Evidências de Infiltração Jesuíta na IASD Brasileira — ECUMENISMO EXPLÍCITO!

A interpretação profética adventista alerta seus adeptos quanto aos riscos do ecumenismo espúrio, aquele que pede o fim das separações entre os homens, propondo que tenhamos um único pastor e formemos um único rebanho, aproximando-nos de Roma e seu líder máximo.

Apesar disso, para espanto de todos nós, neste vídeo o teólogo e arqueólogo adventista Dr. Rodrigo Silva assume esse conhecido discurso católico romano e sugere igualmente o fim das divisões entre os homens não com a volta de Cristo, mas com a construção do reino de Deus neste mundo. ECUMEMENISMO MAIS DO QUE EXPLÍCITO!

Observe que ele obviamente não está se referindo a Jesus Cristo, mas a um falso Messias, que uniria novamente nações como Israel e o Líbano, alguém com poder secular e religioso, de Estado e Religião para pôr fim à separação por “raça, etnia e credo”. Um “propagador da paz”, capaz de “construir o reino de Deus neste mundo”…

Quem é, segundo nosso entendimento profético, esse Pastor Construtor de Pontes, Sumo Pontífice… Jesus ou o Papa?!

4 ideias sobre “Evidências de Infiltração Jesuíta na IASD Brasileira — ECUMENISMO EXPLÍCITO!

  1. Meu caro!
    O tema que você colocou, não está de acordo com o vídeo. Eu sei que a IASD hoje está na mesma condição das outras igrejas evangélicas,porém, você não deve ser precipitado ao tentar vincular uma fato errado de forma errada, pois o errado como você pode perceber nesse momento, é você mesmo.

  2. Meu caro… você “forçou a barra”, “viajou na maionese” e ainda por cima mentiu! Em momento algum o Pr. Rodrigo Silva sugeriu o ecumenismo. Ele apenas usou, a título de comparação, as separações étnicas, culturais e até mesmo raciais que existem neste mundo de pecado. No minuto 0:53, ele começa a dizer que gostaria logo que um dia fôssemos um só povo. E não é isso que vai acontecer quando Jesus voltar? Não faça isso!!! Você está usando de um veículo de comunicação para difamar e ainda por cima mentir. Deus vai cobrar um dia!!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *