Pena de morte: Opinião Adventista X Opinião Católica

Marco-Archer-Cardoso

Lucas 16:8: “Porque os filhos deste mundo são mais prudentes na sua geração do que os filhos da luz.”

Igreja Adventista diz SIM à Pena de morte

Não matarás — Os argumentos contra a pena de morte são válidos?

Todas as vezes que um crime hediondo é cometido, surge a pergunta sobre o que deve ser feito com o criminoso. Tem início uma grande discussão a respeito da pena capital. Desta vez, o que levantou a questão foi o fuzilamento do brasileiro Marco Archer Cardoso na Indonésia, à 0h30 do dia 18 de janeiro no horário local. Ele foi condenado por tráfico de drogas. Outro brasileiro, Rodrigo Gularte, também se encontra no corredor da morte naquele país e pode ter o mesmo destino.

Qual deve ser a posição cristã nesse caso? Como harmonizar o sexto mandamento com as leis que exigem a morte do transgressor? Como conciliar a misericórdia e o perdão de Deus com tais procedimentos? Continuar lendo

Igreja que apoiou Hitler, agora desestimula protesto contra corrupção e roubalheira no Governo Dilma

40904-970x600-1

998457_10152125004167995_1934151654_n1

Depois de apoiar como igreja as ações de Hitler contra os judeus na Europa com argumentação fundamentada na Bíblia, décadas depois, direto do setor de mansões de Brasília, onde residem os maiorais da DSA, a liderança adventista do Brasil repete o erro de legitimar a ação de autoridades corruptas brasileiras, usando para isso argumentos também extraídos da Bíblia e de livros atribuídos ao Espírito de Profecia.

Desta vez, o apoio, expresso na forma de desestímulo à participação de adventistas no protesto contra a corrupção e roubalheira durante o governo Dilma, está documentado em recentes publicações denominacionais na internet. Continuar lendo

Vídeo-documento: Assista e perceba a gravidade do apoio da Igreja Adventista ao Nazismo de Hitler

reinaldowsiqueiraPastores adventistas do sétimo dia, como Reinaldo W. Siqueira (foto) e outros, revelam-se como muitíssimo descarados e atrevidos, ao usarem vestuário que os identifica como mestres judeus em “sinagogas” judaico-adventistas chamadas Beth Bnei Tsion (Templo/Congregação dos Filhos de Sião). Chega a ser um desrespeito com a memória da Humanidade e um deboche contra Israel, depois de tudo que a IASD fez contra os judeus, aliada a Hitler na Alemanha. Vergonha na cara, senhores! É o mínimo que poderiam demonstrar. E parem com essa ladainha de que a IASD será uma igreja vitoriosa e abençoada para sempre. Profecias falsas que não se cumpriramm e jamais se cumprirão, por causa de homens como os senhores à frente da denominação.

VERGONHA! A suposta Igreja Remanescente, menina dos olhos de Deus, uniu-se a Hitler para perseguir aqueles a quem deveria proteger

OS ADVENTISTAS DO SÉTIMO DIA NA ALEMANHA NAZISTA
Por Corrie Schroder

Hitlerod

A Alemanha nazista era um lugar horrível para pequenas igrejas denominacionais porque não tinha nenhuma liberdade religiosa. Contudo, uma pequena denominação que sobreviveu foi a Adventista do Sétimo Dia.

Quando Adolf Hitler subiu ao poder na Alemanha, a denominação dos Adventistas do Sétimo Dia na Alemanha (doravante chamada os adventistas) achava que era o momento para um líder forte na Alemanha. Hitler parecia o melhor candidato por causa de “sua dedicação pessoal e seu abstinência do chá, do café, do álcool e da carne, práticas compartilhadas pelos adventistas; [portanto,] foi recebido como salvador”. [1] Continuar lendo

Vídeos em português e inglês denunciam e lamentam o apoio adventista ao nazismo de Hitler

Narração: Paulo Augusto da Costa Pinto, Rádio Juazeiro, BA, agosto de 2014.

25 de agosto de 2005: Igrejas Adventistas da Alemanha e Áustria Pedem Desculpas às Vítimas do Nazismo.

Por Frauke Brauns

Bielefeld, Alemanha (ENI). Líderes de Igrejas Adventistas do Sétimo dia na Alemanha e Áustria, 60 anos depois do final da Segunda Guerra Mundial declararam que eles “lamentam” em profundo pesar pela participação ou apoio a atividades Nazistas. Continuar lendo

Igreja Adventista chegou a proibir a entrada de Judeus nos cultos durante o Nazismo de Hitler

O palestrante é o pastor Rogel M. N. Tavares, um dos responsáveis pelo trabalho de aproximação com os judeus, desenvolvido pela Igreja Adventista do Sétimo Dia. A palestra versou sobre esse ministério judaico-adventista, que teria como fundamento orientações da profetisa Ellen G. White (1827-1915) em favor dos judeus, as quais só foram atendidas muito recentemente, a partir de 1994. Continuar lendo