Michelson Borges não é terraplanista, mas Jesus, Seus discípulos e todos os profetas eram!

A existência real do abismo é um claro ensino das Escrituras desde o Gênesis. O abismo faz parte da estrutura do Universo em três camadas, ensinada por Moisés já no relato da criação. Deus criou os céus e a terra, mas havia um abismo de águas profundas que os separava. Então Deus fez surgiu luz em meio a esses abismo. Criou uma espécie de bolha com a expansão do firmamento, que separou as águas de cima das águas de baixo. E fez com que a terra se elevasse das águas como porção seca.

Lá para baixo, embora colunas sustentem a terra com suas placas tectônicas, as profundezas do abismo, com os espaços criados pela elevação da terra, continuaram existindo. É para esses espaços que os anjos caídos e sua prole de espíritos imundos, foram enviados. Tanto que espíritos imundos pediram a Jesus que não os enviassem ao abismo. Judas e Pedro falam do aprisionamento desses espíritos, cujos pais se rebelaram contra Deus e foram por Ele aprisionados, no abismo juntamente com o que restou de seus filhos com mulheres humanas. São essas as criaturas de debaixo da terra, das quais a Bíblia também fala. É desse local que Apolion (ou Abadon), o anjo o abismo, será solto e onde Satanás estará preso, durante mil anos.

Assim, embora seja pastor adventista, Michelson Borges não crê na literalidade daquilo que a Bíblia diz sobre a Terra, o Firmamento e o Abismo, conforme já demonstramos aqui muitas vezes… Acredita, de fato, mais no Diabo do que em Deus, a ponto de afirmar no vídeo postado acima que Deus não seria capaz de criar uma corrente que pudesse aprisionar Satanás por mil anos!

“A Concepção Hebraica do Universo” — Ilustração retirada do site da Secretaria Estadual de Educação do Paraná.

Neste seu último vídeo, Michelson nega a literalidade da prisão de Satanás no abismo, que fica abaixo da superfície terrestre, segundo as Escrituras. Veja, por exemplo, o caso dos demônios que foram expulsos por Jesus e imploraram para não ser enviados ao abismo:

“Perguntou-lhe Jesus: Qual é o teu nome? Respondeu ele: Legião; porque tinham entrado nele muitos demônios. E rogavam-lhe que não os mandasse para o abismo.” Lucas 8:30-31.

Além disso, Jesus também se referiu às “portas do Inferno”:

“…edificarei a minha igreja, e as portas do inferno não prevalecerão contra ela.” Mateus 16:18.

E o apóstolos confirmam:

“Pois Deus não poupou os anjos que pecaram, mas os lançou no inferno, prendendo-os em abismos tenebrosos a fim de serem reservados para o juízo.” 2 Pedro 2:4.

“E aos anjos que não conservaram suas posições de autoridade mas abandonaram sua própria morada, ele os tem guardado em trevas, presos com correntes eternas para o juízo do grande Dia.” Judas 1:6

Veja também:

Michelson Borges não está sozinho. Há mais teólogos adventistas que negam a literalidade da Bíblia, Amin Rodor, por exemplo, não acredita na Cidade Santa, que descerá do Céu para a Terra:

Deixe uma resposta