ANTES QUE SEJA TARDE — Rodrigo Silva recomenda (sem querer?) leitura de “livro proibido” na DSA

O saber não ocupa lugar” diz o velho ditado. É por isso que me sinto muito grato pela cortesia de autores e editores que sempre mandam suas publicações para mim. Todos esses chegaram só essa semana. Muito obrigado a todos. Alguns eu já li outros ainda terei de ler. A sede de conhecimento desproporcional à quantidade de tempo causa certa angústia, devo admitir. Contudo, ainda que termine minha trajetória exclamando como Sócrates “só sei que nada sei” ainda assim terá valido a pena cada minuto gasto da arte de ler, estudar e meditar naquilo que li. Concordando ou discordando, mas sempre e sempre aprendendo. @anacampagnolo @videeditorial @lvmeditora




NOVO TEXTO DO PASTOR TOMÁZ AMARAL DE JESUS

“Os escritos de Paulo, apesar de inspirados, tinham um grave defeito: com frequência ele desabafava sobre sua vida, relatando pontos de sua experiência pessoal e até mencionando episódios críticos de seu relacionamento com outras pessoas.”

Essa seria a exata avaliação de muitos entre nós, hoje, a respeito da obra de Paulo, e não pararia por aí. [“Inclusive tentariam diciplinar Paulo por falta de postura ou palavreado inadequado…”].

“Infelizmente, o irmão Paulo não tem discrição ao lidar com os problemas da igreja. Ele expõe assuntos particulares em epístolas públicas e, assim, expõe pessoas, comunidades e, por fim, a santa imagem da igreja.”

No fundo, o propósito de tal fervor e zelo para com as aparências é um só: despersonalizar pessoas, destituindo-as de suas histórias e das experiências que lhes permitiram produzir as ideia que elas apresentam, enclausurando-as numa esfera de realidade etérea e sem sustentação, na qual qualquer falácia pode refutar até mesmo a verdade mais óbvia.

“Se você não pode contra as ideias de um homem, ataque sua pessoa. Se não pode contra sua pessoa, ataque a forma que ele usou pra apresentar sua ideia. Se você conseguir levar a audiência a odiar o autor antes de entenderem e aprecisarem suas ideias, meus parabéns, você venceu!”

“1 Paulo, apóstolo, não da parte de homens, nem por intermédio de homem algum, mas por Jesus Cristo e por Deus Pai, que o ressuscitou dentre os mortos, 10 Porventura, procuro eu, agora, o favor dos homens ou o de Deus? Ou procuro agradar a homens? Se agradasse ainda a homens, não seria servo de Cristo. 11 Faço-vos, porém, saber, irmãos, que o evangelho por mim anunciado não é segundo o homem, 12 porque eu não o recebi, nem o aprendi de homem algum, mas mediante revelação de Jesus Cristo. 13 Porque ouvistes qual foi o meu proceder outrora no judaísmo, como sobremaneira perseguia eu a igreja de Deus e a devastava. 14 E, na minha nação, quanto ao judaísmo, avantajava-me a muitos da minha idade, sendo extremamente zeloso das tradições de meus pais. 15 Quando, porém, ao que me separou antes de eu nascer e me chamou pela sua graça, aprouve 16 revelar seu Filho em mim, para que eu o pregasse entre os gentios, sem detença, não consultei carne e sangue, 17 nem subi a Jerusalém para os que já eram apóstolos antes de mim, mas parti para as regiões da Arábia e voltei, outra vez, para Damasco. 18 Decorridos três anos, então, subi a Jerusalém para avistar-me com Cefas e permaneci com ele quinze dias; 19 e não vi outro dos apóstolos, senão Tiago, o irmão do Senhor. 20 Ora, acerca do que vos escrevo, eis que diante de Deus testifico que não minto. 21 Depois, fui para as regiões da Síria e da Cilícia. 22 E não era conhecido de vista das igrejas da Judéia, que estavam em Cristo. 23 Ouviam somente dizer: Aquele que, antes, nos perseguia, agora, prega a fé que, outrora, procurava destruir. 24 E glorificavam a Deus a meu respeito. 2:1 Catorze anos depois, subi outra vez a Jerusalém com Barnabé, levando também a Tito. 2 Subi em obediência a uma revelação; e lhes expus o evangelho que prego entre os gentios, mas em particular aos que pareciam de maior influência, para, de algum modo, não correr ou ter corrido em vão. 3 Contudo, nem mesmo Tito, que estava comigo, sendo grego, foi constrangido a circuncidar-se. 4 E isto por causa dos falsos irmãos que se entremeteram com o fim de espreitar a nossa liberdade que temos em Cristo Jesus e reduzir-nos à escravidão; 5 aos quais nem ainda por uma hora nos submetemos, para que a verdade do evangelho permanecesse entre vós. 6 E, quanto àqueles que pareciam ser de maior influência (quais tenham sido, outrora, não me interessa; Deus não aceita a aparência do homem), esses, digo, que me pareciam ser alguma coisa nada me acrescentaram; 7 antes, pelo contrário, quando viram que o evangelho da incircuncisão me fora confiado, como a Pedro o da circuncisão 8 (pois aquele que operou eficazmente em Pedro para o apostolado da circuncisão também operou eficazmente em mim para com os gentios) 9 e, quando conheceram a graça que me foi dada, Tiago, Cefas e João, que eram reputados colunas, me estenderam, a mim e a Barnabé, a destra de comunhão, a fim de que nós fôssemos para os gentios, e eles, para a circuncisão; 10 recomendando-nos somente que nos lembrássemos dos pobres, o que também me esforcei por fazer. 11 Quando, porém, Cefas veio a Antioquia, resisti-lhe face a face, porque se tornara repreensível. 12 Com efeito, antes de chegarem alguns da parte de Tiago, comia com os gentios; quando, porém, chegaram, afastou-se e, por fim, veio a apartar-se, temendo os da circuncisão. 13 E também os demais judeus dissimularam com ele, a ponto de o próprio Barnabé ter-se deixado levar pela dissimulação deles. 14 Quando, porém, vi que não procediam corretamente segundo a verdade do evangelho, disse a Cefas, na presença de todos: se, sendo tu judeu, vives como gentio e não como judeu, por que obrigas os gentios a viverem como judeus?”
Gálatas 1-2

Tomaz A. de Jesus




Leia mais sobre o caso:

Deixe um comentário