Teólogos do UNASP não aguardam a Cidade Santa, cujo arquiteto e construtor é o próprio Deus!

Essa afirmação foi feita pelo Dr. Amin Rodor durante reunião no UNASP, na presença dos teólogos Wilson Paroschi e Emilson Reis. Nenhum deles corrigiu o absurdo dito por Amin Rodor. Evidentemente, nenhum deles acredita mais no estabelecimento da Nova Jerusalém sobre a Terra. E são esses “professores” que formam os novos pastores! Nós, porém, optamos por manter a fé de Abraão. “Porque Abraão aguardava a cidade que tem fundamentos, da qual Deus é o arquiteto e construtor.” Hebreus 11:10.

Ezequiel Gomes é ovelha que aprendeu a rosnar, mas não percebe…

A parábola dos lobos gaúchos, que termina com a bem-aventurança das ovelhas bilíngues, que só sabiam balir mas aprenderam a rosnar para intimidar os lobos, desafiou e confundiu a capacidade exegética do ex-pastor Ezequiel Gomes. Ele ainda não percebeu que pertence ao rebanho das ovelhas e insiste em querer voltar para a alcateia e uivar para a Lua, com asua carteirinha do Clube dos Lobos. É ovelha que não só aprendeu a rosnar, mas a raciocinar segundo a índole, filosofia e as regras dos lobos. Bem-aventura a ovelha bilíngue que rosna apenas contra os predadores e não desfere mordidas contra as colegas de infortúnio.

Sobre a alcatéia gaucha que domina há décadas a IASD Brasileira, leia:
O Leviatã Adventista — Download.

IASD brasileira deveria homenagear “apóstatas” e “dissidentes”!

Frederich Dressler, filho de um pastor luterano, na Alemanha, foi expulso de seu país por ser alcoólatra e aproveitando as correntes migratórias para o Brasil, veio parar em Brusque, SC. Ali, para sustentar seu vício, começou a vender literatura adventista em alemão, que recebia de graça pelo correio.

Desse jeito torto, a mensagem adventista começou a chegar a grupos de imigrantes alemães, em Santa Catarina, Rio Grande do Sul, Espírito Santo, Paraná e São Paulo, onde um alemão incentivado por L. R. Conradi fundou a Casa Publicadora Brasileira, imprimindo inicialmente apenas livros em alemão. Continuar lendo

Conheça o Império Adventista do Sétimo Dia (IASD)

A igreja é o império

Sobre esta pedra edificarei a minha igreja, e as portas do Hades não poderão vencê-la. Mateus 16:18

O cristianismo começou como um caminho de salvação, a descoberta de uma nova faceta de Deus, um estilo de vida santo, um chamado para amar Jesus, o desejo ardente de servir ao povo. A igreja era o lugar de ouvir o evangelho, receber a misericórdia divina e viver o amor. Porém, esse perfil não durou para sempre. A vitória do cristianismo sobre seu rival, o paganismo, criou um império alternativo. A ambição pelo poder brilhou nos olhos dos líderes mais graduados. Continuar lendo

Documento da IASD contra a pena de morte contraria opinião favorável de Leandro Quadros. E agora?

Ainda que discordemos da argumentação de Leandro Quadros, repudiamos veementemente a tentativa da liderança adventista de impedir a livre expressão de opinião acerca desse ou de outros assuntos, seja por pastores ou por membros da igreja. O pior é que (1) a Organização adventista não se posiciona biblicamente contra nem a favor da pena de morte, fica em cima do muro; (2) subordina-se em cumplicidade a qualquer forma de Estado, como fez no caso de Hitler, em Rwanda e mais recentemente em Angola; e (3) tenta assim impedir, na verdade, críticas aos Governos.

A publicação do documento da Igreja Adventista do Sétimo Dia contra a defesa da pena de morte foi feita nesta quinta-feira no portal oficial da IASD e recebeu dezenas de comentários que, obviamente, logo serão deletados. Por isso salvamos estes 21 primeiros abaixo. Vários deles fazem referência ao posicionamento do pastor Leandro Quadros, apresentador do programa Na Mira da Verdade:

  • Paulo quando foi julgado apelou a roma onde a pena de morte era aplicada, logo aceitou submeter-se ao julgamento que poderia aplicar essa pena pelo estado. A igreja como organização, é apenas uma comunidade, que era submissa as leis dos estados em que estavam estabelecidas, jamais poderia aplicar a pena de morte. Por não ter autonomia para isso, diferentemente da teocracia do antigo testamento, que era o próprio estado. E Que aplicava as leis civis e cerimoniais. Jesus mesmo submeteu-se a pena imposta pelo estado romano que na época dominava a judeia, mesmo que injustamente. A pena era largamente aplicada na época. Continuar lendo

Evangelismo em casas de Swing: Casal cria site para troca de parceiros cristãos e versículos da Bíblia

Com que objetivo pastores adventistas publicam uma notícia sobre o assunto acima, inclusive entre as “notícias adventistas” do portal oficial da IASD? O casal é adventista? Existiu alguma proposta nesse sentido? Apoiar a romaria de idólatras em Aparecida do Norte não segue o mesmo princípio? Não seria essa também uma “oportunidade evangelística contextualizada”, como defende Michelson Borges? Continuar lendo