Centro White admite que EGW não recebeu luz nenhuma sobre vacina e muito menos sobre a Covid

Sobre a questão da vacinação, não temos nenhuma declaração direta das mãos de Ellen G. White. No entanto, temos o testemunho do Pastor D. E. Robinson [Ué, os funcionários dela também eram inspirados?], que foi um dos secretários [um dos que escreviam e plagiavam no lugar dela!] da Sra. White nos seus últimos anos na Austrália, e então em St. Helena na Califórnia desde 1903 até o fim da vida da Sra. White. Ele se casou com a neta mais velha da Sra. White, Ella White [casou com a neta e herdou a inspiração da avó?], e por muitos anos, depois do prazo de serviço missionário, o Pastor Robinson se manteve conectado com o nosso escritório até a sua aposentadoria há poucos anos. Ele é, portanto, muito bem qualificado [ ? ] para falar de sua memória sobre a atitude de Ellen White a respeito de certas coisas, e sobre o que realmente teve lugar envolvendo Ellen White e os membros da equipe do escritório. [Ellen White era por acaso infalível e nos serve de exemplo em tudo?]

Em resposta a esse inquérito recebido no nosso escritório, o Pastor Robinson escreveu em 12 de junho de 1931:

“Você pede por informações definitivas e concisas a respeito do que a Irmã White escreveu sobre vacinação e soro.”

“Essa questão pode ser respondida brevemente ao passo que não temos nenhum registro, ela não escreveu nada referente a eles em nenhum de seus escritos.

“Você vai se interessar ao saber, entretanto, que naquela época, quando houve uma epidemia de varíola na vizinhança, ela mesma foi vacinada e instou a seus ajudantes, aqueles conectados a ela, a serem vacinados. Ao dar esse passo, a Irmã White reconheceu o fato de que foi provado que a vacina ou dá imunidade à varíola a alguém, ou alivia muito os efeitos de quem adoeceu.”

“Ela reconheceu também o perigo de expor os outros, caso eles falhem em tomar essa precaução.”

Fonte: http://www.centrowhite.org.br/perguntas/perguntas-sobre-ellen-g-white/raio-x-e-vacinacao/

Deixe uma resposta