NÃO SE ILUDA: Já estamos em uma Nova Ordem Mundial. Tempo de orar e nos consagra a Deus!

Em Maringá, PR, Guardas Municipais impedem covardemente que dono de Lava Jato trabalhe

O dono de um Lava Jato na cidade de Maringá foi cruelmente hostilizado em público pela Guarda Municipal da cidade enquanto tentava trabalhar nesta terça-feira (7).

Vídeo que circula nas redes sociais mostra o homem imobilizado por vários guardas municipais, mesmo sem parecer oferecer resistência alguma.

Após poucos minutos, ele desmaia. Antes de tudo acontecer, o trabalhador teria sido questionado sobre o funcionamento de sua empresa, mas alegou que não estava atendendo.

Conforme relatos de pessoas que estavam no local, os fiscais chegaram pedindo alvará e alegando que devido a decreto da prefeitura, a fiscalização era autorizada.

Como o trabalhador ofereceu certa resistência, a guarda municipal tentou algemá-lo à força.

Nas filmagens, o mais terrível é que, ao mesmo tempo que pessoas gritam inconformadas com a atitude dos guardas, outros cidadãos apoiam a agressão. “Deixa o pau torar [sic]), diz uma voz ao fundo.

Após o desmaio, a equipe médica do Samu foi chamada e levou o homem para o hospital. De acordo com reportagem do Balanço Geral, ele sofreu algumas escoriações e depois de ser atendido, foi à delegacia de polícia para registrar Boletim de Ocorrência.

Em nota à imprensa, o prefeito de Maringá disse que o episódio é “inaceitável sob todos os aspectos”.

Fonte: https://www.tercalivre.com.br/dono-de-lava-jato-e-imobilizado-por-guardas-ao-tentar-trabalhar-e-desmaia-no-meio-da-rua-em-maringa/

“Atirem neles”, presidente filipino ordena que militares matem aqueles que desafiam a ordem da Organização Mundial da Saúde

“As agências do mal estão combinando suas forças e se consolidando. Eles estão se fortalecendo para a última grande crise. Grandes mudanças estão prestes a ocorrer em nosso mundo, e os movimentos finais serão rápidos ”(Testimonies, Vol. 9, p. 11) 

A ordem de atirar para matar emitida pelo presidente das Filipinas,  Rodrigo Duterte,  é um exemplo perfeito de excessos e abusos do governo. Estamos testemunhando como a paixão e a histeria em breve abolirão a justiça e a razão. É assim que as sociedades livres se tornam estados policiais.

A resposta ao coronavírus por alguns no governo é completamente opressiva e cruel. Os governos estão emitindo ordens que não têm autoridade legal. Poder absoluto e descontrolado é exercido por quem tem autoridade em tempos de crise. A vontade do povo está sendo substituída pela vontade do estado totalitário. 

“O presente é um momento de enorme interesse para todos os que vivem. Governantes e estadistas, homens que ocupam posições de confiança e autoridade, homens e mulheres pensantes de todas as classes, têm sua atenção voltada para os eventos que ocorrem sobre nós. Eles estão assistindo as relações que existem entre as nações. Eles observam a intensidade que está tomando posse de todos os elementos terrestres e reconhecem que algo grande e decisivo está prestes a acontecer – que o mundo está à beira de uma crise estupenda ”(Evangelism, p. 194).

Enquanto as pessoas apoiarem esses flagrantes abusos de poder, nossas liberdades continuarão desaparecendo. A culpa não recai apenas sobre os tiranos. As pessoas também são as culpadas. São as pessoas que estão dispostas a sacrificar a constituição, o estado de direito e seu direito de limitar a autoridade do governo que é responsável. Por que eles permitirão que os déspotas atropelem suas liberdades? Para segurança do coronavírus.

“Pragas e julgamentos já estão caindo sobre os desprezadores da graça de Deus. As calamidades por terra e mar, o estado instável da sociedade, os alarmes da guerra, são portentosos. Eles prevêem aproximar eventos de maior magnitude ”(Testimonies, Vol. 9, p. 11).

Os cidadãos preocupados buscam proteção de seu governo em tempos de crise. Mas que preço estamos dispostos a pagar para manter a segurança? Medo e histeria coletiva? Exageros ultrajantes? Ordens de atirar para matar? Colocaremos populações inteiras em confinamento? Vamos acabar com todas as economias do mundo? Destruiremos empresas e faliremos nossos netos e as gerações futuras? E substituiremos nossa república constitucional por uma ditadura? 

Há uma razão por trás de tudo o que estamos vendo. Está sendo estabelecido um precedente para a tirania vindoura contra o povo de Deus. Toda a raiva, estresse, amargura, ansiedade, medo e histeria que vemos em nosso mundo em breve serão direcionados para as pessoas que guardam mandamentos.  Observe as seguintes palavras de inspiração que descrevem o que está diante de nós:

“Aqueles que honram o sábado bíblico serão denunciados como inimigos da lei e da ordem, como quebrando as restrições morais da sociedade, causando anarquia e corrupção, e invocando os julgamentos de Deus aos ouvidos . Seus escrúpulos de consciência serão pronunciados obstinação, teimosia e desprezo pela autoridade. Eles serão acusados ​​de descontentamento com o governo … Nos salões legislativos e tribunais de justiça, os detentores de mandamentos serão deturpados e condenados. Uma coloração falsa será dada às suas palavras; a pior construção será colocada sobre seus motivos ”(Grande Conflito, p. 592). 

Essa “ordem de atirar para matar” é apenas uma sombra do que está por vir. Em breve, o povo de Deus enfrentará oposição e ira por sua fidelidade à verdade. Uma experiência de Laodicéia não vai nos ajudar a superar os tempos futuros de problemas. Ser uma igreja morna não será suficiente para nos salvar. Estamos vivendo um dia que exige nossa atenção total e total. Simplesmente não podemos pensar ou viver como vivíamos há 5 anos. Esses dias acabaram para sempre. Hoje não vivemos mais em tempos comuns, e uma experiência comum não será suficiente:

“Estamos chegando a uma crise que, mais do que em qualquer época anterior desde o início do mundo, exigirá toda a consagração de todo aquele que nomeou o nome de Cristo” (Obreiros do Evangelho, p. 323).

Fonte: http://adventmessenger.org/shoot-them-dead-philippine-president-orders-military-to-kill-those-who-defy-the-coronavirus-order/

Deixe uma resposta