Análise de Cenário: O que Lula foi fazer na favela? A ELITE vem ao tudo ou nada…

Ao contrário do que a mídia colocou, na verdade foi uma visita a velhos amigos, um lugar onde o voto no ladrão é uma ordem das milícias que comandam o tráfico nas favelas e quem não aceitar, morre. Mas se ele já tem tantos aliados, o que o levou para lá? Que tipo de negociação ele foi fazer?

Uma análise pessoal das apurações me revelou que foi usado uma fórmula matemática onde fatores constantes e proporcionais determinaram que a partir dos 8% do processo o candidato Bolsonaro entrasse em queda contínua e por outro lado, proporcionalmente, o candidato Lula entrasse em subida continuada. Depois do momento em que ocorre o empate e a ultrapassagem do candidato Lula, o processo é modificado para uma constante aos dois candidatos. Isto indica que se o processo não tivesse sido modificado neste momento o candidato Lula ganharia as eleições no primeiro turno. As perguntas que ficam são: O processo fraudulento foi abortado pela forças armadas? Por que não invalidaram as eleições? No segundo turno haverá fraude? E se não ocorrer o que farão com os fraudadores?

Como foi descoberta a fraude no 1ª Turno das Eleições

Militares concluem relatório sobre fraude nas urnas e TSE não gostou do resultado

Por Revista Formosa

Após ser convidado pelo Ministro Barroso para fiscalizar o sistema eleitoral brasileiro, as Forças Armadas detectou irregularidade no primeiro turno das eleições.

O relatório dos militares não foi apresentado ao público, mas após o segundo turno será apresentado. Apesar disso, segundo relataram generais do alto comando, Bolsonaro não autorizou a divulgação do resultado, solicitou que esperassem o momento certo.

Uma dessas fontes contou que o TSE ao ficar sabendo sobre possíveis irregularidades, não gostou da ideia dos militares em fiscalização. A ideia do Ministro Barroso foi um desastre. Os militares jamais iriam fazer papel de bobo.

O TSE, aguarda muito apreensivo o relatório completo incluindo o segundo turno. Segundo a fonte, o fato de terem sido encontrado possíveis fraudes no primeiro turno, não impede que ocorram problemas maiores ainda no segundo turno. Entretanto serão mostrados ao público brasileiro, garante as Forças Armadas, segundo essa fonte.

Generais classificaram o impasse criado pelo TSE no primeiro turno como “bola quadrada”. Isto porque, encontraram possíveis fraudes, o TSE temia que divulgando agora antes do segundo turno, poderia levar à anulação das eleições de deputados e senadores.

A conclusão de que houve possíveis irregularidade gerou desespero entre os ministros do TSE e STF, embora agora eles estejam com dificuldades para dizer que as urnas são seguras e jamais seriam invadidas, porém não passa de uma fake news.

Fonte: https://www.revistaformosa.com/l/militares-concluem-relatorio-sobre-fraude-nas-urnas-e-tse-nao-gostou-do-resultado/

Deixe um comentário