Significado profético de presença jesuíta na posse de Joe Biden

Padre jesuíta invoca o Papa Francisco durante a posse presidencial enquanto Joe Biden jura sobre uma Bíblia jesuíta

O padre jesuíta invoca o Papa Francisco durante a posse de Biden.

Quando Joe Biden foi empossado como o 46º presidente dos Estados Unidos, o padre jesuíta Leo O’Donovan, ex-presidente da Georgetown Jesuit University, ofereceu uma oração por Joe Biden e por nossa nação. O padre jesuíta O’Donovan invocou o Papa Francisco enquanto orava nos degraus do Capitólio dos Estados Unidos, a primeira vez na história das inaugurações presidenciais. Portanto, hoje tivemos um padre jesuíta na América invocando um papa jesuíta em Roma durante a transferência do poder para o cargo de presidente dos Estados Unidos da América. Isso é significativo.

Em seguida, Joe Biden usou uma Bíblia “simbólica” para demonstrar a “importância” de fazer o juramento de defender e proteger a Constituição dos Estados Unidos. Ele usou a tradução jesuíta chamada Bíblia Douay-Rheims. [1] A Houston Baptist University revela o seguinte sobre esta Bíblia:

“A Bíblia Douay-Rheims foi traduzida da Vulgata Latina de São Jerônimo por padres jesuítas católicos ingleses exilados na França no final dos anos 1500 e no início dos anos 1600.” [2]

Biden fazendo o juramento presidencial de defender a Constituição dos Estados Unidos em uma Bíblia jesuíta.

Esses são sinais de que o triunfo de Roma está quase completo aqui na América. Ela escalou as paredes de nossas instituições enquanto o protestantismo moderno dormia profundamente. Não só o Vaticano está atraindo e influenciando os mundos técnico e religioso, não apenas o Papa é admirado por políticos e líderes empresariais, mas agora o Bispo de Roma chegou ao Gabinete do Presidente dos Estados Unidos. A profecia descreveu que esta mesma cena ocorreria durante os últimos dias:

“Pois todas as nações beberam do vinho da ira de sua fornicação, e os reis da terra se prostituíram com ela, e os mercadores da terra enriqueceram com a abundância de suas iguarias”. Apocalipse 18: 3.

A Bíblia Douay-Rheims foi traduzida para o inglês pelos jesuítas. 

Roma continuará a dominar o cenário político e religioso, especialmente aqui nos Estados Unidos durante o governo Biden. O palco está sendo armado para o ato final do drama. Nosso mundo está mudando rapidamente e é hora do povo de Deus se levantar e viver o significado completo do evangelho eterno de Apocalipse 14: 6-12. Temos uma mensagem que devemos abraçar plenamente, e essa mesma mensagem deve ser disseminada para todo o mundo.

“Devemos esperar até o cumprimento das profecias do fim antes de dizer algo a respeito delas? Qual será o valor de nossas palavras então? Devemos esperar até que os julgamentos de Deus caiam sobre o transgressor antes de dizer-lhe como evitá-los? Onde está nossa fé na palavra de Deus? Devemos ver as coisas preditas acontecerem antes de acreditarmos no que Ele disse? Em raios claros e distintos, a luz chegou até nós, mostrando-nos que o grande dia do Senhor está próximo, “às portas”. Leiamos e entendamos, antes que seja tarde demais ”(Testemunhos para a Igreja, Vol. 9, p. 20).

Referências:

[1] https://abcnews.go.com/Politics/significance-bible-joe-biden-inauguration-day/story?id=75369058

[2] https://www.hbu.edu/publications/museums/Dunham_Bible_Museum/DBM_Bruno_MatthewCarey.pdf

Fonte: http://adventmessenger.org/jesuit-priest-invokes-pope-francis-during-presidential-inauguration-as-joe-biden-is-sworn-into-office-on-a-jesuit-bible/

Assista também:

2 comentários em “Significado profético de presença jesuíta na posse de Joe Biden”

Deixe uma resposta