Jesus Cristo, gerado para salvar

Ainda que era Filho, aprendeu a obediência, por aquilo que padeceu. Hebreus 5:8

Certo dia, não faz muito tempo, assisti pela tevê, uma reportagem que falava a respeito de um casal e sua luta para salvar um dos filhos que sofria de um tipo de câncer que somente teria cura com um transplante de medula. Mas para tristeza e aflição daqueles pais não se encontrava um doador compatível! Eles dariam tudo! Fariam tudo! Mas não havia muito que fazer, até que a equipe médica apresentou uma possibilidade de cura, outro filho a ser gerado, o qual não sei explicar as razões, mas, segundo eles, seria totalmente compatível para ser doador de medula para a criança enferma. Os pais não pensaram muito e seguiram aquele plano, geraram um novo filho que após o nascimento veio a ser o doador e salvou o irmão mais velho!

Hoje meditando no grande plano da redenção da humanidade, me veio à mente esta experiência, e, então, pude vislumbrar, mesmo que não haja muitos versos claros na Palavra de Deus, mas pelo contexto geral e a forma como vislumbramos o amor de Deus, sua Onisciência, e a Pessoa maravilhosa de Seu Unigênito Filho: JESUS. Podemos perceber que o drama vivido por aqueles pais, mesmo que de uma maneira pálida e incapaz de refletir toda a realidade da experiência Divina, serve de alegoria do que Deus e Jesus fizeram por nós e compreendermos o porquê de assim ter acontecido.

Sei que não temos total informação na Palavra Escrita, mas pelas informações bíblicas disponíveis, creio que não é pecado imaginarmos que em um momento da eternidade Deus existiu por algum tempo (anos, séculos, milênios etc., não se pode precisar) antes de Seu Filho Jesus existir, bem como, antes da criação do universo e qualquer criatura. Certamente Deus deve ter planejado de forma extraordinariamente meticulosa, como tudo seria criado, e como onisciente que é vislumbrou toda a revolta de Lúcifer e o pecado de Adão e Eva!

Como quem vê o fim antes do começo, nasceu no coração de Deus um plano para consertar aquilo que o livre arbítrio traria a sua futura criação. Com certeza neste plano foi considerado algumas possibilidades de como salvar aquilo que iria ser criado, afim de que sua obra fosse perene ou eterna e houvesse compatibilidade entre a liberdade e a harmonia entre criaturas e Criador.

Certamente, a priori, podemos ver Deus disposto a sacrificar sua própria existência para que sua futura obra se eternizasse, mas havia uma incompatibilidade, DEUS É IMORTAL! Cremos que foi ai que se vislumbrou a geração de um Filho que fosse o “doador compatível”! E, misteriosamente para nós, a onisciência Divina via que aquele Filho seria a imagem de Seu Ser: tão amoroso quanto Ele; tão misericordioso quanto Ele; tão fiel quanto Ele; um autentico reflexo de Seu Caráter! O único capaz de eternizar os Seus objetivos: uma criação eterna e harmônica, onde o livre arbítrio seria exercido submisso pela fé no Criador.

É perfeitamente compreensível que o Filho (Jesus) teria que envolver-se na obra do Pai (Deus), a criação de todas as coisas e de todas as criaturas, a fim de que tivesse responsabilidade e amor por tudo e por todos! O Pai concedeu poderes ao Filho, e o Filho e o Pai criaram o universo e todas as coisas, todos os seres celestiais, e por último, a humanidade “Ele estava no princípio com Deus. Todas as coisas foram feitas por ele, e sem ele nada do que foi feito se fez. João 1:2-3” “Estava no mundo, e o mundo foi feito por ele, e o mundo não o conheceu. João 1:10”.

Não se trata de considerações para serem dogmatizadas, mas para serem avaliadas e consequentemente despertar-nos o forte desejo de estudar mais a Palavra de Deus em busca de conhecimento sobre os atributos Divinos e da Pessoa de Jesus. Este é o objetivo destas meditações sobre o nosso Criador e Soberano Senhor de tudo e de todos: DEUS.

Fraternalmente,

Heráclito Fernandes da Mota

44 comentários em “Jesus Cristo, gerado para salvar”

  1. em meu post do dia 17/06 no topico -jesus cristo gerado para salvar-. por equivoco pessoal, a supressao exprecoes minimas geraram distorcao de pensamento e conteudo. fato constatado por mim tardiamente, solicito por obsequio ao gerenciador do site a oportunidade de correcao ,deletando p/ que possa ser reescrito em corretamente conprencivel.

  2. Constantemente ouvimos alguem arrogando autoridade e em absoluta siceridade dizer:um ser criado nao poderia morrer em meu lugar so um deus. de quem sera que herdamos tal consepcao ? ,Ou onde sera que esta escrito isso?Jesus o filho unigenito de Deus . e meu suficiente unico salvador seus meritos sao assombrosamemte infinitos.seu amor pela humanidade similar ao do pai e definido como imensuravel .E se nao bastasse enviado de e por Deus. Digno e o cordeiro de Deus.

    1. A morte de Jesus em nosso lugar pode ser um mistério, mas é uma certeza. Jesus não foi apenas um bom Homem; não foi apenas um exemplo positivo; não foi apenas um mártir. ELE foi nosso substituto. ELE morreu “pelos nossos pecados” (I Cor.15:3) para que fôssemos redimidos das garras do mal. Negar essa realidade histórica é negar o poder e o propósito do evangelho.
      Aqueles que negam a DIVINDADE de Jesus , negam a origem da salvação; aqueles que negam a HUMANIDADE de Jesus rejeitam o método da salvação. SÓ AQUELE QUE É DEUS TEM O PODER DE SALVAR.”

      1. quem foi que disse isso ;ou onde esta tal afimativa original porque relutar contra o cordeiro de DEUS que tira o pecado do mundo . o dignissimo e unigenito filho de DEUS o meu amado e unico SENHOR . E o cordeiro de deus. E tendo sido ativo e autor na criacao bem como redencao .reinara p/ sempre com o PAI .porque tantas disputas ate insanas e irracinais se a verdade e harmonica ,pacifica e cnfortadora.DEUS E PAI E NAO PADRASTO. JESUS E FILHO LEGITIMO HONRADO E MERITOSO.

    2. Jesus nos foi enviado para salvar a humanidade, Ele é, portanto, a nossa salvação, mas o nosso redentor é o Pai (Assim diz o Senhor, Rei de Israel, seu Redentor, o Senhor dos exércitos: Eu sou o primeiro, e eu sou o último, e fora de mim não há Deus. (Isaías 44:6). Sem Jesus não há salvação para o homem, e sem o Pai dele (nosso Pai) não haverá salvador. Eu penso que isso deveria ser enfatizado sempre que se falasse ou escrevesse sobre este assunto. Há, a meu ver, uma tendência de deixar o Pai de lado quando se fala de amor, salvação e afins e todas as “tribos” cristãs. O seu artigo está excelente. Um abraço.

  3. Caro Luiz Sousa: Muito bem cvolocado, o caso de Ananias e Sfira nada tem hav er com dízimo mesmo, pois os Apóstolos de JESUS e seus seguidores não devolviam dízimo, mas entregavam trudo aos pes dos apostolos Atos 4.37, e Ananias com sua esposa querendo demonstrar aos irmãos que tambem estava enganjado na obra,como tem muitos hojes que fazem omesmo, procurou enganar a irmandade, só que na realidade DEUS sabe e ver os intentos do coração do homem, revelou a Pedro atravez do Seu espirito santo, a hipocrizia desses dois e o resultado foi a morte, como acontecerá com a volta de Jesus, muitos morrerão, pelas mentiras que em nome de Deus e de Jesus, tomam dos incautos e atrrorizados por não ter direito a vida eterna porque estão roubando a DEUS nos dízimos e ofertas, usando esse estelionato para enriquecerem a cupula das denominações, que desviam esse dinheiro, para comprar tudo que o mundo oferece, enquantos os doadores são expoliados dos bens minimos para seus familiares e o proprio contribuinte. Você contribue com o dízimo e ofertas durante toda a sua vida na hora que precisar da ajuda desse espertalhões, eles vão lhe responder que você esta passando por dificuldades é porfque você não devolvido um dízimo honesto. Nós vemos os senhores das igrejas cada vez mais ricos e os doadores cada vez mais pobres. Veja que aberração o apostolo Valdomiro, uns dias desse estava pedindo o dízimo em tres dimensão , ou seja: 10%, para deus pai, 10% para deus filho e 10% para deus esperito santo, veja até que ponto chega o descaramento desse exploradores da humanidade, durma com uma zuada dessa e acorde com a cara bonita. Fique com DEUS. Amem.

  4. Desculpe, não quero parecer grosseiro, antes de mais nada li as regras do forum, e você diz ali que se basia na Bíblia Sagrada, ok, só que não parece. Até o Zacharia Stchin tem mais coerência, e olha que o pesquisador parece que acreditava em vários deuses e toda aquela coisa da Suméria. Quando você diz que que Deus deu poderes ao filho, o texto fica amadoresco, desculpe a franquesa, parece que Deus criou um robô, quando na verdade Deus deu o seu único Filho, quando vc diz que Deus deu poderes parece coisa da liga da Justiça, heróis do Stan Lee. essa do ‘dar poderes” eu achei muito pesada então acabei caricaturizando, mas quando vc diz: “Certamente, a priori, podemos ver Deus disposto a sacrificar sua própria existência para que sua futura obra se eternizasse” Onde está escrito que a criação vai ser eterna? Alguns serão, mas não a criação toda, e Deus não sacrificou a sua existência, se quer correu o risco, ele correria o risco se colocasse um de nós para isso, Pai e Filho são um, a Bíblia diz que quem vê o Filho, vê o Pai, não tem essa de dar poderes, desculpe mas sua idéia nos leva a pensar que Jesus foi cencebido na prancheta do Stan Lee ou do John Buscema, ou Burnie Hogarth. Mais vele seguirmos o que está na Bíblia para não incorrermos em erros grosseiros, do que tentar imaginar o que Deus quis fazer quando …. e ai então incorremos em erros grosseiros e muitas vezes cometemos algum pecado, por exemplo o pior de todos contra o Espírito de Deus. Meu querido, que Deus te abençõe, que te faça refletir melhor sem idéias fantasiosas, mete o joelho no chào, clame, ore, chore, se humilhe à Deus meu querido, leia a Bíblia com muita atenção, tranquilidade, pedindo sempre apoio do Espírito Santo para que te ajude. Muitas vezes lemos o mesmo capítulo anos a fio, mas em determinado momento é que nos damos conta de algo que nào haviamos notado, espero que isso aconteça com você e que você transforme seu Forum/Blog, num blog onde muita gente possa vir aqui, adquirir conhecimento que o leve a uma comunhão com Jesus e não que tenha mais dúvidas, nem todos são letrados, muitos têm sede, e precisam da Água Viva. Um forte abraço

  5. Gostei da comparacao do irmao heraclito, um ser sendo gerado para dar a vida ao seu irmao.

    Yeshua disse que “Ninguem tem maior amor do que dar a vida pelos seus amigos”

    e foi iso que fez.

    Um exclarecimento:

    Bereshit em hebraico é inicio, principio mas do planeta Terra e nao do universo.

    Quando Joao fala todas as coisas foram cridas por Ele…Esta se referindo as coisas terrenas e nao universais.

    Alguns Rabinos da antiguidade falavam do messias nestes termos:

    Rabino Shmeon Ben Yochai, Zohar. parte II página 212a e III página 218a, Amsterdã Ed.: Há no jardim de Éden um
    palácio chamado: ‘O palácio dos filhos da enfermidade, este é palácio que o Moshiach entra, e chama sobre si cada doença, cada dor, e cada castigo de Yisrael: então
    todos vêm e caem sobre Ele. e assim tirou o peso de Yisrael, e os levou sobre
    si mesmo. Não havia nenhum homem capaz de carregar a punição de Yisrael por
    causa da transgressão da Torá; este é aquele do que é escrito, Verdadeiramente
    ele tomou sobre si (Isa.53, 4). – Enquanto lhe dizem (o Messias) da miséria de Yisrael em seu cativeiro, e daqueles infiéis entre eles que não atenderam em
    conhecer seu Senhor, Ele (o Moshiach) levanta sua voz e chora
    para pelas iniqüidades e infidelidades deles; e assim escreve-se, “ele foi
    ferido por causa de nossas transgressões” (Isa.53,5). Midrash (em Ruth
    2.14)

    Entao nada a ver o homem precisar que D-us morra pra salvar o homem.

  6. Deletaram meus comentários? Nao entendi… Gostaria de ouvir os contra-argumentos…. Se eh que existem…… Bem crista sua atitude…. Cade o livre debate? Triste….

  7. Só pra completar meu outro post…. (q ainda não vi publicado)….

    Apocalipse 14:12
    Aqui está a perseverança dos santos, os que guardam os mandamentos de Deus e a fé em Jesus.

    os mandamentos de Deus incluem o SÁBADO…. se é a perseverança dos Santos… é os faz diferentes…. são os que perserveram… os outros não perseveram…

    E os que perseveram na fé em Jesus… esta também é a perseverança dos santos…. é o que os faz diferentes.. já que os outros não perseveram…

    Quem não persevera nestes pontos não é Santo.

  8. Relendo os comentários deste artigo, já uma vez anterior, pretendia dirigir-me a essa que se chama REGINA LISBOA, que postou em 01/01/12, mas não o fiz anteriormente.
    Achei impressionante que alguém que alega ter 2 “doutorados”, não ter a menor ideia do que seja um “fórum”, especialmente quando tal pessoa diz ser “advogada”.
    Essa pessoa, se é verdade o que disse, quanto à sua formação acadêmica, não sei como teria conseguido tais títulos, pois ao que parece não tem a menor idéia do que seja uma “tese”, nem ao que se presta uma tese.
    Muito provavelmente nunca defendeu uma tese, ou se porventura algum dia o fez, mesmo que a tese a qual ela tenha defendido, se rejeitada, ele certamente se considerou “A DONA DA VERDADE”! Naturalmente a verdade dela, e mesmo que sua tese não tenha prosperado, ainda continuou se achando com a “razão”.
    Só para lembrar a ela, um dia os cientistas de antanho pensaram ter descoberto a menor partícula da matéria, e então resolveram dar-lhe o nome “átomo”. Pouco tempo depois descobriu-se que essa partícula era composta por outras, que hoje já se sabe também são composta por outras…
    Assim, REGINA LISBOA, não se considere toda sapiente!
    Se vc tiver boa vontade de aprender, aprenda:
    1. Este site é um “fórum”!
    2. As teses aqui apresentadas, podem não ser a mais absoluta verdade, são teses que podem ser aceitas ou não.
    3. Como as teses aqui postadas, pela origem do site, tem um manual básico, chamado “Bíblia Sagrada”, os examinadores, apesar de não formar uma “banca examinadora” de pós graduação, podem se expressar, concordar ou discordar; sem que isso, absolutamente não são provas de estarem com a “verdade absoluta”, mas pode ter a “verdade daquele que nela acredita”.
    4. A verdade absoluta, um dia, só os puros de coração, terão o privilégio de conhecer.

    1. é verdade que imaginar não é pecado, mas como tudo tem um porém, esse tipo de imaginação já é uma profanação, tenha mais cuidado quando for expressar as suas imaginações, ah leia também o livro de joão capitulo 1 ai depois volte e refaça a sua tese, caso contrário envente outra tese para justificar essa!

  9. Miller Reconheceu seu erro, porém nem todos os seus seguidores estavam dispostos a abandonar essa mensa­gem. Ellen G. White, a papisa adventista, deu continuidade ao fiasco cometido por William Miller quando esse calculou a volta de Cristo para 1844. Nascia uma nova seita. Mais a frente explicaremos o que realmente aconteceu nesse ano e o que Miller calculou.

  10. AFF… Loucos
    William Miller em 1840
    Uma das profecias mais conhecidas sobre o apocalipse que também fracassou. William começou a dizer que o mundo ia acabar e Cristo voltaria, prevendo um grande incêndio entre março de 1843 e março de 1844. Mesmo mudando a data para outubro, o fim nunca chegou. Os seguidores de Miller formaram a Igreja Adventista do Sétimo Dia.

  11. Procure obter uma aula com o professor rodrigo silva e obtenha conhecimento de verdade, antes disso não rotule-se como um ignorante como tem feito.

  12. Quantos pregadores eloquentes aqui nesse site, qts debates teológicos nessa página; mas vcs estão esquecendo que esse conhecimento e essas teorias não os levam a lugar nenhum. vcs deveriam estarem pregando para os peixes fora do aquario e deixar esse lero lero que não convence ninguem. vão pregar para as prostitutas, pros mendigos, para os meninos de rua, e pára de criticar a IASD. se vcs acham q n tem ES e q ele n é uma pessoa e etc e tal, ficam c isso pra vcs.

  13. Bonita ilustração porém sem base bíblica para apoio. Antitrinitarianos esquecem que um ser ciado não pode dar a vida por outro a não ser por ele mesmo! somente alguem com a vida em si, não emprestada, não derivada, poderia dar a vida para salvar outra! Um ser criado só poderia dar a vida por si mesmo!

    1. Existe uma grande diferença entre ser criado e ser gerado, a geraçao vem de vida para vida por origem direta substancia da substancia , a criaçao vem do nada para a vida um milgre direto fruto de poder criador

  14. Voces deste site não tem o que fazer?
    Vocês devem ser alguém que foiexcluído desta igreja, pois ou tem enorme inveja ou faltam competencias em vocês. Tem tantas religiões por ai roubando o dinheiro do povo, mentindo em nome de Deus, fazendo tantas aberrações, e voces vivem criticando unicamente uma igreja tão séria como essa adventista do sétimo dia. Sinceramente, acho que sou uma pessoa bem esclarecida, sou jornalista, advogada, dois doutorados, e tenho lido alguns texto pobres de voces e não conbsigo enxergar outra coisa, a não ser invejas, falta de competencia e nada mais que isso. Vão caçar o que fazer.

    1. dra,jornalista,advogada com dois doutorados,pelo jeito vc não sabe do que vc está falando,estamos aqui para defender nossa fé,que é derramada sobre nós pelo poder do nosso criador.

    2. Que prepotência, esses seus diplomas não servem de nada para a compreensão da verdade, veja o que diz as escrituras:
      Mateus 11:25 a 27

      Naquele tempo, respondendo Jesus, disse: Graças te dou, ó Pai, Senhor do céu e da terra, que ocultaste estas coisas aos sábios e entendidos, e as revelaste aos pequeninos.

      Sim, ó Pai, porque assim te aprouve.

      Todas as coisas me foram entregues por meu Pai, e ninguém conhece o Filho, senão o Pai; e ninguém conhece o Pai, senão o Filho, e aquele a quem o Filho o quiser revelar.
      Não adianta ser Advogada, Juíza, etc , a verdade é revelada aos humildes que a buscam.

    3. Infelizmente, toda vez que abro esse site de vocês, noto quer vocês estão beirando a loucura!
      As idéias de você são totalmente contra a verdade biblica; estão levantando doutrinas estranhas, coisas absurdas. Estão negando a essência do cristianismo, estão fazendo a obra do demônio, o diabo é o grande inspirador de vocês, e vocês o seguem cegamente! Vocês estão espalhando doutrinas de demônios! Esse texto que vocês acabaram de publicar, negando a divindade e a natureza etrena de Jesus, mostra a quem vocês realmente seguem (satanás).
      Que Deus tenha misericórdia de vocês, que vocês abram os olhos enquanto há tempo, pois estão cegos, iludidos, lunáticos e fascinado por esse fanatismo absurdo!

    4. Regina, penso que não leu no artigo as boas intenções do escritor ao tentar explicar o papel do Filho na criação. Usou um pouco a fantasia, o que não é pecado, pois ele não pretende transformar as suas divagações em dogmas nem em fundar igrejas, ao contrário de muitos líderes de igrejas evangélicas ou mesmo adventistas. Falando nesta última, por experiência própria, sei que nem todos os seus membros são honestos, inclusive são capazes de furtar ( pequenos objectos que usam no trabalho e que foram pagos por quem lhes dá o serviço )e de extorquir dinheiro ( levar preços absurdos por serviços de 15 minutos). Se não dão bons exemplos, significam que atuam como hipócritas nas horas do culto quando cantam louvores de forma emocionada e fazem discursos bonitos. É claro que o lesado é um não adventista!

    5. Doutora Regina Lisboa: Como a sra. é petulante com seu orgulho de tantas formaturas e ainda não tem conciencia que esse saber diante de Deus é loucura, a sra. sabe que teve um imperador romano que fez de seu cavalo um “Senador” membro do senado romano e mesmo assim, não consegiu transformar o seu cavalo em um ser pensante? Só para sua menditação. Que Deus tenha misericordia da sra. e de mim tambem, um dia haveremos de nos encontrar com o DEUS todo Sábio, para da contra de nossas palavras tanto escrita como falada e é por essas que seremos julgado, assim disse o Senhor Jesus Cristo, eu creio que assim será, fique com DEUS. Amem.

  15. Gostei da tentativa. Sempre defenderei a iniciativa e liberdade de expressão.
    No entanto, se me permitir, tenho alguns problemas com esta posição. Primeiramente, a analogia estaria correta se houvese base bíblica para isto. Mas apoio a iniciativa e a criatividade. Segundo, sua posiçào cria um dilema sério com relação à essência Divina. Neste sentido, temos duas possibilidades, me parece. O lado que escolhemos ficar, vai refletir ou o absurdo, ou a coerência de sua sugestão. Ou seja, temos que decidir se Deus é o que é porque ele tem livre arbítrio para escolher o que Ele deseja ser, ou Ele é o que é porque é assim que Ele é e não tem escolha. Em certo sentido, está limitado pelo que É.

    Se Ele não tem escolha de ser o que deseja ser, então sua sugestão poderá fazer sentido, mas se Ele é dotado de livre arbítrio e tem poder para ser o que bem entender ser, então Deus não precisaria criar outro Ser eterno, divino, igual a Ele mesmo mas “metade” homem para poder salvar a raça humana. (De fato não sei bem se Cristo foi criado já com metade natureza humana, Ou se só assumiu a natureza humana aqui com um propósito específico Ou mesmo se continua com a natureza humana até hoje ou voltou a ser só Divino). Isto não importa aqui, mas a questão é se Deus tem poder para criar tal Ser, e tem livre arbítrio para decidir ser o que bem entender, então porque Ele mesmo não se transformou em “metade” homem e veio Ele mesmo, enquanto Sua outra metade divina permaneceria no céu fazendo o que cabe a um Deus amorável do Unvierso fazer???

    Terceiro, Se Deus, em sua onisciência, já teria privisto (ou visto) a queda do homem, como é que Ele não previu então a Si mesmo criando outra criatura, desta feita “metade” Deus e “metade” homem para salvar a raça humana? Como que pode, em suas próprias palavras, “nascer um plano no coração” se o Ser já ante viu desde a eternidade, a concretização do plano? Como pode um ser ver o fato, para só depois planejá-lo?
    Um abraço em Cristo.

    1. Muito bom seu argumento, como disse um certo pregador :
      “Se Emanuel não significa Deus conosco então estamos sozinho”.
      Um abraço em Cristo.

  16. Este é o grande problema que vejo, na doutrina da “geração do Filho de Deus na eternidade”. Se Jesus foi gerado “de dentro de Deus”, como se crê, então não há como negar que Ele é também um ser “imortal”, pois Um ser imortal não geraria outro ser, de sua mesma substância – porém mortal. O ensino de “duas gerações” – uma na eternidade e outra no ventre de Maria, não é bíblico. Jesus começou sua existência apenas no ventre de Maria e a bíblia confirma isto. (Lucas 1:30-35; Mateus 1:18-20). A meu ver, ensinar que Jesus foi gerado por Deus na eternidade, fere o principio da humanidade plena de Jesus e de certa forma admite-se a doutrina da trindade, apenas mudando os termos…. Saudações…

  17. PLANO DA REDENÇÃO = EVANGELHO ETERNO
    Muito boa essa ilustração do irmão Heráclito!
    O Eterno também utilizou ilustrações, parábolas, para ensinar aos humanos, verdades das mais sublimes, entre elas a principal: A salvação e o Salvador.
    Inicialmente se utilizou de um cordeirinho para promover a primeira proteção da vergonha do pecado, lá no Éden.
    Depois estendeu para outros, inocentes, animais, desde que “limpos” para ilustrar o Plano da Redenção.
    Porém, a maior ilustração provida, tem uma abrangência muito mais ampla, e o Onisciente, sabendo que iriam surgir “teorias” errôneas no final dos tempos, teorias humanas mas instigadas pelo inimigo, resolveu ilustrar, para nos advertir e nos mostrar de uma forma mais ampla, sábia e completa.
    Escolheu um exemplo humano e vivo para ser a maior parábola do Evangelho Eterno, o Plano da Redenção.
    Escolheu um homem, na era patriarcal, chamado Abrão.
    Conduziu as circunstâncias, através do “tempo”, bem como de um impedimento fisiológico, a esterilidade de sua esposa, Sarai. Quando Deus o chama, ele contava 75 anos, ela 65.
    A palavra do Senhor, o nascimento de um filho!
    O tempo e a circunstância, conspirando contra a palavra, passados alguns anos, ainda com alguma esperança, mas ao mesmo tempo tendo perdido a esperança, Abrão propõe a “adoção” de um filho: Eliézer.
    Deus diz: NÃO. O Senhor, sabedor, por ser onisciente, que iria surgir uma “teoria” sobre a origem do Divino Salvador, que prega ser Ele, um “filho” funcional, ou seja que apenas fez um papel de filho, como filho adotivo por ocasião de sua passagem por esta terra, mas que seria um co-igual, sempre eterno, sem vínculo filial, ou seja um companheiro que faria um papel de filho; disse para Abrão e para todos os que acreditam em Deus, NÃO é assim!
    Quando as possibilidades naturais, passados mais alguns anos, possivelmente Sarai já contasse mais de 70 anos, cessando-lhe o tempo de reprodução, depois da volta do Egito, tendo sido trazida uma serva egípcia, Hagar; a concepção humana elabora outra vez, o Plano da Salvação (humano): Abrão teria um “filho” natural, não um adotivo como a primeira ideia humana (Eliézer).
    Agora, passados 11 anos desde o chamado, nasce Ismael. Abrão, 86 anos, Sarai, 76.
    Ismael, um filho natural, não adotivo, para representar o Divino Plano da Redenção, o evangelho eterno!
    Estava tudo resolvido, pensavam os humanos dessa história!
    Porém passados mais 13 anos, desde o nascimento de Ismael, mais uma vez o Senhor vem a Abrão e lhe diz: NÃO, Abrão, esse não é o meu plano, esse plano não serve para representar o EVANGELHO ETERNO.
    Esse filho, Ismael, representa uma concepção humana, e não a Divina.
    Daqui a um ano, nascerá Isaque, quando todas as possibilidades e concepções humanas estiverem extintas, e inclusive para se lembrarem, seus nomes serão mudados para: Abraão e Sara.
    Assim, a representação: Abraão/Isaque = Pai Eterno/Filho Divino, foi dada para entendermos, como Abrão precisava entender que a relação Pai/Filho, não poderia ser corretamente explicitada, por muito amor que houvesse de Abrão para com Eliézer, a ponto de pensar em adotá-lo como filho, porque o Divino Filho, o Salvador, não foi e não é um filho adotivo.
    Também, Abrão/Ismael, por muito maior amor, pois eram pai e filho natural, não serviam para representar o EVANGELHO ETERNO, pois Ismael representaria um filho de concepção humana de forma natural, mas uma ideia humana.
    A concepção Divina, transcende a concepção humana, mas devemos aceitar e entender por essa ilustração da história, que o nosso Salvador não é um filho, nem adotivo, nem de concepção humana, mas uma concepção Divina.
    Como foi o nascimento do Divino Filho de Deus, antes que existisse qualquer coisa, das que foram criadas; o processo não nos foi revelado, mas devemos entender que Ele não é uma criatura, nem um ser inferior ao Pai Eterno, mas o amado e Divino Filho, conforme a palavra sagrada:
    – Como também está escrito no salmo segundo: Meu filho és tu, hoje te gerei. Atos 13:33
    – Porque, a qual dos anjos disse jamais: Tu és meu Filho, Hoje te gerei? Eu lhe serei por Pai, E ele me será por Filho? Hebreus 1:5
    – Assim também Cristo não se glorificou a si mesmo, para se fazer sumo sacerdote, mas aquele que lhe disse: Tu és meu Filho, Hoje te gerei. Hebreus 5:5

  18. Prezado Luis Sousa,

    Não entendi suas colocações neste tópico, embora tenha escrito algos sobre este tema não me recordo de haver me referido a Ananias. Por favor queira ser especifico e mencionar a mensagem que aborda tal assunto.

    Deus te abençoe!

    Heráclito Fernandes da Mota

  19. Caro irmao Heraclito,
    Esta ideia bemque poderia ter sido escrita por mim, pois desde muito jovem minha ideia a respeito do Senhor Jesus e sua relacao com seu Pai e exatamente esta.
    Gostaria,seo irmao me permitir, de acrescentar o seguinte texto, que penso eu, completa o sentido desta ideia:
    Porque foi do agrado do Pai que toda a plenitude nele habitasse,
    E que, havendo por ele feito a paz pelo sangue da sua cruz, por meio dele reconciliasse consigo mesmo todas as coisas, tanto as que estão na terra, como as que estão nos céus.
    Colossenses 1:19-20

    A paz de Cristo esteja com todos.

  20. Bom Dia,

    Novamente temos um problema relacionado ao VERBO estar com DEUS desde o PRINCIPIO.

    Qualquer coisa fora disto é HERESIA e estará fadada a REBELDIA igual a LUCIFER=SATANAS, a revelação sobre o VERBO é claríssima em dizer que DESDO O PRINCIPIO O VERBO ESTA COM DEUS.

    Para quem não recebeu a luz ainda, o PRINCIPIO é o ALFA, NÃO EXISTE NADA ANTES DELE.

    Veja que TODAS AS COISAS CRIADAS, FORAM FEITAS ATRAVÉS DO VERBO, QUE ERA DEUS, E QUEM ERA O VERBO??? JESUS.

    O problema do ser humano é querer achar pelo em ovo que não tem pelo, é clara a afirmação de JOÃO para EXCLUIR qualquer possibilidade de IDÉIA fora da verdade, “bershit’ a palavra Hebraica para PRINCIPIO, quer dizer: “TUDO A PARTIR DO ZERO, DO NADA”, pois, esse principio é o INICIO DE TODAS AS COISAS CRIADAS.

    Quando formos analisar quaisquer fatos Bíblicos, irmãozinhos em Cristo, peço a vocês que façam iguais a Jesus quando este apareceu aos Discípulos no caminho de Emaus. Discorrendo por toda as escrituras, más, com ordem nos fatos das revelações, de forma a nunca invalidade o que os profetas, os servos de Deus, antes escreveram.

    Que a Paz do Senhor Jesus estejam convosco.

    Amém

    1. Caro amigo Erick Filzek aconselho você estudar sobre a personalidade de Cristo.
      Em joão 5-26 diz:
      Pois assim como o Pai tem vida em si mesmo, assim também deu ao Filho ter vida em si mesmos;

      Se a ele foi dado é por que ele não tinha ,isso é so para despertar sua curiosidade .
      Em hebreus 1:4 e 5 diz:

      4 Feito tanto mais excelente do que os anjos, quanto herdou mais excelente nome do que eles.
      5 Pois a qual dos anjos disse jamais: Tu és meu Filho, hoje te gerei? E outra vez: Eu lhe serei Pai, e ele me será Filho?

      Tú es meu filho hoje te GEREI e outra vez lhe serei Pai …

      Vários testos na biblia mostra Cristo gerado,como alguém que recebe poder autoridade recebe por que não tinha e por Deus o pai foi dado.É preciso mais do que um versículo para criar uma doutrina.Fique com Deus

  21. Meu Irmão Heráclito, não lhe conheço, nunca trocamos aluma conversa, mas quem tem me orientado, sobre o plano da redenção é o mesmo, que lhe tem dado essas informações, que são maravilhosas caem bem no cérebro.
    Louvado seja nosso Pai, O Soberano do Univérso e Seu Filho O nosso Salvador! Por nos dar tão maravilhosas informações.

    MARANATA!
    Rogerio Luiz Nascimento

  22. O autor dessa edição, foi muito feliz na aplicação do exemplo citado, de ser gerado um novo ser para salvar o seu irmão. Somente Jesus pôde dar a sua vida para salvar a raça humana, uma vez que Deus é imortal, mesmo que alguns insistem que Jesus Cristo era divino e humano, e que o divino não morreu, mas somente o humano morreu causando assim uma divisão na pessoa de Jesus o que não tem muita base bíblica, muito pelo contrário; é dever do cristão confessar que Jesus é o Filho de Deus. 1º Jo. 4.15

    1. Se é filho não pode ser Deus. Então como entender João ao dizer que Jesus Cristo é o próprio Deus IJoão.5:20? Eu e o Pai somos um. Como entender que Ele não é o próprio Deus? Entenda uma coisa Leonidas; Jesus se fez homem, se tornou algo que Ele não era. Sem dúvida é o próprio Deus e a vida eterna.

    2. I Tm 6:16 Jesus tambem é imortal. sua lógica que Deus não pode morrrer por ser imortal é anti-biblica, apenas Deus poderia morrer para salvar a humanidade

Deixe uma resposta para Erick Filzek Cancelar resposta