FOFOQUEIRO DE PLANTÃO: Que feio, Geraldo Candinha!

Não há quem não conheça ou pelo menos não tenha ouvido falar da famosa “Candinha” – aquela velha fofoqueira, que por falta de conteúdo na sua própria vida, vive de cuidar da vida dos outros, fazendo fofocas, criando intrigas e falando mal das pessoas pelas costas.

A falsidade e a maledicência são as únicas linguagens que a Candinha conhece, e as únicas coisas que alimentam a sua vida. Assim tem sido a vexatória, ridícula e medíocre vida do candidato Geraldo Alckmin. Por falta do que dizer e do que mostrar, Geraldinho Candinha gastou mais de 90% do seu tempo de campanha, dedicado a falar mal do candidato Jair Bolsonaro. Pouco se conhece das propostas do Candinha.

Que feio! Uns diriam que é uma estratégia de campanha, mas a grande maioria das pessoas que raciocinam, vão concordar que o nome disso é COVARDIA, já que o candidato que o Geraldo Candinha tanto ataca não podia estar presente nos debates para se defender da língua sempre afiada e ferina do Candinha.

Nessas condições, atacar fica extremamente fácil e pode ser comparado a bater e sair correndo. Geraldo Candinha não tem coragem de enfrentar seu oponente frente a frente, porque não tem coragem de ouvir as verdades. Ciro nesse ponto é até mais macho, embora tenha um discurso bem mais mequetrefe que o Geraldo Candinha, “O Janeleiro”.

Mas como é que isso é uma “estratégia de campanha”, se mesmo com seus discursos eloquentes e fofoqueiros, Geraldo Alckmin não consegue avançar em nada nas pesquisas? Até o Daciolo, com toda a sua “exoticidade” de palhaço de rodeio tem se saído melhor que o Geraldo Candinha!

A que nível chegamos na política brasileira! Ou melhor… A que nível o PSDB se rebaixou, colocando o picolé de chuchu como o candidato! Que lástima! Cada vez que Geraldo Candinha pega num microfone, parece até que está no “confessionário” de algum reality show de quinta categoria. Quanto tempo de campanha desperdiçado!

Antes, pelo menos, se podia assistir a discursos como os do Geraldo Candinha, comendo uma merenda para passar o tempo. Agora nem isso dá mais porque a merenda inexplicavelmente sumiu.

Seja homenzinho, Geraldo! Pare de fofoquinhas e mostre alguma coisa de produtivo, além de tricotar!

Ah… não dá, não é? Não tem.

Isso explica os seus números…

Publicado originalmente no Blog do autor: O Porrete

Marcelo Rates Quaranta

Fonte: https://www.jornaldacidadeonline.com.br/noticias/11617/que-feio-geraldo-candinha

Novo “Projeto Whitecoat”? Alckmin participa de campanha para incentivar doação de sangue

Projeto ‘Mais Vida’ é uma parceria de jovens adventistas com a Secretaria da Saúde do Estado de São Paulo

Sáb, 17/09/2005 – 17h06 | Do Portal do Governo FACEBOOKTWITTERENVIAR POR E-MAIL

‘Doar sangue é um ato de amor ao próximo’, disse o governador Geraldo Alckmin ao participar na manhã deste sábado, dia 17, no Ginásio do Ibirapuera, da campanha ‘Mais Vida’, organizado pela Associação Paulistana Adventista em parceria com a Secretaria de Saúde do Estado de São Paulo, para incentivar jovens a doarem sangue.
Durante todo o dia, jovens da Igreja Adventista do Sétimo Dia foram a hemocentros para doações para depois retornarem ao Ginásio para atividades religiosas. A coleta de doações foi iniciada no dia 1º de setembro e estima-se que cerca de 10 mil bolsas sejam coletadas durante este mês. Alckmin disse que nunca tinha doado sangue nos seus quase 50 anos de idade: ‘Fui doar no ano passado na Santa Casa, e agora vou doar todos os anos. Você se sente bem, as pessoas ficam mais felizes quando ajudam os outros’.

O governador acentuou a importância da campanha, já que atualmente, há cirurgias que demandam grande aporte de sangue, como transplante de órgãos havendo uma grande falta de sangue nos hospitais. ‘É bom criar nos jovens uma cultura de doação de sangue. Isso é levar vida. Diminuir a dor do próximo é um ato de participação e solidariedade que pode servir de exemplo a outras instituições’.

Alckmin sancionou também projeto de lei que institui o ‘Dia do Jovem Adventista’, de autoria da deputada Analice Fernandes, a ser comemorado em todo o terceiro sábado do mês de setembro.
No Estado de São Paulo, 175 mil pessoas integram a comunidade adventista – no mundo são mais de 13,7 milhões em cerca de 200 países. Elas atuam em várias atividades beneficentes, em hospítais e sanatórios, enfermarias e centros de recuperação de saúde, orfanatos e asilos, escolas e ONGS. Fundada em 1863 nos Estados Unidos, a Igreja Adventista está presente no Brasil há mais de 100 anos.

Takao Miyagui

Fonte: http://www.saopaulo.sp.gov.br/eventos/alckmin-participa-de-campanha-para-incentivar-doacao-de-sangue/

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *