O que o falso profeta Yuval Harari tem a dizer sobre o futuro da humanidade

O falso profeta não se apresenta como profeta, mas antecipa possíveis cenários futuros aterrorizantes, diversos das perspectivas bíblicas, nos quais Deus e Seu Filho nada podem fazer para nos protecer e salvar. Aliás, para ele, eles sequer existem para que possamos ter fé em Sua intervenção.

Contudo, sabemos que o Filho de Deus será o vencedor do grande conflito dos séculos, renovará todos os nossos recursos, recriando novos céus e nova terra e não permitirá intromissão tecnosatânica em Sua obra prima da criação, os seres humanos. A mentira de que seremos como deuses — super-humanos com poderes divinais — jamais se cumprirá!




Em eventos e palestras sobre o futuro da humanidade, em especial ao longo do século 21, Yuval Harari aponta três desafios existenciais para a espécie humana: o retorno da guerra, o colapso econômico e a disrupção tecnológica.

O primeiro deles é um risco para a era mais pacífica da história humana. Antes, o conflito bélico era entendido como algo natural e paz era sinônimo de uma falta temporária de guerra. Hoje, o termo está relacionado à improbabilidade da disputa armada.

Yuval Harari alerta que a guerra pode voltar. Basta a decisão de um indivíduo para deflagrar um conflito em um formato ainda pior e com forças mais poderosas.

O segundo está relacionado com o colapso ambiental. O crescimento econômico é desejado por todos os países, mas a única esperança para que ele não leve o mundo a um desastre ecológico é o desenvolvimento de novas tecnologias sustentáveis.

Por fim, a disrupção tecnológica já transforma o mundo do trabalho e da educação que conhecemos hoje. Segundo Yuval Harari, a inteligência artificial e a biotecnologia evoluíram tanto que o ser humano ainda não sabe o que fazer com o poder que conquistou.

O terceiro desafio existencial envolve uma classe trabalhadora urbana que poderá ser substituída pela automação e gerações futuras de estudantes que não têm ideia de qual trabalho exercerão, pois ele ainda não existe.

Por isso Yuval Harari defende que as pessoas busquem novos conhecimentos e habilidades constantemente, pois precisarão se reinventar a vida inteira. Se no passado era preciso lutar contra a exploração, hoje os profissionais lutam para serem relevantes em suas áreas de atuação.

Texto extraído de: https://posdigital.pucpr.br/blog/yuval-harari

Deixe um comentário