Para sua análise: Baixe tese de doutorado em universidade católica sobre o potencial ecumênico adventista

“Por uma teologia adventista dialógica: leitura das crenças fundamentais da Igreja Adventista do Sétimo Dia em perspectiva ecumênica e inter-religiosa” / 2020. Por Kevin Willian Kossar Furtado.

Clique no link acima ou neste para fazer o download do PDF.

A tese apresenta o potencial dialógico e as referências teológicas da Igreja Adventista do Sétimo Dia (IASD) que viabilizam sua integração no diálogo com outras igrejas e religiões, sem renúncia de sua identidade eclesial.

Além das Escrituras, e com o auxílio da teologia ecumênica, três obras embasam e fundamentam a leitura das crenças fundamentais da Igreja Adventista em perspectiva ecumênica e inter-religiosa – Nisto cremos; as 28 crenças fundamentais da IASD; Declarações da Igreja: aborto, assédio sexual, homossexualismo (sic), clonagem, ecumenismo e outros temas atuais; e Tratado de teologia: adventista do sétimo dia.

Por meio de pesquisa teórico-bibliográfica, explicita-se a dialogicidade presente na história e teologia da Igreja Adventista, observada no surgimento interconfessional do movimento milerita e na fundação da IASD, nos seus referenciais da natureza dinâmica do conceito de “verdade presente”, da contrariedade aos credos fixos e da apreensão da fé em progressão, nas revisões de crenças ocorridas na Assembleia da Associação Geral de 1888 e na produção do Questions on doctrine na década de 1950, e os desafios e possibilidades da autorreferenciação de Igreja remanescente para a ação dialógica dos adventistas; discute-se a compreensão de unidade e suas implicações ecumênicas para a IASD, suas resistências histórico-teológicas e objeções quanto ao diálogo ecumênico e inter-religioso, os fundamentos bíblicos da unidade cristã e da teologia ecumênica, o problema da indiferença ecumênica, o diálogo na dinâmica entre confessionalidade, interconfessionalidade e transconfessionalidade como método para uma eclesiologia ecumênica, e a espiritualidade ecumênica e sua práxis na conversão e renovação interior, no diálogo e no serviço; analisam-se as declarações e avaliações da Igreja Adventista sobre o movimento ecumênico e o diálogo inter-religioso, as diretrizes da IASD e os conselhos do espírito de profecia adventista para orientar o relacionamento dos membros com as demais igrejas, religiões e suas organizações e lideranças, e a reflexão teológica a respeito do ecumenismo e do diálogo inter-religioso empreendida na Revista Adventista entre os anos de 1906 e 2018.

A partir das convergências e dos referenciais, equívocos e incompreensões da IASD sobre o ecumenismo e o diálogo interreligioso, confrontam-se e contrapõem-se a teologia adventista, a declaração sobre o movimento ecumênico e o material examinado na Revista Adventista com a bibliografia especializada da teologia ecumênica e do diálogo inter-religioso para concluir-se com vinte proposições ao diálogo da Igreja Adventista com outras igrejas, os judeus e os muçulmanos, baseadas nos elementos comuns do ser cristão compartilhados pela IASD, no princípio do cuidado com a criação, no atendimento às necessidades humanas e nas proximidades existentes com o judaísmo e o islamismo.

Considera-se que, do conjunto das proposições, a articulação elaborada pela teologia adventista entre as crenças da criação e do sábado, observada na práxis dos adventistas na promoção de um dia semanal para descanso do corpo e do planeta, e para comunhão dos seres humanos entre si e com o divino, possui maior potencial na construção de relações dialogais da Igreja Adventista com outras igrejas e religiões.

Sobre o autor:

Professor substituto do Departamento de Jornalismo da Universidade Estadual de Ponta Grossa (UEPG). Doutor em Teologia pela Pontifícia Universidade Católica do Paraná (PUCPR). Mestre em Ciências Sociais Aplicadas e bacharel em Jornalismo pela UEPG. Editor associado da Caminhos de Diálogo – Revista Brasileira de Diálogo Ecumênico e Inter-religioso. Membro dos grupos de pesquisa Teologia, ecumenismo e diálogo inter-religioso, da PUCPR, e Jornalismo cultural e Folkcomunicação, da UEPG. Atua principalmente nas áreas de folkcomunicação, jornalismo, representações sociais, adventismo, diálogo inter-religioso, ecumenismo, pluralismo religioso e teologia das religiões.

Participação em evento da IASD: “AdventCom” no Unasp

Menção no noticiário denominacional: “Pesquisadores destacam princípios adventistas em congresso acadêmico internacional!”

Obras do mesmo autor:

Baixar o PDF

Baixar o PDF

Baixar o PDF

Deixe uma resposta