Pesquisadores do Canal History encontram mais evidências dos nefilins, os gigantes da Bíblia

EPISÓDIO 1

Os irmãos Jim e Bill Vieira estão em uma missão para investigar uma teoria incrível: a de que os mitos e lendas sobre gigantes são verdadeiros. Acompanhe os irmãos Vieira em sua busca para encontrar evidências que possam comprovar sua teoria. Jim pesquisou mais de 1.000 esqueletos de dois metros de altura ou mais enterrados nos séculos 19 e 20. Eles vão investigar câmaras secretas, explorar túneis subterrâneos e mergulhar nos guardados de museus atrás de um osso ou de um simples fio de cabelo, que possa responder à questão: Será que gigantes já andaram pela Terra?…

Há uns anos, nos bosques do Massachusetts, a dupla de pedreiros Bill e Jim Vieira deparou-se com algo que mudaria para sempre as suas vidas e que poderia alterar o próprio curso da História da Humanidade.

Os irmãos Vieira encontraram um conjunto de complexas estruturas e túneis em pedra que poderão apontar para uma civilização perdida – uma civilização nunca antes referida nos livros de História. Ao investigarem, descobriram algo ainda mais desconcertante: essa cidade perdida na América do Norte fora habitada por uma espécie de humanoides gigantes.

“Em Busca dos Gigantes Perdidos” acompanha os irmãos Vieira pelas câmaras secretas, túneis subterrâneos e misteriosos cemitérios, em busca de um osso, de um cabelo daquele fragmento de ADN que lhes permita iluminar este capítulo secreto da História da América.

EPISÓDIO 2

UMA FOTO, UM DENTE, A VERDADE?

Os irmãos Vieira viajam às cavernas das montanhas Ozark, em Arkansas e fazem ali descobertas que possivelmente mudem o jogo.

Instituto dos EUA divulga documentos sigilosos sobre esqueletos humanos gigantes

Uma decisão da Corte Suprema dos EUA pediu que o Instituto Smithsoniano tornasse públicos documentos do final do século XIX e início do XX relacionados à descoberta de esqueletos de humanos gigantes. Acredita-se que o Instituto tenha, inicialmente, ocultado e, depois, destruído os fósseis remanescentes desses seres, com a suposta finalidade de preservar a ideia convencional da evolução humana.

Os arquivos abertos mencionam a existência de antigos corpos humanos com mais de dois metros e meio de altura. Um dos textos, escrito em 1894 por pesquisadores da Oficina de Etnologia do Instituto Smithsoniano, descreve: “Debaixo de uma camada de conchas (…) descansando sobre a superfície natural da Terra, havia um grande esqueleto em posição horizontal em toda sua extensão (…). O comprimento da base do crânio aos ossos dos dedos dos pés era de dois metros e meio. É provável, portanto, que esse indivíduo, quando vivo, chegasse a quase 2,70 metros de altura”.

A respeito disso, as autoridades do Instituto negaram qualquer tipo de envolvimento com esses esqueletos, o que acabou gerando várias teorias conspiratórias, muitas das quais apontam para uma ocultação inescrupulosa da existência de seres humanos gigantes no passado de nossa civilização.

Fonte: http://www.seuhistory.com/noticias/instituto-dos-eua-divulga-documentos-sigilosos-sobre-esqueletos-humanos-gigantes

EPISÓDIO 3

O Gigante de Cardiff

O Gigante de Cardiff foi a criação de um fazendeiro chamado George Hull. Um ateu convicto e provável leitor de “A Origem das Espécies” (1859), de Darwin, que se dedicou a criar o gigante depois de uma discussão com um reverendo metodista sobre a passagem de Gênesis 6:4, que indica que um dia, gigantes habitaram a Terra.

Contrariado, ele contratou alguns homens para esculpir um bloco de 3 metros de gesso, dizendo-lhes que seria um monumento a Abraham Lincoln. Ele contratou um pedreiro alemão, Edwin Burkhardt, para terminar a escultura e o obrigou a manter segredo.

Foi derramado ácido no gesso para lhe dar um aspecto envelhecido. Depois de pronta, a escultura foi enviada para Chicago, até a fazenda de William Newell, seu primo. Um ano depois, “Stub” Newell contratou dois homens para cavar um poço e eles encontraram o gigante enterrado. Esse seria um engano que se constituiu um pilar da cultura popular norte-americana desde então.

EPISÓDIO 4

Os gigantes realmente existiram? Responder essa pergunta em torno das lendas que cercam os seres com estatura muito acima do normal é a missão dos irmãos Jim e Bill Vieira, os apresentadores de ‘Em Busca de Gigantes’, no History.

Na minissérie de seis episódios, os apresentadores investigam se os mitos e lendas sobre esse tema são baseados em fatos reais. Jim, por exemplo, coletou mais de mil relatos dando conta que esqueletos acima de 2,10 metros foram enterrados, nos séculos XIX e XX, em diferentes lugares das Américas.

EPISÓDIO 5

Para cumprirem a missão de provar a existência dos gigantes, os irmãos Vieira encaram uma jornada em que o objetivo é encontrar evidências de ossadas desaparecidas. Na atração, os dois exploram túneis subterrâneos e mergulham em tumbas de museus para tentarem encontrar pistas, como ossos, fios de cabelo ou um mero traço de DNA.

EPISÓDIO 6

VEJA TAMBÉM O QUE DIZ L. A. MARZULLI SOBRE OS GIGANTES:

7 ideias sobre “Pesquisadores do Canal History encontram mais evidências dos nefilins, os gigantes da Bíblia

  1. Esqueleto de “gigante ” medindo entre 2,5 e 2,7m aproximadamente , amigos , saibam que isto existe hoje em dia e não são gigantes, o homem mais alto do mundo atualmente é Sultan Kosen, que tem 2,51 metros de altura, por favor ,isto não prova que a evolução é falsa e nem que o deus judaico existe , 2,50m para um ser humano não é ser gigante mas sim grande e possivel de existir.

  2. Ainda que houvesse a possibilidade de, seres criados na mesma dimensão e ato criativo, os animais, um racional e outro irracional, que de acordo com a teoria da evolução tiveram um ancestral comum, pudessem se reproduzir, ou seja mesmo que houvesse a possibilidade de homens e macacas ou macacos e mulheres gerar um outro ser, ainda assim é impossível acreditar que houvesse a possibilidade de reprodução de seres espirituais com humanos.
    O Criador, não por acaso, cercou os seres que chamou de à sua imagem e semelhança, de milhares se seres que não se reproduzem entre famílias diversas, mesmo aqueles que tenham as maiores semelhanças, como por exemplo símios e humanos.

  3. Olá queridos. sei da importância do tema e da problemática em aceitar e falar sobre o assunto para outras pessoas. Mas verifiquem a fonte. Esse canal não é o mais apropriado para apoiar um conhecimento cristão sobre o fato, a simples mistura entre aliens e evolução/universo sem Deus já tornam irrelevantes as séries.

    O que se pode fazer é usar esses videos como uma forma de conhecimento de cultura e teorias, mas nunca como base para o que cremos ou deixamos de crer.
    Jamais digam: “acredito em assunto X pq vi no History.”
    Isso é dar crédito ao mundo acima do que Deus diz.

    Na biblia sabemos da existência de milhares de seres expulsos do céu e que vivem aqui, como eles agem por trás dos panos, como eles guiaram centenas de reinos, nações (e até influenciaram o povo de Deus) na apostasia.

    Já temos um veiculo seguro de informação. vamos usar a biblia como base de conhecimento.

  4. Buscar conhecimento não ocupa espaço na mente, já que os estudiosos dizem que usamos só 10% de nosso cérebro. Se limitar ao que nos ensinam, sem investigar com liberdade de espirito as profundas verdades da Palavra, é colocar cabresto em nosso pescoço e freio em nossa boca. Feliz aquele que adquire conhecimento, pois não será pego, nem desprevenido. Não será enganado pelo inimigo, nos últimos dias. Estudar e compreender os neflins do passado será a chave para não ser enganado pelas ciladas que o inimigo vai opor á humanidade, com respeito a falsa vinda de Cristo. Muitos pseudo cristãos, inclusive da IASD adorarão Satanás, pensando ser o Cristo verdadeiro. Ao estarem adorando um falso deus da trindade, entronizarão o inimigo. E perseguirão os que adoram o Pai e o Filho, unicamente. Conhecimento liberta e a obediência cega aos líderes, escraviza, subjuga e oprime a alma. Parabéns aos editores do site. Prossigam investigando e noticiando.

  5. Segundo os documentários do canal History os ETs também existem. Esse canal é especialista nessas coisas, eles gostam de documentários sensacionalistas, então se você dá tanto crédito às matérias da History, terá que desacreditar em Deus, porque eles passam direto o documentário ERAM OS DEUSES ASTRONAUTAS? afirmando que foram os Ets que nos criaram. Quanta bobagem!

    • Acreditamos, sim, que os anjos caídos, que são extraterrestresde fato, apresentaram-se à humanidade como deuses astronautas, violentaram mulheres terráqueas, manipularam a genética, produzindo animais e plantas alterados, tiveram filhos nefilins, gigantes dominadores e, por isso especialmente, Deus mandou o Dilúvio. Está na Bíblia e nos livros deixados fora dela, além de outras docmentações. Pesquise mais, irmão.

      • Não vou pesquisar porque isso não tem a mínima importância, eles já estão extintos, se existiram ou não, isso não fará diferença na minha vida, essa polêmica é igual aquela se o homem foi à lua ou não, se foi ou se não foi, isso não afeta em nada minha vida, mas tem gente que briga e se desentende por essa discussão que no final não trará nenhuma vantagem à ninguém. Ta bom e se for verdade oooooohhhhhhhhh e daí? e se não for ahhhhhhhhhhhhhh que coisa!!! kkkkkkk para mim é como diz o ditado, não fede e nem cheira! tanto faz como tanto fez. Eu acho que temos coisas mais importantes para dispendermos esforço do que tentar convencer as pessoas e a si mesmo de que existiram os temíveis gigantes!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *