Leandro Quadros discorda do livre acesso do crente às Escrituras e quer impor regras para a interpretação da Bíblia

Leandro Quadros, o Dono da Verdade na Rede Novo Tempo, não se cansa de defender a comemoração do Natal pagão, cristianizado pelo papado. E acusa os irmãos que discordam dele de não entenderem a Bíblia, contrariando uma das conquistas da Reforma Protestante, que é o livre acesso do crente às Escrituras, para leitura e interpretação pessoal. Para ele, a Bíblia deveria continuar acorrentada nas bibliotecas dos seminários e ser interpretada apenas pelos mestres e doutores em Teologia.

4 ideias sobre “Leandro Quadros discorda do livre acesso do crente às Escrituras e quer impor regras para a interpretação da Bíblia

  1. “Para ele [Leandro Quadros], a Bíblia deveria continuar acorrentada nas bibliotecas dos seminários e ser interpretada pelos mestres e doutores em Teologia”

    Em nenhum momento do vídeo se pode extrair esta intenção escrita por vocês. Ao contrário, LQ diz em 4:17 para se estudar a Bíblia, adotando uma metodologia de estudo.

    ANALFABETOS!
    MENTIROSOS!

    Marcelo Almeida

  2. Não estou aqui pra defender ninguém, mas o título dessa postagem é muito contraditório. Eu assisti ao vídeo e não vi o pastor discordando do livre acesso do crente às escrituras, mas sim dando instruções válidas de como interpretar corretamente às escrituras. Outro ponto que o título dessa postagem exagera, é dizer que ele “quer impor regras”. Não precisa ser um perito pra ver que no vídeo ele não faz isso. Pelo contrário, você pode interpretar bíblia, mas com requisitos que favorecem o melhor entendimento. Agora porque a Reforma nos deu livre acesso às Escrituras, eu não vou sair por aí dizendo que é proibido tomar banho no mar, porque em Apocalipse 13 fala que uma besta vai emergir do mar, ou que Cristo (o Cordeiro) tem sete chifres e sete olhos de forma literal, só porque está escrito em Apoc 5:6. Acredito que já é hora de uma boa interpretação das palavras de quem posta um vídeo com uma outra intenção, diferente do que essa postagem pretende. Obrigado!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *