Teólogos que defendem a Trindade apostam na ignorância e burrice dos fiéis




Não há lógica nem base bíblica para crer no dogma católico da Santíssima Trindade.




A criação da crença na Trindade no Concílio de Nicéia por Atanásio e Ário, excomungado por pregar a verdade.




A trindade é bíblica? O Pai, Filho e Espírito Santo de acordo as escrituras! Assista ao vídeo e tire suas conclusões!

2 comentários em “Teólogos que defendem a Trindade apostam na ignorância e burrice dos fiéis”

  1. AS TRÊS EMANAÇÕES PLATÔNICAS… SE TORNOU MAIS TARDE A TRINDADE CATÓLICA,,, BEL- SATURNO, JÚPITER -BEL E BEL OU BAAL – CHOM SÃO A TRINDADE CALDAICA. o Bel babilônio era considerado sob o tríplice aspecto de Belitan, zeus- Belus ( o mediador) e Baal -Chom que é Apollo Chomacus. Esse era o aspecto triplice do Deus superior, que de acordo com Berosus, e El ( o Hebraico) , Bel, Belitan, Mithra ou Zervana, e tinha o nome de ‘o Pai’. Na Índia, Brahmã, Vishnu e Shiva, correspondiam ao Poder, Sabedoria e à Justiça, que por sua vez, dizem respeito ao Espirito, à Matéria e ao Tempo. Milhares de brâmanes reverenciam esses atributos da Divindade védica; a triplice divindade persa também consiste em três pessoas: Ormasde, Mithra e Ahriman. Os Egipcios tinham Emepht, Eikton e Phtah. A adoração de Ísis foi restaurada sob um outro nome, sua imagem com o filho Hórus nos braços, perpetuou-se até nossos dias nas belas e artisticas criações da MADONA E DE SEU FILHO. A antiga Rainha do Céu, era representada portando nas mãos a Cruz Ansata, e ela é muito menos antiga do que a virgem celestial, Neith.
    Os Mexicanos chamam o Pai de sua trindade de Izamna, o Filho, Bacab, e o Espirito Santo de Echuak, e dizem que receberam essa doutrina de seus antepassados, O feroz ódio dos cristãos católicos aos “pagãos” e teurgistas, foi uma forma de obliterar o conhecimento dos antigos credos, de modo a dar forma a religião cristã como sendo uma nova revelação, direta de Deus o Pai, através de Deus o Filho, e sob a influência de Deus o Espirito Santo. Todo o cerimonial de magia e Teurgia platônicas tinham de serem esmagados ou os novos cristãos se tornariam neo-platônicos. As violentas polêmicas e as insólitas batalhas entre Irineu e os gnósticos, são demais conhecidas para serem repetidas. Elas continuaram por mais de dois séculos após o inescrupuloso Bispo de Lyon ter pronunciado seu ultimo paradoxo religioso. Celso , o neoplatônico, e discipulo da Escola de Amônio Saccas, lançou os cristãos em perplexidade, conseguindo até, por algum tempo, deter o progresso do proselitismo, ao provar com sucesso que as formas originais e mais puras dos dogmas mais importantes da cristandade se encontravam nos ensinamentos de Platão. Celso os acusou de aceitarem as piores superstições do Paganismo e de interpolarem passagens dos livros das Sibilas, sem lhes entender corretamente o significado. As acusações eram tão plausíveis, e os fatos tão patentes que por longo tempo nenhum escritor cristão se arriscou a responder ao desafio. Orígenes, por fervoroso pedido de seu amigo Ambrósio, foi o primeiro a tomar a defesa em mãos, pois, tendo pertencido à mesma escola platônica de Amônio, passava por ser o homem mais competente para refutar acusações tão bem fundadas. Mas sua eloquência fracassou, e o único remédio que se pôde encontrar foi destruir os escritos de Celso. Isso só pôde ser feito no século V, quando se fizeram cópias dessa obra, e muitos foram aqueles que as leram e estudaram. Hoje é muito difícil encontrar tais cópias. Bem, Platão nunca afirmou ser o criador de tudo o que escreveu, mas deu todo o crédito a Pitágoras, que, por sua vez, assinalava o remoto Oriente, de onde derivava sua informação e filosofia. então, a própria ideia de Trindade, assim como a tão amargamente condenada doutrina das emanações, tem origem na antiga religião pré-védica da Índia. Svayambhú é a Divindade não revelada; é o Ser que existe por si só e de si; é o germe central e imortal de tudo que existe no universo. Três trindades emanam e se confundem, formando uma unidade suprema. Essas trindades, ou a triplice trimurti, são: NARA, NARI E VIRAJ- A TRIADA INICIAL; AGNI , VÂIU E SURYA- A TRIADA MANIFESTA: BRAHMA, VISHNU E SHIVA- A TRIADA CRIADORA. Cada uma dessas triadas torna-se menos metafísica e mais adaptada à inteligência vulgar à medida em que desce. A última torna-se assim apenas o símbolo em sua expressão concreta; conclusão necessária de uma concepção puramente metafísica. Ao lado de Svayambhú, há as dez Sephiroth dos cabalistas hebreus, os dez Prajapatis hindus- o Ain – Soph dos primeiros, que corresponde ao grande Desconhecido. COMO A GRANDE MAIORIA DESCONHECE A HISTÓRIA DAS RELIGIÕES, E É MANTIDO NA IGNORÂNCIA PELA CÚPULA DE SUAS IGREJAS,,,PERPETUA-SE O DOGMA CATÓLICO QUE FOI TOTALMENTE EXTRAIDO DAS DOUTRINAS HINDU-ÓRFICO- PITAGÓRICO- PLATÔNICAS.

Deixe um comentário