Veja como foram os ataques de vespas gigantes assassinas na China em 2013

Inseto venenoso foi visto recentemente nos Estados Unidos, mas ainda não houve nenhum ataque contra humanos

Adaptado de texto de Alessandra Monnerat, do Estadão

11 de maio de 2020 | 14h10

Reportagens de várias redes de tevê têm sido compartilhadas nas redes sociais como se fossem atuais. Mas os vídeos que mostram uma onda de ataques de vespas gigantes venenosas que feriram 1.600 pessoas e mataram mais de 40 na China, foram veiculados originalmente em outubro de 2013. As postagens e comentários tentam relacionar a reportagem antiga ao fato dessas vespas assassinas terem sido encontradas pela primeira vez nos Estados Unidos recentemente.

As imagens mostram uma onda de ataques registrada no noroeste da China em 2013. Mais de 1,6 mil pessoas haviam sido tratadas contra picadas do inseto na época em que as reportagens foram veiculada. Os vídeos registram que houve casos de pessoas que receberam até 200 picadas das vespas, que têm cinco centímetros de comprimento.

No início deste mês, o mesmo tipo de inseto foi visto em duas ocasiões nos Estados Unidos, no Estado de Washington. Cientistas ouvidos pela CNN demonstram preocupação com a população de abelhas, que é baixa no país norte-americano, já que as vespas destroem colmeias. Fazendeiros dependem de abelhas para polinizar suas plantações.

Ainda não foram registrados ataques contra humanos nos EUA. Pesquisadores entrevistados pela National Geographic afirmam que não há motivo para pânico e que medidas cautelares estão sendo tomadas.

Leia também no Criacionismo.Org:

Fonte: https://politica.estadao.com.br/blogs/estadao-verifica/ataque-de-vespas-gigantes-na-china-ocorreu-em-2013-video-circula-fora-de-contexto/

Deixe uma resposta