10 Erros graves dos ensinos “criacionistas” de Michelson Borges

[Texto em preparo. Vamos continuar e concluir.]

1. Para Michelson Borges, tudo começa com uma grande explosão…

Isso fica bem evidente na abertura de seus vídeos postados no YouTube e é uma evidência de sua opção pelo chamado criacionismo científico, em lugar do criacionismo bíblico. Criacionistas científicos crêem mais na Ciência do que na Bíblia e usam a essa pseudo-ciência como parâmetro para interpretar a Bíblia, entendendo, por exemplo, que a ordem divina “haja luz” deu início ao “big bang”, ou grande explosão, que teria dado início ao Universo há bilhões de anos.

A Terra teria sido apenas formatada em uma semana, depois de um grande intervalo de tempo. Já o criacionismo bíblico entende que a Criação aconteceu simplesmente por ordem divina, há quase seis mil anos, numa semana literal e conforme o modelo bíblico de três camadas: Céus, terra e abismo.

2. Deus não criou um globo giratório em meio a bilhões de estrelas e constelações!

A Bíblia, em ponto algum, descreve a Terra como esférica e giratória. Para os escritores inspirados, a Terra é sempre plana (apesar do seu relevo acidentado) e estável, estacionária, sem qualquer movimento; a água (70% da extensão terrestre) mantém-se plana, nivelada, sem qualquer curvatura; um domo, firmamento ou abóbada, suporta os astros, como o Sol, a Lua e as estrelas, que giram sobre a Terra; abaixo de tudo isso, existe o abismo. Ilustrações como essa apresentada por Michelson Borges no vídeo acima, são apenas desenhos — muito bem produzidos mas mentirosos –, através de edição de fotos e computação gráfica.

Talvez, exatamete por isso Deus tenha proibido a representação em três dimensões (escultura ou qualquer outra forma de semelhança): “Não farás para ti imagem de escultura, nem alguma semelhança do que há em cima nos céus, nem em baixo na terra, nem nas águas debaixo da terra.” Êxodo 20:4. Observe que o próprio texto dos dez mandamentos, escritos pelo dedo de Deus em tábuas de pedra, é terraplanista! “Em cima nos céus, nem em baixo na terra, nem nas águas debaixo da terra!”

3. Ele não percebe a clara cosmologia bíblica, com céus, terra, mar e fontes (abismo).

A opção pela defesa da pseudo-ciência cega o entendimento de irmãos como Michelson Borges, a quem Deus permite serem enganados pela “Operação do Erro”, uma vez que preferem as fábulas da falsamente chamada Ciência. Têm olhos, mas não vêem.

Desde o Éden, a suposta “ciência do bem e do mal” se opõe à Palavra de Deus e, por inspiração divina, o apóstolo Paulo previu que, nos últimos dias, a falsamente chamada Ciência se oporia à fé e à doutrina bíblica:

“E ordenou o Senhor Deus ao homem, dizendo: De toda a árvore do jardim comerás livremente, Mas da árvore da ciência do conhecimento do bem e do mal, dela não comerás; porque no dia em que dela comeres, certamente morrerás.” Gênesis 2:16,17.

“Ora, a serpente era mais astuta que todas as alimárias do campo que o SENHOR Deus tinha feito. E esta disse à mulher: É assim que Deus disse: Não comereis de toda a árvore do jardim?

“E disse a mulher à serpente: Do fruto das árvores do jardim comeremos, mas do fruto da árvore que está no meio do jardim, disse Deus: Não comereis dele, nem nele tocareis para que não morrais.

“Então a serpente disse à mulher: Certamente não morrereis. Porque Deus sabe que no dia em que dele comerdes se abrirão os vossos olhos, e sereis como Deus, sabendo o bem e o mal.

“E viu a mulher que aquela árvore era boa para se comer, e agradável aos olhos, e árvore desejável para dar entendimento; tomou do seu fruto, e comeu, e deu também a seu marido, e ele comeu com ela.” Gênesis 3:1-6.

“Porque virá tempo em que não suportarão a sã doutrina; mas, tendo comichão nos ouvidos, amontoarão para si doutores conforme as suas próprias concupiscências; E desviarão os ouvidos da verdade, voltando às fábulas.” 2 Timóteo 4:3,4.

“Guarda o depósito que te foi confiado, tendo horror aos clamores vãos e profanos e às oposições da falsamente chamada ciência, a qual professando-a alguns, se desviaram da fé.” 1 Timóteo 6:20,21.

“E por isso Deus lhes enviará a operação do erro, para que creiam a mentira; Para que sejam julgados todos os que não creram a verdade, antes tiveram prazer na iniqüidade.” 2 Tessalonicenses 2:11,12.

4. Michelson Borges coloca a palavra dos profetas em pé de igualdade com a Ciência.

Igualar a palavra dos profetas inspirados com a palavra de cientistas é o primeiro passo para colocar a Ciência acima da Bíblia, estabelecendo o que é dito pela Ciência como parâmetro e filtro para interpretar as Escrituras, o que coloca a palavra dos cientistas acima da Palavra de Deus, como você verá mais adiante.

5. Defende uma literalidade seletiva, apenas de alguns aspectos de Gênesis 1.

Note que Michelson Borges, no vídeo, diz apenas que Deus “preparou” a Terra em seis dias literais. Para os adeptos do criacionismo científico a primeira semana, ainda que de dias tidos como literais não foi de criação real, mas apenas “terra-formação”. Para eles, tudo já existia desde a grande explosão, ou “big bang” inicial.

Apenas aparentemente defendem a literalidade do relato de Gênesis 1, quando falam de dias de 24 horas ou casamento monogâmico, mas não crêem, de fato, numa criação literal dos céus, da terra e das águas abaixo da terra (abismo ou profundezas), com um firmamento sólido sobre a Terra e abaixo do local do trono de Deus. 

6. Não percebe o modelo da Terra na visão dada a Hiram Edson. Acima da terra plana, está o Céu!

Leia, por favor, o artigo: “Lição máxima do Evangelho da Terra Plana na ‘visão do milharal'”.

7. Michelson Borges coloca a opinião da Ciência acima do que a Bíblia diz sobre a Criação.

8. Atribui o modelo bíblico da Criação ao Diabo e defende a inerrância da Ciência.

Completa inversão de valores!

9. Diz que a grande conspiração, que a Bíblia chama de “Operação do Erro” traz escárnio…

10. Idolatra a manipulação genética demoníaca dos dinossauros e a NASA satanista.

A manipulação de DNA, que resultou nos animais ferozes, gigantes e dinossauros, também é exaltada de maneira evidente na abertura de todos os vídeos de Michelson Borges, além dessa escultura plástica de dinossauro sobre a foto de sua esposa. A idolatria de modelos em 3D, proibida no terceiro mandamento, não é prática exclusiva de Michelson Borges. Isso acontece na própria sede da Associação Geral dos Adventistas do Sétimo Dia

“Não farás para ti imagem de escultura, nem alguma semelhança do que há em cima nos céus, nem em baixo na terra, nem nas águas debaixo da terra.” Êxodo 20:4. Observe que o próprio texto dos dez mandamentos, escritos pelo dedo de Deus em tábuas de pedra, é terraplanista! “Em cima nos céus, nem em baixo na terra, nem nas águas debaixo da terra!”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *