DSA

Clipping: Igreja Oportunista do Sétimo Dia!

Veja o que diz o pastor adventista Michelson Borges, autor do livro “O Poder da Esperança”, entregue por membros da Igreja Adventista do Sétimo Dia ao candidato do PSL à Presidência, Jair Bolsonaro, antes do atentado sofrido pelo presidenciável m Juiz de Fora:

“Apoiar candidatos de esquerda é ajudar a promover antivalores que vão totalmente de encontro aos valores judaico-cristãos. Apoiar candidatos de direita é ajudar a montar um possível cenário profético favorável a uma maior aproximação entre Estado e igreja e a aprovação de leis que terão como justificativa a proteção da família e dos valores cristãos, mas que levarão em conta a vontade da maioria cristã e/ou a vontade do segmento mais forte entre os cristãos. E nós que estudamos as profecias sabemos no que isso vai dar…”

Fonte: https://michelsonborges.wordpress.com/2018/09/19/a-sindrome-conservadora-que-afeta-pessoas-e-paises-e-as-implicacoes-profeticas-disso/

Enquanto isso, a Igreja Adventista segue apoiando, de fato, Geraldo Alckmin:

“…Segundo a reportagem publicada neste domingo, os decretos assinados por Alckmin resultaram na desapropriação de imóveis de propriedade de Othon Cesar Ribeiro e Juliana Fachada Cesar Ribeiro. Othon é filho de Adhemar Ribeiro, irmão da esposa do tucano, Dona Lu. Depois de deixar o Campo Limpo, Alckmin visitou um evento organizado pela Agência Adventista de Desenvolvimento e Recursos Assistenciais (ADRA).”

Fonte: https://politica.estadao.com.br/noticias/geral,em-sp-alckmin-faz-apelo-por-voto-util-no-primeiro-turno,70002504771

“Alckmin fez campanha em São Paulo. Ele caminhou no Campo Limpo, bairro da zona sul da capital paulista e depois visitou um mutirão de cidadania promovido por uma igreja, no Capão Redondo.”

Fonte: https://g1.globo.com/sp/sao-paulo/eleicoes/2018/noticia/2018/09/16/alckmin-diz-que-economia-nao-sera-recuperada-na-bala-mas-com-grande-ajuste-fiscal.ghtml

Serviço
Mutirão da Cidadania

Onde: UNASP – Estrada de Itapecerica, 5859, São Paulo SP
Quando: 16/09/2018
Horário: das 9h às 16h
*Evento gratuito

Fonte: https://www.prefeitura.sp.gov.br/cidade/secretarias/desenvolvimento/noticias/?p=263759

Juntamente com a querida Dra. Damaris Moura e o Pr. Ivo Suedekum, diretor da ADRA Brasil no Estado de SP, visitando o Mutirão da Cidadania, uma importante ação social promovido pela Unasp. Facebook o candidato a deputado federal Ailton Lima. Fonte: https://www.facebook.com/AiltonLimaOFICIAL/photos/pcb.2032121020172917/2032120800172939/?type=3&theater

Veja também: Alianças Político-Religiosas da IASD Incomodam Membros

17 de outubro de 2017
Adventistas ganham dia oficial no Estado de SP

Governador sancionou lei que estabelece 22 de outubro como o Dia do Adventista. Homenagem é vista como reconhecimento ao trabalho da denominação

Por Lucas Rocha

Dia do Adventista em SP
Trecho do Diário Oficial do Estado com a publicação da lei que estabelece o Dia do Adventista (Foto: Reprodução)

O governador do Estado de São Paulo, Geraldo Alckmin, sancionou nesta segunda, 16 de outubro, a lei que estabelece o dia 22 de outubro como o Dia do Adventista. A decisão é um reconhecimento ao trabalho da denominação em todo o território paulista, que tem atuado em frentes como educação, saúde, liberdade religiosa e projetos sociais. A data escolhida é emblemática para os adventistas, já que em 22 de outubro de 1844 os pioneiros da denominação tiveram uma grande decepção. O fato é considerado um marco de capital importância para o nascimento da Igreja Adventista.

Atualmente, a denominação soma 262 mil fiéis no território paulista, de acordo com dados do sistema de cadastro de membro (ACMS). Pode parecer pouco quando contrastado com os 45 milhões de brasileiros que vivem no Estado de São Paulo. No entanto, o trabalho realizado atinge parte da população paulista, pois as ações ultrapassam os limites dos templos.

Projetos sociais

Entre os projetos que mais obtiveram destaque na mídia está a parceira entre os adventistas e a prefeitura da cidade de São Paulo no Programa Emergencial de Inverno (PEI), que amenizou o problema do déficit de abrigos para pessoas em situação de rua. Estima-se que esse grupo some 25 mil pessoas, enquanto que a prefeitura disponibiliza espaço para pouco mais de 11 mil. Além dos voluntários que atuaram durante os 40 dias de operação do PEI, a Igreja Adventista proveu atendimento médico para quem procurava o local.

Além disso, a ela mantém mais de 24 projetos por meio da Agência Adventista de Desenvolvimento e Recursos Assistenciais (ADRA) somente no território paulista. A ADRA também atua em situações de emergência, como nos casos das fortes chuvas que afetaram principalmente os municípios de Itaquaquecetuba e Franco da Rocha no início de 2016.

Liberdade Religiosa

Outra área de atuação dos adventistas que traz benefícios para outros grupos da sociedade é a que diz respeito à liberdade religiosa. A comissão da Ordem dos Advogados do Brasil em São Paulo (OAB-SP) sobre o tema é dirigida por uma adventista. Na semana passada, inclusive, membros da denominação montaram um centro de apoio para os romeiros que caminharam dezenas de quilômetros ao longo da rodovia Presidente Dutra para chegar à Aparecida do Norte por ocasião da festa da padroeira do Brasil.

Projeto de Lei

A lei sancionada nesta segunda pelo governador de São Paulo tramitava na Assembleia Legislativa do Estado desde fevereiro de 2016. A redação, publicada somente na edição desta terça do Diário Oficial do Estado, estabelece a inclusão do dia 22 de outubro como o Dia do Adventista no calendário de eventos do Estado de São Paulo.

Fonte: https://noticias.adventistas.org/pt/noticia/institucional/dia-do-adventista-sp/

Por que as Igrejas Evangélicas e Adventistas superaram a Igreja Católica e o fenômeno eleitoral Alckmin-Aécio (por Runildo Pinto)

Publicado em: outubro 31, 2014

O triunfo do modernismo, foi desgastando a efetiva influência da Igreja católica, porque o modernismo se caracteriza fundamentalmente pelo princípio da ciência. Hoje, há uma crise de valores, a contemporaneidade fragmentou tanto as relações humanas, fazendo com que o homem se torne uma mercadoria na prateleira, fazendo da sociedade em seu coletivo tomar a forma da esquizofrenia, por conseguinte no seu individualismo, é narcisista.

As igrejas evangélicas e adventistas souberam se colocar no lugar da igreja católica com duas premissas, a primeira, já que há uma mudança de época, onde os valores do modernismo estão peremptos, e novos valores ainda não se manifestaram, estão embrionários, às pessoas fracionadas sem referências importantes, no seu fundamento perdidas, sequeladas psicologicamente em uma vida sem sentido, e exacerbadamente carentes, assim, as igrejas evangélicas e adventistas reeditaram, recuperam uma moral conservadora, reacionária, do passado, no seio da sociedade burguesa. A segunda, estimulam o consumo como fator que o dignifica, o consumismo, a ideia de “subir na vida”, que na realidade é uma pseudodignidade. Com uma invocação, ao introjetada nas pessoas faz: “se ele acreditar em deus, ele vai te dar tudo aqui e não no reino dos céus”. Podemos dizer: os adventistas e evangélicos frequentam uma RELIGIÃO DE RESULTADOS. Recalcam uma moral arcaica com apelo ardente pelo consumo, por melhorar de vida e até o enriquecimento. Portanto, dá um conformismo moral, aos fracos, somados a uma ilusão no consumo.

Podemos, também, observar que a reeleição de geraldo alckmin a governador de São Paulo, no primeiro turno e a expressiva votação de aécio neves candidato a presidência pelo psdb, teve uma influência muito grande destas duas religiões de resultados. Alckmin fez o pior governo da história de São Paulo e para coroar a incompetência, deixou São Paulo sucumbir na falta de água. O anticomunismo se manifestou em junho de 2013 e agora nas eleições 2014, de forma explicita e exacerbada. Ano passado, também aconteceram à Marcha com Deus dos fascistas, nesse caso, da Igreja católica partidários da ditadura militar, acompanhados por adventistas e evangélicos, e mais, teve a sugestão de fundar novamente a ARENA, um partido de extrema direita, com o intuito de aglutinar toda a direita em uma partido realmente autêntico; proposta encabeçada por uma jovem e reiterada pela velha guarda do exército brasileiro.

Nesse período, a homofobia ganhou grandes estatísticas, espaço e personalidades como Marco Feliciano, o racismo vê-se ampliando seus tentáculos e o preconceito com nordestinos ficou claro pelo porta-voz da burguesia na mídia, o ideólogo metido a intelectual, o intelectualoide, diogo mainardi. Na mesma São Paulo, há um movimento pelo impeachment da presidenta dilma e ameaça de golpe militar, reivindicado. Vivemos momentos de radicalização do setor da burguesia mais truculenta e burra. Portanto, a influência destas agremiações religiosas e da mídia corporativa, tem fomentado e influenciado todas estas manifestações reacionárias.

Enquanto isto acontece, a presidenta reeleita, vem agradecer os votos e dar um recado bem claro para a burguesia, “vou fazer um governo que una os brasileiros”, isto é: um governo de conciliação de classes. Mesmo com todas as manifestações de repúdio da burguesia, vai continuar governando com o parlamento irresponsável, conservador, corrupto, podre e de maioria ruralista latifundiária, com 273 deputados. Isto é, virando as costas para a classe trabalhadora, em clara submissão.

Se por conta dos médicos cubanos, do porto construído em Cuba, financiado pelo BNDS e pelo bolsa família que foi criado pelo gov. FHC, agora considerado bolsa preguiça, fez com que ascendesse o pavio do anticomunismo, da homofobia e do racismo com veemência. Imaginem se o PT fizesse o que Chávez fez na Venezuela. Chávez disse para os trabalhadores: – se organizem, se façam por organizar, pois se eu for governar com este parlamento que ai está, vai ser como eu virar as costas para vocês”. A dilma e o PT vão virar as costas para a classe trabalhadora, mais uma vez. Vão continuar fazendo das demandas dos trabalhadores, mercadoria.

Prestem atenção, o fenômeno eleitoral do PSDB em São Paulo é muito semelhante a adesão doentia por hitler na Alemanha. Representa uma sociedade doentia que acha natural o preconceito e todo o tipo de discriminação, uma manifestação do Homo Sacer, a vida nua, uma mera existência biológica, portanto, que se pode matar a vida, a do outro, que não vale nada, não significa nada, conforme avalia Giorgio Agamben. Prestem atenção, avaliem profundamente esse processo eleitoral. O RS, não escapa deste fenômeno.

Runildo Pinto é um militante social com estudos em sociologia, filosofia e psicanálise. Trabalha na área de Tecnologia da Informação e Comunicação.

Fonte: https://www.sul21.com.br/opiniaopublica/2014/10/porque-as-igrejas-evangelicas-e-adventistas-superaram-a-igreja-catolica-e-o-fenomeno-eleitoral-alckmin-aecio-por-runildo-pinto/

A “LISTA” IGREJAS EVANGÉLICAS PACTUADAS COM O ECUMENISMO
Publicado em agosto 2, 2017 por pastordanielbatista

A Secretaria da Justiça e da Defesa da Cidadania promoveu o 2º Fórum Inter-Religioso por uma Cultura de Paz e Liberdade de Crença. O evento reuniu mais de 200 representantes de religiões do Estado de São Paulo, que discutiram com autoridades, órgãos públicos e entidades civis, a cooperação inter-religiosa, a liberdade de crença e a cultura de paz.

O Fórum Inter-Religioso foi institucionalizado desde 2013 pela Lei 14.947/13 no âmbito da Secretaria de Justiça e Defesa da cidadania. Os representantes eleitos para compor este Fórum Administrativo, feito de pessoas de diversas correntes religiosas, receberão disciplinas e atribuições diretamente da Secretaria da Justiça para fazer estender o plano da Nova Educação Religiosa, que é por fim a verdade absoluta, ou a última verdade. (teologia pluralista).

Terão também a função de denunciar e encaminhar a Secretaria da Justiça qualquer caso que comprometa o progresso desta política inter-religiosa. Os discursos e programas que estes educadores devem usar para promover a unidade religiosa colocará em caráter primordial a dramaturgia dos erros históricos cometidos com a religião. Um método satânico conhecido pelos intelectuais desta estrutura centralizadora (“problema-reação-solução”), que faz garantir com que pessoas sejam manipuladas. Criando eventos frustrantes, de natureza vil, que faria a sociedade sangrar, se comover profundamente (guerras, colapsos econômicos, bombas terroristas, etc.) até se render de maneira que a Agenda Global seja introduzida.

Chega para nós o nome “relações gerais da vida humana” como uma influência sobre os espíritos afetados, dirigindo a sociedade diretamente para o abismo dos conhecimentos que os edifícios governamentais do novo regime mundial desejará impor-lhes (ONU). Não me causa estranhezas o modo como o Governo de Geraldo Alckmin deu ritmo a agenda global do novo regime. Institucionalizando o programa de ensino especial para as religiões só confirma a participação dele na pirâmide humana do controle. Encaro esta questão como derradeiros clarões da coroação futura do rei universal (besta), que já leva o vigor das constantes coordenadas centralizadoras da ONU. O que é óbvio, que tais impérios dos negócios globais continuem colocando em prática o “grande trabalho de Eras” da franco maçonaria.

O problema é que entre os membros empossados nesta força educativa tem nomes de igrejas evangélicas tradicionais. Das 80 correntes religiosas que o site do Governo Estado de São Paulo discrimina com mérito de participação, Budismo, Hinduísmo, Catolicismo Romano, Catolicismo Ortodoxo, Igreja Episcopal Anglicana do Brasil, Igreja Anglicana, Espiritismo, Igreja Messiânica Mundial, Islamismo, Judaísmo, Religiões Afrodescendentes (Nagôs, Jejes, Bantos), Xamanismo, Movimento Hare Krishna, Santo-Daime, Seicho-No-Ie, Taoísmo, Xintoísmo, Luteranismo, tradições indígenas, consta na lista igrejas como a Batista, Metodista, Congregação Cristã do Brasil, Adventistas, Assembléia de Deus, Igreja do Evangelho Quadrangular, Igreja Brasil Para Cristo, Igreja Pentecostal Deus é Amor, Comunidade Evangélica Sara Nossa Terra, Igreja Internacional da Graça de Deus, Igreja Universal do Reino de Deus e Renascer em Cristo.

A tribuna da fama evangélica está se espalhando pelo mundo inteiro, e aos poucos as estruturas políticas, como organizações não governamentais, que se alinham a besta da ONU (Agenda Global), faz conhecer o nome das instituições evangélicas que assinaram obediência ao novo regime. Isso sim é repugnante e devastador: a lista. Tendo o conhecimento de que lideranças evangélicas participam de um movimento que só faz jurar de morte a Igreja fiel de Cristo, e com novas lei coopera para a perversão do pensamento de cristãos, para a derrubada da base confessional da fé em Jesus Cristo, só nos faz pensar uma coisa: as cadeias do inferno se abriram e estamos mais perto do que nunca da vinda do Cristo ressurreto.
Não me cansarei de denunciar estas sementes do mal. Vou me dedicar profundamente a identificar cada destes que julgo traidores de Cristo, violentadores do corpo de Jesus e assassinos das almas. Quanto aos que já obedecem cegamente a ordem ministerial destas igrejas, seguem venerando e adorando estes líderes apostatas, cujo castigo deve ser exemplar, meus sentimentos de total repudio e condenação.

Maranata, Jesus está voltado!

fonte: http://www.saopaulo.sp.gov.br/spnoticias/ultimas-noticias/justica-2-forum-inter-religioso-institui-forum-permanente/

1 thought on “Clipping: Igreja Oportunista do Sétimo Dia!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *