Jesuítas infiltrados na IASD modificam livros de EGW na China

Enquanto no Brasil a Casa Publicadora Brasileira tenta impedir judicialmente a distribuição do livro O Grande Conflito, impresso por irmãs leigos em sua versão original, sem alterações ou omissões para tornar seu conteúdo em algo “politicamente correto” de modo que agrade aos adeptos do catolicismo, na China, conforme denúncia do Pastor David Kang, jesuítas infiltrados no adventismo publicam e comercializam uma versão modificada da obra, em que os jesuítas são elogiados, Lutero depreciado e o sábado substituído pelo domingo, entre outras mudanças.

“Anjas da guarda turbinadas” ficam de plantão junto aos túmulos de bebês, segundo Michelson Borges

Michelson Borges desta vez nem fez a barba para gravar o vídeo. Afinal de contas, é Sexta-Feira Santa no calendário católico-adventista e convém aparentar tristeza nesse dia de jejum e contrição para que todos percebam sua elevada consagração…

Mas a primeira novidade é que Ellen White deixou de ser profetiza com inspiração superior à da Bíblia como Michelson Borges defendia ao colocar a palavra dela acima, por exemplo, do que os escritores bíblicos disseram sobre à doutrina da Terra plana. Agora, EGW é citada por ele apenas como “portadora de mensagens espirituais de esperança e aconselhamento para a igreja”. Ou seja, somente conselheira espiritual, como crêem os adventistas europeus… Continuar lendo

Novo livro em português expõe plágios e outras falhas de Ellen G. White

Leia também: Ellen G. White e o Plágio, por Phillipe Hottman

“Quando eu ainda era pastor Adventista, costumava dizer às pessoas para testarem os escritos de Ellen White antes de determinarem se ela deveria ou não ser aceita com uma profetisa; porém, nunca lhes dei qualquer ferramenta ou informação que os ajudasse a examinar essa questão por todos os ângulos. Cabe a qualquer pesquisador sincero em busca da verdade, ouvir as evidências vindas daqueles que a desacreditam, tanto quanto dos que a defendem, antes de tomar uma decisão precisa com respeito à autenticidade profética de Ellen White”.

Clay Peck, ex-Pastor Adventista
Pastor Sênior, Igreja Grace Place
Berthour, Colorado
Continuar lendo

Depoimento de Phillipe Hottman: “Pessoas fortes na fé também saem da Igreja Adventista!”

Ex-pastor adventista, autor do estudo Ellen G. White e o Plágio, conta o que Michelson Borges, Leandro Quadros e Rodrigo Silva jamais dirão para você!

Introdução

“Como alguém pode deixar a Igreja Adventista do Sétimo Dia, a não ser por estar fraco na fé?” Esta era a pergunta que eu fazia quando achava que alguém estava prestes a deixar o barco da única igreja verdadeira.

Infância e Adolescência Continuar lendo

Depois de falar com o marido morto, Ellen G. White autorizou obelisco sobre seu túmulo

Assista e veja o que o Pastor Samuel Ramos afirma sobre o significado do obelisco. Ora, se Deus revelou gestos maçônicos proibidos a Ellen G. White, não teria também mostrado o significado do obelisco? A menos que ela houvesse cometido o pecado de consultar os mortos como Saul e Deus não lhe tivesse mais nada a dizer…

Detalhe: Foi nesse período também, depois do sonho diabólico, que EGW aceitou a doutrina satânica da Trindade, combateu a doutrina bíblica da Terra Plana e transformou o “dom profético” em fonte de renda para si e seus herdeiros.

Leia também:

Comentário de Jemina Gomes:

Neste vídeo o pastor Samuel Ramos em uma reunião com jovens (Sexta Jovem), da Igreja Adventista do Sétimo Dia de Boston, faz alguns comentários onde é claramente dito o real simbolismo do OBELISCO, poste ídolo colocado por Ellen White, ainda em vida por ocasião da morte de seu esposo James White. Continuar lendo

WHITELATRIA: Ellen White virou trinitariana depois que falou com Tiago White já morto!?

Embora creiamos nas visões dadas por Deus a irmã Ellen G. White, não cometemos a desfaçatez de CULTUÁ-LA, numa espécie de “whitelatria”. Nem tudo que ela disse, escreveu ou foi atribuído a ela, merece total crédito como se fossem palavras do próprio Deus. Suas visões foram inspiradas, mas suas opiniões sobre o tema dessas visões, como no caso da “porta fechada”, ou sobre qualquer outro tema não podem jamais ser colocadas em igualdade ou superioridade em relação à Bíblia.

Portanto, pouco nos importa se, como agora publica o Blog Criacionismo do Michelson Borges, Ellen White no fim da vida, depois de ter falado com Tiago White já morto e, talvez, até durante seu período de senilidade, tenha crido ou não na Trindade e tenha usado a expressão “globo” para se referir à Terra. Nossa única regra de fé e prática é a Bíblia, unitariana e terraplanista, como esclarece o Dr. Rodrigo Silva em vídeo publicado hoje.

Nosso Arquivo X da IASD conta toda a lamentável história da apostasia da crença em um Deus único para a idolatria de uma trindade. Mas veja também artigos que já postamos aqui sobre O Sonho Diabólico de Ellen White, que se deixou enganar e ouviu o próprio Diabo como se fosse seu esposo Tiago, já falecido. Para tirar qualquer dúvida, leia o relato dela própria sobre o ocorrido. Clique neste outro link para fazê-lo.

Convém também saber muita coisa que os líderes da IASD, inclusive Michelson Borges, sabem sobre Ellen G. Wnite e escondem de você. Acreditavam, por exemplo, que, depois de morta, ela seria trasladada para o Céu como aconteceu com Moisés! O pastor que oficiou o funeral dela, queria ter se casado com ela… Aliás, houve três funerais dela!

Leia também: Pesquisador adventista disponibiliza novo estudo sobre antitrinitarianismo de EGW

Ellen G. White e a Teoria da Terra Plana — 1

Considerada como profetisa e mensageira do Senhor para a Igreja Adventista do Sétimo Dia, a escritora Ellen G. White (1827-1915) em pelo menos três diferentes ocasiões teve contato com a chamada “teoria da Terra plana” e não viu nela qualquer ligação com aquilo que considerava ser a mensagem de Deus para seu tempo, ou Verdade Presente de então. Nesta série de três artigos, queremos voltar a refletir sobre suas declarações a respeito, entendendo-as melhor dentro de seu contexto imediato e procurando nelas princípios que ainda hoje sejam válidos ao redescobrirmos como adventistas a doutrina bíblica da Terra plana.

Citação da compilação para Obreiros Evangélicos, pág. 314:

Nesta prineira menção de Ellen G. White à Teoria da Terra Plana, que já citamos em publicação anterior, o relato é incluído em um capítulo do livro-compilação Obreiros Evangélicos, que reúne orientações sobre a temática da pregação adventista. À primeira vista, a cosmologia da Terra plana sobre o abismo, coberta por uma abóbada (ou domo) onde estão os luminares e estrelas, que nos separa dos Céus (habitação de Deus), parece ser descrita como mera suposição ou especulação, sem importância eterna e sem relação com nossa obra de restauradores das doutrinas bíblicas: Continuar lendo

Esqueça o filme de Desmond Doss e divulgue este: “Como tudo começou!”

Tudo começou com um grupo de leigos expulsos de suas igrejas por seus ministros oficiais, os quais rejeitavam as “novas doutrinas” defendidas por estes. O filme resume a história do movimento adventista do sétimo dia, produzida para o cinema e escondida pela DSA em seu site oficial:

Veja também:
Conte para o mundo! Super produção cinematográfica revive a história do Movimento Adventista, mas foi ignorada na Conferência GeraL 2015

Faça o download dos materiais em português. Fonte do material promocional: https://telltheworld.adventist.org/pt-br/host/downloads Observe que não é o site Adventistas.Org da DSA. No site da Divisão Sul-Americana não há qualquer referência aparente ao filme “Como Tudo Começou”. Experimente usar o formulário de Busca para tentar encontrar. Como dissemos, essa informação, se existe, está escondida, ou foi acrescentada posteriormente, como já fizeram com os nomes dos líderes da IASD na Argentina.

Estamos muito felizes que você irá organizar um evento do filme “Como Tudo Começou”. Aqui estão os arquivos que você vai precisar. Continuar lendo