Padre católico condena participação de evangélicos progressistas na CAMPANHA ECUMÊNICA DA FRATERNIDADE 2021




A CNBB e o Conselho Nacional das Igrejas Cristãs (Conic) dão início oficialmente à Campanha da Fraternidade Ecumênica 2021, na Quarta-feira de Cinzas, dia 17. O tema da dita Campanha é “Fraternidade e Diálogo: compromisso de amor”.

Sob o pretexto de pensar, avaliar e identificar caminhos para a “superação das polarizações e das violências que marcam o mundo atual”, o texto manipula conceitos e distorce doutrinas, causando grande confusão entre os católicos.




Diversas vozes se fizeram ouvir, nos meios católicos, conclamando a uma reacção aos erros propalados pelos órgãos da CNBB responsáveis pela Campanha da Fraternidade.

Inclusive alguns sacerdotes e Bispos demonstraram seu desacordo com as doutrinas sustentadas na Campanha da Fraternidade.

Há muitos católicos perplexos e muitos outros indignados com os rumos impostos pela CNBB. O que explica tal profileração de erros no seio do catolicismo? Para onde conduzem esses erros?







O valente bispo da diocese de Formosa acaba de exprimir em plena homilia as orientações que católicos leigos de todo o país têm recebido de sacerdotes e bispos zelosos pela fé. Esqueçam a Campanha da Fraternidade!




Assista e comente.

Deixe um comentário