Se você estuda no UNASP e acredita na Doutrina Bíblica da Terra Plana…

image_pdfimage_print

…pode nos ajudar! Queremos encontrar mais informações sobre estes dois episódios da História do Adventismo no fim do século XIX:

1. Ministros adventistas da Associação de Nova York adotaram como verdade a doutrina bíblica da Terra Plana. Citado por Dudley Marvin Canright entre 1889 e 1914 no livro “Seventh-day Adventism Renounced”. Continuar lendo

Lição máxima do Evangelho da Terra Plana na “visão do milharal”

image_pdfimage_print

Foi com tristeza que dia desses vi um articulista da Revista Adventista online, identificado como Adenilton Tavares, mestre em Ciências da Religião, professor de grego e Novo Testamento na Faculdade Adventista da Bahia e que está cursando o doutorado em Novo Testamento na Universidade Andrews (EUA), referir-se “a um lugar longínquo no Universo, a que chamamos de Céu”, “algum lugar distante de todo barulho que se faz aqui deste lado do Universo”, ou, como insinua o título do artigo, um “Outro Planeta“.

A motivação para minha tristeza foi, primeiro, o distanciamento entre Deus e a humanidade promovido pela crença em um Universo em contínua expansão, com seus bilhões de galáxias e sistemas planetários, contrariando a cosmologia hebraica e bíblica. Em segundo lugar pela evidente descrença de nossos líderes doutrinários na proximidade de Deus, que habita a abóbada celeste, onde estão Seu trono e santuário, segundo a doutrina bíblica da Terra Plana, acima do abismo (ao qual devemos evitar!) e muito perto do Céu (para onde queremos ir!) Continuar lendo

TERRA PLANA — 3ª Resposta às perguntas de Michelson Borges: Mais uma idiotice monstro no currículo da IASD!

image_pdfimage_print

3. Será que eles não têm mais o que fazer [na NASA]? Será que não haveria uma forma mais barata e menos complicada de atacar a religião?

De fato, um milhão e meio de dólares é um valor baixo, irrisório mesmo, quando se calcula o Custo Por Milheiro dessa compra de opinião pública favorável no meio adventista mundial. Basta dividir o total do investimento por 20 mil milheiros, que correspondem aos alegados 20 milhões de adventistas em todo o mundo…

Setenta e cinco dólares será o CPM dessa transação da Nasa com a IASD, U$ 0,075 (sete centavos e meio de dólar) por membro da IASD, se o pagamento desse montante vier a ocorrer. Contudo, o tal físico da Andrews sequer precisa entregar um resultado positivo em sua pesquisa, pois a simples publicação da notícia já favoreceu a Agência Espacial Americana. O que interessa mesmo para a Nasa é primeiramente o resgate da credibilidade em massa através de notícias favoráveis no órgão oficial de uma denominação religiosa como a IASD. Continuar lendo

TERRA PLANA — 2ª Resposta às perguntas de Michelson Borges: Não se envergonhe de crer na Bíblia, professor!

image_pdfimage_print

2. Será que a grande preocupação dessa instituição [NASA] é mesmo refutar a Bíblia, indo contra um ilusório dogma da terra plana?

Não, “mestre” Michelson, essa é hoje a grande preocupação da instituição Igreja Adventista do Sétimo Dia, através de homens como o senhor, que afirma com todas as letras “insisto em combater os terraplanistas”. Continuar lendo

TERRA PLANA — 1ª Resposta às perguntas de Michelson Borges: O Diabo é o Pai da Nasa!

image_pdfimage_print

Novos ataques de Michelson Borges contra a doutrina bíblica da planura da Terra e a proximidade do Reino celestial. Enquanto defende a Nasa e a teoria da esfericidade da Terra, o jornalista e teólogo responsável pelo blog Criacionismo, alegoriza a Bíblia, menosprezando as informações de Gênesis 1 sobre o modelo do local criado por Deus como lar para a humanidade. Continuar lendo

TERRA PLANA: Perguntas de Michelson Borges em relação à aliança da IASD com a NASA

image_pdfimage_print

O portal de notícias da Igreja Adventista do Sétimo Dia na América do Sul noticiou hoje que “Jay Johnson, professor de Engenharia da Universidade Andrews, instituição administrada pela Igreja Adventista do Sétimo Dia nos Estados Unidos, foi notificado recentemente de que duas propostas de subsídios para um estudo no qual ele é pesquisador foram selecionadas pela agência espacial norte-americana (Nasa). O aporte de aproximadamente 1,5 milhão de dólares financiará dois projetos de pesquisas diferentes, porém relacionados. Continuar lendo