Diário do Fim do Mundo: Papa defende a Evolução, Padres não acreditam em Deus e outros absurdos…

cnot_7548[3]

As notícias que selecionamos para compor esta postagem demonstram que o Papa, seus subalternos e aliados ecumênicos avançam em sua agenda para disseminar o descrédito na Bíblia, começando pelo Gênesis, que é a base de todo o Evangelho de Cristo. Desta vez, não pretendem proibir a Bíblia, mas desacreditá-la, negando-lhe a literalidade, como já fazem os teólogos adventistas em relaçãoa Gênesis 6. Continuar lendo

Vídeo-documento: Assista e perceba a gravidade do apoio da Igreja Adventista ao Nazismo de Hitler

reinaldowsiqueiraPastores adventistas do sétimo dia, como Reinaldo W. Siqueira (foto) e outros, revelam-se como muitíssimo descarados e atrevidos, ao usarem vestuário que os identifica como mestres judeus em “sinagogas” judaico-adventistas chamadas Beth Bnei Tsion (Templo/Congregação dos Filhos de Sião). Chega a ser um desrespeito com a memória da Humanidade e um deboche contra Israel, depois de tudo que a IASD fez contra os judeus, aliada a Hitler na Alemanha. Vergonha na cara, senhores! É o mínimo que poderiam demonstrar. E parem com essa ladainha de que a IASD será uma igreja vitoriosa e abençoada para sempre. Profecias falsas que não se cumpriramm e jamais se cumprirão, por causa de homens como os senhores à frente da denominação.

VERGONHA! A suposta Igreja Remanescente, menina dos olhos de Deus, uniu-se a Hitler para perseguir aqueles a quem deveria proteger

OS ADVENTISTAS DO SÉTIMO DIA NA ALEMANHA NAZISTA
Por Corrie Schroder

Hitlerod

A Alemanha nazista era um lugar horrível para pequenas igrejas denominacionais porque não tinha nenhuma liberdade religiosa. Contudo, uma pequena denominação que sobreviveu foi a Adventista do Sétimo Dia.

Quando Adolf Hitler subiu ao poder na Alemanha, a denominação dos Adventistas do Sétimo Dia na Alemanha (doravante chamada os adventistas) achava que era o momento para um líder forte na Alemanha. Hitler parecia o melhor candidato por causa de “sua dedicação pessoal e seu abstinência do chá, do café, do álcool e da carne, práticas compartilhadas pelos adventistas; [portanto,] foi recebido como salvador”. [1] Continuar lendo

Vídeos em português e inglês denunciam e lamentam o apoio adventista ao nazismo de Hitler

Narração: Paulo Augusto da Costa Pinto, Rádio Juazeiro, BA, agosto de 2014.

25 de agosto de 2005: Igrejas Adventistas da Alemanha e Áustria Pedem Desculpas às Vítimas do Nazismo.

Por Frauke Brauns

Bielefeld, Alemanha (ENI). Líderes de Igrejas Adventistas do Sétimo dia na Alemanha e Áustria, 60 anos depois do final da Segunda Guerra Mundial declararam que eles “lamentam” em profundo pesar pela participação ou apoio a atividades Nazistas. Continuar lendo

Igreja Adventista chegou a proibir a entrada de Judeus nos cultos durante o Nazismo de Hitler

O palestrante é o pastor Rogel M. N. Tavares, um dos responsáveis pelo trabalho de aproximação com os judeus, desenvolvido pela Igreja Adventista do Sétimo Dia. A palestra versou sobre esse ministério judaico-adventista, que teria como fundamento orientações da profetisa Ellen G. White (1827-1915) em favor dos judeus, as quais só foram atendidas muito recentemente, a partir de 1994. Continuar lendo

Gigantes da Bíblia: Quatro excelentes perguntas de um leitor em dúvida!

hercules_2014_movie-wide

1. Por que Satanás deixou de “brincar” com o DNA?

Temos vários artigos que mencionam a continuidade dessas experiências satânicas, até porque cremos que a intensificação dessas manipulações genéticas é também um dos sinais de que o fim está próximo.

O Dilúvio veio para pôr às experiências demoníacas de amálgama antediluvianas, cujos resultados terríveis entre os animais e contra os seres humanos, levaram Deus a Se arrepender pela Criação e decidir zerar tudo e recomeçar quase do zero, salvando apenas a família de Noé, o único encontrado “perfeito” ou “puro” em suas gerações (ou genética). Continuar lendo

Teólogo do Unasp escreveu artigo contra a teoria dos gigantes antediluvianos

pr reinaldo

Houve batalha de egos entre professores do Curso de Teologia do Unasp no ano de 2005. De um lado, o professor Rodrigo Pereira da Silva, arqueólogo que localizou evidências dos gigantes bíblicos no Deserto de Bayuda, no Sudão. Do outro, o professor Reinaldo W. Siqueira, também Ph.D. e Professor de Antigo Testamento. Este segundo, publicou na revista Kerygma – Revista Eletrônica de Teologia Curso de Teologia do Unasp, edição do 2º. Semestre de 2005, págs. 37-47, artigo em que tenta negar o nascimento de gigantes como resultado da interação entre “anjos caídos” (filhos de Deus) e “fêmeas humanas” (filhas de Adão ou filhas dos homens). Continuar lendo

Onde está escrito que, na Terra, os anjos caídos poderiam fazer sexo com fêmeas humanas?

AngelsEmbrace

Já demonstramos aqui no site, com comprovação fotográfica, que a iconografia adventista admite a existência de “anjos” fêmeas, com seios e outros atributos femininos bem evidentes. Isto fica muito claro nas imagens de escultura que formam um quadro da suposta volta de Cristo, encomendadas para servir como decoração na sede da Associação Geral. Continuar lendo

Mateus 22:30 — Piada de Jesus matou pegadinha e ridicularizou saduceus

3-elders-judging-church-discipline

Quando alguém cita Mateus 22:30 como resposta para a pergunta “Podem os anjos fazer sexo?”, está mentindo na cara dura porque esse não foi o questionamento dos saduceus para o Mestre. O próprio Evangelho de Mateus afirma que eles não acreditavam na ressurreição e com aquela “pegadinha” da viúva sem filhos que ficou com os seis cunhados, pretendiam colocar a Cristo numa posição desconfortável para ridicularizá-Lo e “provarem” que a ressurreição era uma crendice. Continuar lendo

Rodrigo P. Silva foi ao Sudão e encontrou evidências de uma tribo de gigantes guerreiros

gigantes-no-sudaoDepois de vários meses de pesquisa e solicitações aos leitores, conseguimos localizar o documento que confirma a viagem do Dr. Rodrigo P. Silva ao Sudão, em busca de evidências dos gigantes mencionados em Gênesis e outros livros do Antigo Testamento. Coincidentemente, esse é o único número da Revista Criacionista não disponibilizado em seu acervo online e Continuar lendo