Marcelo Rezende, ex-editor da CPB, afirma que Erton Kohler acoberta Rodrigo Silva

Estamos acompanhando a sequência de denúncias anunciada pelo ex-editor da Casa Publicadora Brasileira, jornalista Marcelo Rezende, autor de e-mail bombástico enviado, segundo ele, a mais de 150 pessoas-chave da Organização Adventista, em várias instâncias. Ele alega estar iniciando um campanha nacional contra a corrupção pastoral no meio adventista.

Nesses dois vídeos mais recentes, Marcelo Rezende começa a expor e-mails arquivados de suas conversas com o “ex-pastor” Rodrigo Silva, que teria perdido sua credencial ministerial pela segunda vez, segundo o jornalista. Ao todo, são quase duas horas de vídeo, em que surgem nomes de outros pastores envolvidos em toda a história. Entre eles, o nome do Presidente da Divisão Sul-Americana, Erton Kohler, que teria ordenado um plano sórdido de “exílio” de Rodrigo Silva nos Estados Unidos e clínica de tratamento contra a depressão, “até que a marola do adultério passasse.

Marcelo Rezende conta que ele e Rodrigo Silva, ao se conhecerem, preparavam-se para serem padres em diferentes seminários e desenvolveram uma espécie de amizade unilateral em que Rodrigo Silva se dá bem, enquanto Marcelo Rezende amarga dissabores com o falso amigo. Agora, Marcelo Rezende dá prazo de 24 horas para que Rodrigo Silva publique um vídeo esclarecendo as coisas, sem subterfúgios, ou peça para sair.

Nós do Adventistas.Com permanecemos interessados em toda a verdade sobre os envolvidos e já nos colocamos à disposição para a divulgação de vídeos-resposta dos citados nas denúncias, com idêntico destaque aqui no site.

3 thoughts on “Marcelo Rezende, ex-editor da CPB, afirma que Erton Kohler acoberta Rodrigo Silva

  1. Esse tipo de site, é coisa de gente frustrada e infeliz. Aaah se gastasse energia com coisas úteis e construtivas, ao invés de ficar pegando informações fofoqueiras, fora de contexto, e não provadas, para manchar o nome da igreja, e mais, generalizando e extendendo adjetivos àqueles que estão verdadeiramente engajados na obra. Aqueles que não estão, serão julgados e condenados por Deus….não precisa desse seu trabalho. Seus podres também serão julgados, só que diferente do que vc faz, será feito de forma justa, baseada em verdades. Se você é tão incomodado com a IASD e sua liderança, cai fora. Ninguém te obriga a estar nessa denominação. Abre a igreja da justiça e seja o pastor perfeito, ao invés de ficar atirando pedra em nossas vidraças.
    Espero que seu coração encontre paz, e que você gaste energia amando ao próximo! Vai te fazer bem!

  2. A igreja está virando uma latrina aberta de casos e escândalos. uma babilônia. E financiamos essa maracutaia com os dízimos e ofertas que são colocados no nível de uma adoração mensal e semanal. 2019 já começa como um ano revelador. começou no século XIX como um movimento, virou uma igreja internacional, agora é uma empresa de marketing agressivo e um clube de encontros semanais das 11:00 as 12:00 aos sábados… investindo nos jovens atraves de megaeventos anuais e com um monopólio gráfico editorial, um pouco limitado na oferta de opções de idiomas aqui no Brasil. Leio alemão, italiano e francês, e é a maior dificuldade em conseguir orçamento da CPB nesses idiomas, ainda bem que há um fórum como esse para os corajosos colocarem às claras o que realmente vem ocorrendo.

  3. Ex- pastor Rodrigo Silva afirmou por e-mail do Unasp, então isso é oficial e juridicamente legal, que seu adultério era só uma marola, dando a entender que logo as pessoas se esqueceriam e tudo voltaria ao normal. Estava confiante de que seu vínculo com o Unasp seria mantido, e que era apenas boato que ele perderia a credencial de pastor (ledo engano, porque perdeu para sempre).

    Rodrigo usa a palavra “marola” ao se referir ao seu próprio adultério.

    A tradução no dicionário para o termo MAROLA deixa claro que tanto o Rodrigo, quanto a Divisão Sul-americana, não ligam para a praxe quando o assunto lhes convém.

    Veja a definição:

    “Marola é mar sem ondas ou com ondas muito fracas”.

    Então, noutras palavras, o Rodrigo disse no e-mail que seu adultério e divórcio eram ondas fracas e que isso logo passaria.

    Esse é o verdadeiro Rodrigo Silva, porque aquele dos púlpitos, entrevista e palestras é uma farsa. Ele usa máscaras para sobreviver na IASD e enganar pessoas com suas técnicas de hipnose (não sou eu quem está chamando o Rodrigo de Hipnólogo, isso está nos documentos oficiais da Igreja Adventista na AMC, Av. Portugal 931, Santa Amélia, Belo Horizonte, MG).

    Melhor ainda é ser bancado pela DSA pra descansar nos EUA até que a marola passasse no Brasil, para então voltar às atividades “como dantes no quartel de Abrantes”.

    Sim, essa foi a exata postura da Igreja Adventista Oficial no Brasil diante do adultério do então pastor Rodrigo Silva: sustentaram ele escondido na Andrews University, nos Estados Unidos, depois pagaram “hospedagem” para o Rodrigo em clínica de recuperação de depressão, e depois o reconduziram às suas atividades na TV Novo Tempo (DSA) e Unasp (União Central).

    Uau!

    Acobertaram o adultério! Assinaram embaixo, endossaram o erro e ajudaram a encobrir. Rodrigo massacrou emocionalmente sua ex-esposa Lisliê Lopes Vidal Silva e chama isso de marola? Adulterar parece ser algo tão comum e corriqueiro na vida do Rodrigo Silva que ele chama isso de uma pequena onda que logo passa. Está acostumado com a impunidade. Está acostumado com o erro e, principalmente, está acostumado a ser acobertado pela DSA.

    O Pastor Erton Köhler me envergonha e NÃO ME REPRESENTA! Pode representar a falcatrua e a corrupção, mas não representa princípios e valores que deveriam ser eternos.

    O Sr.Erton Köhler (porque de pastor já não tem mais nada) envergonha a Igreja Adventista do Sétimo Dia no Brasil e no Mundo.

    Espero que seus dias sejam breves à frente da IASD… embora a história política e religiosa tem mostrado que esses corruptos conseguem se perpetuar no poder através de manobras e crimes ocultos. Uma lástima!

    Pra finalizar de forma a deixar ainda mais claro o que o Rodrigo Silva confirmou por e-mail sobre a liderança Adventista no Brasil:

    Adultério na DSA termina em pizza… dependendo de quem é o adúltero!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *