deles, e perderam seu caráter peculiar e santo. Misturando-se com os depravados, tornaram-se semelhantes a eles, no espírito e nas ações; as restrições do sétimo mandamento eram desatendidas, ‘e tomaram para si mulheres de todas as que escolheram’. Os filhos de Sete ‘entraram pelo caminho de Caim’ (Jd 11); fixaram a mente na prosperidade e gozos mundanos, e negligenciaram os mandamentos do Senhor … O pecado propagou-se largamente na Terra como uma lepra mortal.” Patriarcas e Profetas, pp. 81, 82. CPB, 2007.

    Quanto à inferência do “estudioso” que “Refaim, zanzumins, etc”, seriam descendentes dos Nefilins, ele está redondamente mal informado!
    Os Refains eram um dos grupos de Canaã na Transjordânia, mencionados pela primeira vez no tempo de Abraão (Gn 14:5; 15:20). Eles viviam na área posteriormente ocupada pelos Moabitas, eram chamados Emins pelos Moabitas (Dt 2:10, 11) e Zanzumins pelos Amonitas (versos 20, 21). Embora a Bíblia apresente tantos detalhes sobre eles, em lugar algum ela oferece apoio para a posição do “estudioso.”

    Agora, afirmar que “Esses comentários de Pedro (2 Pe 2:4, 5) ainda estabelecem a ÉPOCA da queda dos anjos que aconteceu nos dias do dilúvio de Noé,” é a mais pura ignorância teológica! Pois, Ap 12:7-9 afirma que “Houve então uma guerra nos céus. Miguel e seus anjos lutaram contra o dragão, e o dragão e os seus anjos revidaram. Mas estes não foram suficientemente fortes, e assim perderam o seu lugar no céu. O grande dragão foi lançado fora. Ele é a antiga serpente chamada Diabo ou Satanás, que engana o mundo todo. Ele e os seus anjos foram lançados à terra.” Quando ocorreram estes fatos?!

    “Cristo ia ainda exercer o poder divino na criação da Terra e de seus habitantes … Deixando seu lugar na presença imediata do Pai, Lúcifer saiu a difundir o espírito de descontentamento entre os anjos … Com grande misericórdia, de acordo com o Seu caráter divino, Deus suportou longamente a Lúcifer … Um compassivo Criador, sentindo terna piedade por Lúcifer e seus seguidores, procurava fazê-los retroceder do abismo de ruína em que estavam prestes a imergir … O Universo todo deve ter o enganador desmascarado … (Então, ele) foi expulso do Céu.” Patriarcas e Profetas, pp. 36, 37, 39, 42. CPB, 2007.

    Estes textos deixam claro que a expulsão de Satanás ocorreu antes da criação da Terra, e, não na ocasião do Dilúvio como afirma o “estudioso.”

    Sobre os outros achismos do “estudioso,” comentaremos noutra ocasião.

    Sinceramente,

    A. Fontana.

  2. Curto e Grosso: De apocalipse a Genesis não existe um versículo mencionando q anjos caídos podem ser encarnados, não tem esse poder ortogado por Deus. , eles usam os corpos dos humanos.

    Somente os anjos fiéis tiveram a encarnação p/propósitos de Deus em servico a humanidade. E nas suas atuações nunca p/multiplicacoes de espécies, até parece q tem espermas combativel, so rindo.

    • O senhor não só está equivocado, mas também gravemente desinformado sobre as Escrituras Sagradas. Pesquise mais e não faça afirmações tão estúpidas quanto essa que acaba de postar.

  3. Se gigantes são cruzamentos de anjos com mulheres,como explicar o aparecimento de gigantes depois do diluvio,visto que todos morreram exceto a familia de Noé?
    Está querendo dizer o autor da matéria que novamente depois do diluvio anjos tiveram relações com mulheres?!!

    • Noé era homem íntegro e sem mácula genética, mas a Bíblia não diz o mesmo sobre seus familiares, incluindo-se aí o filho Cão e as noras do patriarca. Pode ser também que parte dos gigantes tenha conseguido sobreviver ao Dilúvio, uma vez que o relato bíblico aparentemente afirma que os gigantes que habitavam a região de Canaã eram descendentes dos Nefilins de Gênesis 6. Além disso, os anjos caídos não morreram no Dilúvio. E embora parte deles já estivesse presa no Abismo, muito provavelmente houve nova incursão de anjos caídos contra fêmeas humanas algum tempo depois do Dilúvio. Por essa razão, Deus determinou que Israel exterminasse os remanescentes dessa raça híbrida.

      • segundo alguns escritos pseudográficos judaicos como conto da caverna. cita que Cam e sua descendência mais provável Canaan seu primogênito foi que trouxe de volta a adoração e pacto com anjos caídos ou deuses( linguagem da época) fato que foi desgosto de Noe que o levou se embebedar e dar aquele episodio da nudez e o deboche de cam e a maldição de sua descendecia. Talves isso explica um pouco dos gigantes entre os povos cananeus que os próprios hebreus foram proibidos de se unirem a eles nas suas cultuacoes nojentas

          • É simples, a meu ver: a Bíblia fala que TODOS pereceram, mas de forma geral, alguns se salvaram, em túneis, em barcos, seja como for, e perpetuaram a linhagem. O Livro de Enoque conta que antes do Dilúvio o anjo Gabriel instigou guerras para os gigantes se matarem entre si – afinal, se estivessem vivos saberiam se salvar – e após isso seus pais, os anjos caídos, foram presos nas entranhas da terra até o julgamento. Então, presume-se que alguns nefilins sobreviveram. Além disso, também acho que mais anjos caídos vieram procriar com mulheres na terra após o Dilúvio, e talvez ainda o façam. Se um dia foi possível, ainda é, só que hoje em dia não daria pra ficar gerando gigantes por aí, acho que eles fazem coisas diferentes esses anjos caídos para manipular nossa genética e deturpar a Criação de Yahweh.

  4. Prezados Senhores,
    Existe uma duvida referente ao relacionamento sexual entre os NEFLINS(Anjos Gigantes) e uma Mulher(ser humano normal), é a seguinte: UM HOMEM NORMAL, TEM O SEU APARELHO GENITAL DE TAMANHO MEDIO NORMAL 15 CM, um GIGANTE NEFLIN DEVERIA TER NO MINIMO UNS 40 CM DE TAMANHO DO PENIS, ENTÃO COMO SE EXPLICA TEREM UM RELACIONAMENTO NORMAL COM UMA MULHER HUMANA ? ACHO QUE ESSA HISTORIA NÃO ESTÁ BEM CONTADA, POIS SE ASSIM FOSSE COM CERTEZA A MULHER MORRERIA NUMA RELAÇÃO SEXUAL NORMAL. TEM ALGO MUITO MAL EXPLICADO, POR FAVOR, NÃO ME ENTENDAM MAL POR EU FAZER ESSE COMENTARIO, É QUE EU ACHO ABSURDO O QUE DIZ NA BIBLIA QUE OS NEFLINS SE RELACIONARAM COM AS MULHERES HUMANAS, E QUE POR ISSO FORAM PUNIDOS POR “DEUS”.
    PODEM ME EXPLICAR ISSO ?

    • Leia de novo sua Bíblia. Gênesis 6 diz que os “filhos de Deus” (anjos que abandonaram a dimensão espiritual) se relacionaram com as “filhas dos homens” e geraram os “nefilins” (caídos, gigantes, etc). Quanto às dimensões anatômicas citadas, embora não possamos precisá-las assim tão exatamente, convém lembrar-se que um dos objetos dos cultos idolátricos de então eram os “postes ídolos” (símbolos fálicos). E que o suposto deus Baal, exercia o papel de marido ou amante das adoradoras.

      Evidentemente, essa prática se disseminou mesmo entre Israel, o povo de Deus, o qual também se prostituiu entre os descendentes dos nefilins, a ponto de ocorrerem hemorragias nos cultos orgiásticos e idolátricos dos quais recriminados pelo profeta Ezequiel:

      Em todas as tuas abominações e nas tuas prostituições, não te lembraste dos dias da tua mocidade, quando estavas nua e descoberta, a revolver-te no teu sangue.
      Depois de toda a tua maldade (Ai, ai de ti! — diz o SENHOR Deus),
      edificaste prostíbulo de culto e fizeste elevados altares por todas as praças.
      A cada canto do caminho, edificaste o teu altar, e profanaste a tua formosura, e abriste as pernas a todo que passava, e multiplicaste as tuas prostituições.
      Também te prostituíste com os filhos do Egito, teus vizinhos de grandes membros, e multiplicaste a tua prostituição, para me provocares à ira.
      Por isso, estendi a mão contra ti e diminuí a tua porção; e te entreguei à vontade das que te aborrecem, as filhas dos filisteus, as quais se envergonhavam do teu caminho depravado.
      Também te prostituíste com os filhos da Assíria, porquanto eras insaciável; e, prostituindo-te com eles, nem ainda assim te fartaste;
      antes,
      multiplicaste as tuas prostituições na terra de Canaã até a Caldéia e ainda com isso não te fartaste.
      Quão fraco é o teu coração, diz o SENHOR Deus, fazendo tu todas estas coisas, só próprias de meretriz descarada.
      — Ezequiel 16:22-30.

      Para visualizar uma versão atualizada desses chamados “cultos da fertilidade”, que nada mais eram que sessões de sexo grupal entre demônios, mulheres e nefilins, pesquise no Google, por exemplo, sobre o “Kanamara Matsuri, Festival da Fertilidade no Japão”.

  5. Existe um mistério nessa criação do sexo e Deus.
    Nada está evidentemente claro e sim condicionado. Tem alguma coisa mal explicada com esse sexo Deus e diabo.
    A queda dos anjos geralmente os pastores apenas pregam que eles caíram. Mas tudo tem princípio e causa. Se existe resposta alguma coisa está sendo omitida.

  6. na minha opiniao esta acontecendo tudo de novo só que hoje eles mudaram de nome por causa do contexto da terra hoje eles nao vem mais como anjos nem filhos de deus eles vem como extraterrestes e seus ovnis para enganar a humanidade e tao conguindo.

  7. Lendo todos os seus argumentos me parecem bem interessantes, gostaria de dividir meus estudos tambem com todos vocês.

    Observando varios pontos da biblia reparei que existem varias lacunas que propositalmente ou não, nos causam enumeros quetionamentos.

    – O pecado de adão e Eva foi desobedecer a uma ordem de Deus. Antes de ser dado a ordem de não comer do fruto proibido foi dado a ordem de se multiplicarem. Essa ordem de multiplicar foi obdecida?

    – O homen precisava de companhia, mas invés de um amigo Deus faz uma mulher, reforçando a ordem de “multiplicar-se”.

    – Quanto tempo Adão viveu no jardim até o dia de sua “QUEDA”?

    – Quanto tempo levou para dar nomes a tantas expecies de animais?
    Realmente seria apenas um dia?

    – Se um dia pra Deus equivale a aproximadamente 1000 anos. Do 6º dia ao 7º dia passou-se quanto tempo?

    – Como Deus diria que tudo que criou foi “muito bom” (7ºdia), se da criação da mulher (6º dia) até a “QUEDA” passa-se menos de 1000 anos?

    – Porque Adão sempre ao se referir a sua esposa a descreve como se houvesse outras mulheres além da sua?

    – Porque só DEPOIS do pecado, quando seus olhos são “abertos” Adão da o nome a sua esposa de “EVA” (sig:progenitora da humanidade)?
    Sendo que ele pela logica sabia que só havia os dois, e tinha desde o principio raciocinio para dar nomes?

    – Nos corpos do homem e da mulher houveram mudanças depois do pecado, pois o homen passou a “suar” e a mulher sentir “dores”.

    – Como a punição da mulher seria “sentir dores no parto” se ela não as tivesse experimentado ele indolor? A punição do homem e da serpente foi perder beneficios que eles ja haviam usurfruido.

    – O homen foi criado a imagem e semelhança de Deus “santo”, depois tornou-se pecador.

    – Quem Caim temia tanto que o puder-se encontar longe de seus pais?

    – Deus colocou uma marca visivel em Caim para protege-lo de quem longe de seus pais?

    – Quem era a mulher que Caim se casou? Se Adão so tem FILHAS depois de nascer seu filho Sete e Caim ja esta longe?

    – Se ate mesmo Satanas para agir prescisa da autorização de Deus, como anjos teriam tal poder de gerar filhos em mulheres, passaram 9 mese de gestação, e de esses filhos crescerem, e Deus destruir todos os HUMANOS com o diluvio escapando apenas a familia de noé ?

    – Anjos podem enganar a Deus ?

    – Anjos poderam se materializar mesmo depois do diluvio, como é no caso dos dois que foram a Sodoma.

    – Se os “Nefhilins” sao filhos de anjos, como depois do diluvio mesmo com os anjos sendo punidos por suposto ato, a biblia relata mais desses na terra?

    – Outros anjos repetiram então o ato? porque então a biblia não relata denovo?

    Vou descrever a minha seguinte conclusão:

    Adão e Eva tiveram filhos antes do pecado. Isso mesmo todos esses filhos nasceram imortais e puros, a imagem e semelhança de Deus.
    Depois de Adão comer do fruto proibido o pecado veio ao mundo e com ele a morte para todos inclusive os “puros” estavam sujeitos a morte.
    Depois do pecado o corpo do homem e da mulher sofreu mudanças e os filhos que tiveram depois do pecado nasceram com essas mudanças.
    A biblia não fala que a união entre anjos e mulheres gerou “Nefhilins”, e sim que naquele tempo do ocorrido e depois do diluvio tambem existiram os tais.
    Vamos pensar, se ja foi comprovado a existência de animais mamiferos e repiteis gigantes, oque impediria de humanos assim, e pq todos hojes são extintos?
    Afirmar que anjos seres espirituais teriam a capacidade de terem o poder sem o concentimento de Deus de fecundarem mulheres com D.N.A angelical,
    e Deus puniria todos os seres humanos por causa disso, mas não foram supostamente so as mulheres e anjos , e sendo que Sodoma foi destruida por seus pecados mas o resto do mundo saiu intacto do fogo. Deus seria tão injusto assim, onde estaria sua oniciencia, e seu dominio sobre tudo que criou.
    mesmo com livre arbitrio o homen so faz aquilo no limite que Deus permite e com os anjos seria diferente?
    Seria no minimo dar poderes a quem não tem ou ADORAR A ANJOS
    ( apoc 22;8-10 )

  8. Mas, os “anjos” que supostamente tiveram relações sexuais com as filhas dos homens não são chamados na Bíblia como “filhos de Deus”? Quem disse que esses “filhos de Deus” são anjos caídos? Os anjos caídos são insistentemente chamados na Bíblia de demônios e não de “filhos de Deus”.

    • A Bíblia é sua melhor intérprete, irmão. Satanás, por exemplo, estava entre os “filhos de Deus” mencionados no Livro de Jó. E as citações das epístolas de Pedro e Judas esclarecem que eram anjos que desobedeceram a Deus, abandonaram sua habitação e foram encerrados no abismo. Lembra-se da ocasião em que demônios expulsos por Jesus pediram-Lhe que não os enviasse ao abismo? Já leu sobre a chave do abismo entregue a Satanás, no livro do Apocalipse?

      • em Jo 1:6 irmao, diz que satanas estava entre os filhos de Deus, nao que ele era um deles.
        Disertacao de texto irmao, por favor, vamos ter atencao a gramatica.

  9. Caro irmão Hermano, redator desta página:

    Ler a Bíblia, muitos a leem.
    E, é, exatamente pela leitura da Bíblia, e com base em seus escritos que se criaram inúmeras teorias.
    Para citar apenas algumas:
    1. Imortalidade da alma.
    2. Inferno de sofrimento eterno.
    3. Trindade.

    Essa da amalgamação de seres de natureza diversa, com a possibilidade de procriação, e apenas mais uma.

  10. 6:1 Así, pues, nosotros, como colaboradores suyos, os exhortamos también a que no recibáis en vano la gracia de Dios. 6:2 Porque dice: En tiempo aceptable te he oído, Y en día de salvación te he socorrido. He aquí ahora el tiempo aceptable; he aquí ahora el día de salvación. 6:3 No damos a nadie ninguna ocasión de tropiezo, para que nuestro ministerio no sea vituperado; 6:4 antes bien, nos recomendamos en todo como ministros de Dios, en mucha paciencia, en tribulaciones, en necesidades, en angustias; 6:5 en azotes, en cárceles, en tumultos, en trabajos, en desvelos, en ayunos; 6:6 en pureza, en ciencia, en longanimidad, en bondad, en el Espíritu Santo, en amor sincero, 6:7 en palabra de verdad, en poder de Dios, con armas de justicia a diestra y a siniestra; 6:8 por honra y por deshonra, por mala fama y por buena fama; como engañadores, pero veraces; 6:9 como desconocidos, pero bien conocidos; como moribundos, mas he aquí vivimos; como castigados, mas no muertos; 6:10 como entristecidos, mas siempre gozosos; como pobres, mas enriqueciendo a muchos; como no teniendo nada, mas poseyéndolo todo. 6:11 Nuestra boca se ha abierto a vosotros, oh corintios; nuestro corazón se ha ensanchado. 6:12 No estáis estrechos en nosotros, pero sí sois estrechos en vuestro propio corazón. 6:13 Pues, para corresponder del mismo modo (como a hijos hablo), ensanchaos también vosotros.

  11. Acredito que o caso destes anjos é o de materializações.Observamos que realmente os anjos não foram feitos para se unir sexualmente entre si e muito menos com humanas, mas igualmente não creio que anjos foram criados para comer carne assada, tomar leite, manteiga, lavarem-se os seus pés brigar corpo a corpo com humanos e serem hospedados por humanos. Gênesis 18 também 32:24-30 Hebreus 13:2

    No entanto o relato diz que tudo isso ocorreu. Ademais, quando anjos materializavam a semelhança humana, eles não se tornavam humanos, por isso que a união desnatural gerou uma raça hibrida. Se fossem humanos, como Jesus que se tornou humano, então sim poderiam gerar filhos naturais, tal como Jesus poderia e tinha direito.

    Já estes anjos, segundo as Escrituras, abandonaram as suas origens (ἀρχὴν) e a sua habitação (οἰκητήριον) e ainda se compara eles ao homens de Sodoma, em que? Observe: “Assim como Sodoma, e Gomorra, e as cidades circunvizinhas, que, havendo-se corrompido como aqueles e ido após outra carne.”

    Ora amigos, leia o texto que antecede e perceberá que quando Judas fala “como aqueles”, ele esta falando dos anjos, mencionados ligeiramente antes no contexto. Observe que o pecado é “ἐκπορνεύσασαι” ou fornicação, pornografia com a carne diferente (ἑτέρας=heteras) com a qual não lhes era natural. Se isso não basta para ver a realidade, então não tem mesmo como iluminar a mente destes incrédulos.

  12. Interessante, apenas isso, as ideias do autor do artigo. Em relação à suposta possibilidade de anjos relacionarem-se sexualmente com humanas, o Novo Testamento impõe um impedimento categórico: “Porquanto, quando ressuscitarem dos mortos, nem casarão, nem se darão em casamento, mas serão como os anjos que estão nos céus.” Marcos 12:25

    Apesar de ser uma palavra masculina, o termo anjo, não se visualiza nas escrituras nenhuma atribuição de sexualidade às entidades chamadas anjos. A Bíblia os identifica como seres espirituais, com corpo espiritual. Um corpo espiritual pressupõe um espermatozóide espiritual. Seria possível um anjo, com um espermatozóide espiritual se acasalar com uma mulher carnal? Sendo criaturas de natureza, substância e essência tão diversa, seria possível um intercurso sexual entre ambas naturezas? Acho que tem alguém delirando.

    • Resposta do Editor: “Não casarão nem se darão em casamento. Serão como os anjos que estão nos céus.” Anjos leais a Deus e que estão nos céus não se casam nem se dão em casamento. Mas estamos falando de anjos caídos, desleais a Deus, que abandonaram sua habitação e que foram expulsos dos céus! É destes que as epístolas de Pedro e Judas falam. Em Sodoma, se Ló e os anjos que foram resgatá-lo houvessem permitido, os habitantes do lugar teriam feito sexo com os visitantes extraterrestres.

      • Quando foram expulsos do céu, os anjos caídos se tornaram carnais? Os anjos não caídos no incidente de Sodoma eram vistos pelos habitantes da cidade como pessoas normais e não como seres sobrenaturais. Os anjos caídos continuam sendo criaturas espirituais e incapazes de terem relações sexuais com humanos. Sexualidade não faz parte da natureza dos anjos, caídos ou não. Se fosse possível um anjo caído acasalar-se com uma humana, por que somente no passado? Se existe anjo masculino, porque não haveria um anjo feminino? Deus criou anjos apenas machos? Continuam delirando…

        • O irmão já deve ter lido sobre religiões pagãs e cultos que envolviam relações sexuais. Baal, por exemplo, era chamado de “meu marido”. Talvez já tenha lido sobre práticas sexuais em cultos de origem afro. Pode também ter percebido que a humanidade está sendo empurrada para a prática desenfreada do sexo. Logo se repetirão as cenas dos dias de Noé, quando todos “casavam-se e davam-se em casamento” numa orgia sem fim, até que veio o dilúvio e destruiu a todos.

          Pesquise, como sempre fez, e verá que a palavra “oiketerion”, traduzida em Judas 6 como a “habitação” que os anjos caídos abandonaram é usada somente mais uma vez no Novo Testamento, II Cor. 5:1-2. Paulo está falando do nosso corpo terrestre e então refere-se à nossa futura “habitação” (oiketerion), o corpo que teremos na eternidade, corpo espiritual. Os anjos caídos abandonaram seu corpo espiritual e se envolveram com mulheres terrestres. É a Bíblia quem diz isso. Veja Judas 7 em várias versões para facilitar a compreensão.

          Adão e Eva também perderam seu corpo espiritual ao se rebelarem contra Deus, comendo o fruto proibido. Dali em diante, iriam sofrer dores de parto, cansaço pelo trabalho, estariam sujeitos à morte… Além disso, Deus previu que haveria duas “sementes” a partir de então, a descendência do Maligno e a descendência dos criados por Deus. E Ele prometeu que poria inimizade entre as duas…

          Se não formos capazes de entender que houve interferência “alienígena” dos anjos caídos na história humana, entre a criação e o dilúvio, conforme criam os judeus e cristãos primitivos até o terceiro e quartoséculos, teremos dificuldades para rebater um sem número de informações arqueológicas frequentemente divulgadas pela mídia secular.

          Exemplo:

          http://www.youtube.com/watch?v=SlDE33p5OYQ

          Veja mais em:

          http://www.youtube.com/results?search_query=ancient+aliens+legendado

          http://www.youtube.com/results?search_query=alien%C3%ADgenas+do+passado

          • A questão do pecado não é uma questão física/biológica; é uma questão de escolha consciente e racional.
            A possibilidade dessa “amalgamação” é tão possível como a amalgamação de humanos e símios.

          • Foi o que a serpente disse a Eva: “É certo que não morrereis! A questão do pecado não é físico-biológica…” Leia a Bíblia,irmão. É ela quem fala desses anjos caídos, que se relacionaram com mulheres e por isso foram aprisionados no abismo.

      • A Bíblia é bem clara em dizer no livro de Jó 1:6: “E vindo um dia em que os filhos de Deus vieram apresentar-se ao Senhor, também Satanás veio veio entre eles…” Sabemos que a palavra Satanás significa “adversário”. Inimigo de Deus. Entâo Satanás nâo pode enganar a Deus pois Deus é onisciente.

        A Bíblia diz que todos os que aceitaram Jesus como seu salvador, Deus lhes deu o poder de serem feitos filhos de Deus. Eu estou falando de uma linhagem separada do pecado. Que seria ou se tornaria a nação santa, povo eleito.

        Deus nâo queria que o seu povo misturasse a sua linhagem com a linhagem das outras nações. Por isso, Deus mandou Josué exterminar todas as pessoas que habitavam na terra prometida.

        Em Esdras 1:2-4, Secanias com todo o povo reconhece que pecaram contra Deus quando casaram com mulheres daquelas terras, misturando assim a sua semente pura com a semente impura das mulheres daquelas terras.

        Entâo, quando Gênesis 6 fala sobre os filhos de Deus que tomaram para si mulheres de todas as que escolhera, eu entendo que esses filhos de Deus são descendentes de Sete, a linhagem pura, misturando a sua semente com a mulheres corrompidas pela linhagem de Caim. É verdade que essas mulheres descendentes de Caim na verdade eram filhas de uma das irmãs de Caim que havia se tornado sua esposa, e que sofrera influencia de Caim, um homem que matou seu irmão e não pediu perdão a deus pelo seu ato e fugiu da presença de Deus e viveu uma vida de pecado.

        Entâo, dessa uniâo das duas linhagem resultou nessa corrupçâo da linhagem de Sete, que deveria ser um povo santo, uma linhagem pura. Dizer que anjos caídos tiveram relação sexual com mulheres é no mínimo estranho, pois nós que aceitamos Jesus como nosso Senhor é que somos chamados de filhos de Deus.

        • Irmão, o senhor está misturando vários conceitos. Primeiro: Satanás estava entre os filhos de Deus, no relato do livro de Jó, porque era um desses filhos de Deus. E ele representava a Terra nesse concílio celestial. Esse texto de Jó e outros são citados para que o irmão perceba que a expressão “filhos de Deus” no Antigo Testamento refere-se a anjos.

          Segundo, não existe e nunca houve uma linhagem ou raça de santos que se rivaliza com uma linhagem de ímpios ou pecadores. Todos somos pecadores e Deus jamais mandaria matar pecadores para que santos não fossem desencaminhados.

          Nesse tempo, ainda não havia também um grupo, povo ou nação eleita por Deus. Israel só foi escolhido para ser Seu povo, quando todas as nações da Terra foram distribuídas entre os anjos caídos e Deus escolheu os descendentes de Abraão, através de Isaque e Jacó, para representá-Lo.

          Se fosse para a expressão “filhos de Deus” em Gênesis 6 significar “filhos de Ste” e “Filhas de Adão ou dos homens” serem “filhas de Caim”, Deus teria inspirado Moisés a escrever isso diretamente: “Os om as filhos de Sete se engraçaram comas filhas de Caim” e pronto!

          Por que apenas as filhas de Caim seriam corruptas? Ou Caim só teve filhas? E Sete, só teve filhos homens? Homens santos que se relacionam com mulheres pecadoras geram gigantes?

          A verdade é que o Dilúvio veio para destruir os gigantes canibais nefilins e Israel recebeu também ordem para eliminar os descendentes destes que surgiram depois do Dilúvio, provavelmente após nova ação de anjos caídos contra fêmeas humanas.

          O risco era tanto que Deus ordenou que os homens de Israel pudessem ser identificados pela circuncisão de seu órgão genital.

          • Jo 1:6 Um dia em que os filhos de Deus se apresentaram diante do Senhor, veio também Satanás entre eles.
            Caro irmao, o texto acima nao diz que satanas era filho de Deus, mas que estava entre eles(os filhos de Deus), a propria citacao Satanas, exclui essa ipotese dele ser chamado filho de Deus e sim adversario.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *