Teólogo e arqueólogo adventista acredita em teoria da “amálgama” que gerou dinossauros e outras feras antes do Dilúvio

O teólogo e arqueólogo adventista, Dr. Rodrigo P. Silva, admitiu durante sessão de perguntas e respostas para irmãos da cidade de Dallas, nos EUA, que também acredita na “teoria da amálgama”, ou hibridização por engenharia genética, no período antediluviano. Ele citou dois conhecidos textos de Ellen G. White, rarissimamente mencionados por teólogos adventistas, segundo os quais, Satanás, seus anjos e os gigantes da maldade dos dias de Noé alteraram geneticamente seres humanos e animais, preoduzindo então animais ferozes, como os dinossauros e outros, aos quais Deus destruiu no Dilúvio.

Dr. Rodrigo Silva é Mestre e Doutor em Teologia pela PUC-SP, Especialista em Arqueologia Bíblica pela Universidade Hebraica de Jerusalém, além de estudos Pós-Doutorais pela Andrews University, Michigan – EUA, Hoje Professor de Teologia no Centro Universitário Adventista de São Paulo – UNASP-EC, e apresentador do programa Evidências da Rede Novo Tempo.

Leia também:

Mistério dos Nefilins: Arqueólogo do Unasp anunciou que iria ao Sudão em busca dos “Gigantes da Bíblia

Citações de EGW:

“Mas se há um pecado acima de todo outro que atraiu a destruição da raça pelo dilúvio, foi o aviltante crime de amálgama de homem e besta que deturpou a imagem de Deus e causou confusão por toda parte.” (Ellen G. White, em Spiritual Gifts, Vol. 3, pg.64, 1864).

“Toda espécie de animal que Deus criou foi preservada na arca. As espécies confusas que Deus não criara, resultantes da amálgama, foram destruídas pelo dilúvio. Desde o dilúvio, tem havido amálgama de homem e besta como pode ser visto nas quase infindáveis variedades de espécies animais e em certas raças de homens.” (Ellen G. White, em Spiritual Gifts, Vol. 3, pg. 75, 1864)

13 ideias sobre “Teólogo e arqueólogo adventista acredita em teoria da “amálgama” que gerou dinossauros e outras feras antes do Dilúvio

  1. Quando ainda não havia sido desenvolvida a luz elétrica, quando se andava pelos campos com lamparinas e lampiões, qualquer folha de árvore que balançava, ou alguma ave noturna que passava, já era motivo para justificar as crenças em fantasmas.
    Quando não se vê com toda a clareza, é comum imaginar fantasmas.

  2. Não fale o que vc não sabe, pois isso não é verdade.
    Primeiro conheça a Igreja Adventista S.D e depois tire conclusões.
    Mas conheça de verdade, isso que vc escreveu é algo grave, se eu fosse vc excluía essa heresia.

    Abraços e Deus te ama muito. Ele deu Jesus por vc.
    Estude a Bíblia.

  3. Os professores nas escolas contão uma breve história da transformação de células e seus agrupamentos e logo depois no mesmo bimestre de biologia ensinam mitose e meiose.
    Eu acredito em Deus, pois a Igreja Adventista me ensina a comprovar por meio do livro mais lido no mundo, a Bíblia.
    A moda do mundo sem Deus e sem Jesus é ciência x Deus, uma coisa não se junta com a outra.
    A perseverança dos Doutores teólogos e seus fiéis em fim vão ter uma trégua mais uma descoberta, os gigantes encontrados em Jerusalem.

  4. Caro jovem que argumenta sobre algo que não conhece, se vc chegar em casa e encontrar seus sapatos perfilados um atrás do outro o que pensaras?
    1 que ocorreu por acaso
    2 que alguém assim colocou.
    se sua resposta é a primeira, aconselho a procurar ajuda psicológica, se for a segunda, então és um forte candidato para ser iluminado pelo espírito santo. Saber sobre tais assuntos é muito bom portanto, se crês que a bíblia foi escrita por homens inspirados por Deus, então não consulte qualquer outra coisa, consulte a Deus diretamente, e se Ele assim quiser respondera as perguntas do seu coração. Agora se for por zombaria,lembre-se Deus não se deixa escarnecer…
    Poderia falar muito mais, permitindo Deus e numa próxima ocasião, Alguém será usado com a finalidade de tirar nossas duvidas.
    Deus quer usar todos os meios para salvar a raça humana, o conhecimento é bom porem, quem esta te instruindo a usar o conhecimento?
    1 se Deus amem
    qualquer outra possibilidade fora Deus descarte.
    Deus já esta derramando as bênçãos, abre as mãos e feche o guarda chuva, e vc vai se surpreender com as bênçãos.
    Que ao ler este comentário vc seja abençoado

  5. Ridículo ouvir qualquer evolucionista. Seu próprio pai, Charles Darwin disse em seu leito de morte que sua teoria é ilusão. Tanto quando a certeza de que um elemento instável como o carbono, ode medir tempo com precisão. Ha discordância entre uma análise que aponta milhões de anos e outras que pontos centenas. Não é certo. é só mais uma teoria como tudo que habita os estudos baseados em teorias.

    30% ou mais das escrituras são profecias. Destas cerca de 85 a 90% se cumpriram em 100% e o restante se cumpre diante dos olhos, com toda sorte de sinais e descrições relatadas na bíblia é mesmo assim, é mais fácil crer numa teoria.

    Pois bem. Cada um sabe o seu. Manobras que na antigüidade foram feitas, estão de novo sendo aplicadas. Do mesmo modo como Deus as resolveu, assim será agora. Como nos tempos de Noé. Ou seja. veremos o que não é visto há tempos. Seres, anomalias, catástrofes, poderio militar, nações em guerra, e toda sorte de perversão com a imagem de Deus na terra. O Homem. Não é questão de se acontecerá. E sim de quando. E esse quando está desenhado ai diante dos olhos.

    Falar do que não se conhece é fácil. Como conversar com alguém que nun ca leu a Bíblia e não conhece as profecias? Como conversar com alguém que ao invés de buscar a luz das escrituras e o Espírito Santo para ter discernimento, prefere ser ovelha de pastor, padre ou bispo. Que se alimenta pelos ouvidos? Que se nutre de palavras e argumentos proveniente do mais mentiroso dos recursos do homem. A boca?

    Uma pequena busca pelas profecias e o cenário do mundo atual, facilmente nos remeterá ao tempo do fim. Tempo de conhecer a verdade. De conhecer as escrituras. De confrontá-la com a história e a esperança humana. De confrontar os estudos de outras nações, culturas e religiões que sempre mostram suas origens e similaridades com Gênesis. Seja ela Egípicia, Chinesa, isâmica ou mesmo dita como mais antiga como os sumérios ou os descendentes de Noé?

    O cenário está pronto. Será fantástico. As respostas serão dadas de forma a satisfazer o anseio de diferentes necessidades. Um fenômeno de grandes proporções bastaria para unir as nações, transformar ateus em religiosos ferrenhos e religiosos ferrenhos em seguidores.

    Mesmo que esse fenômeno confronte as crenças. Que sejam Ets, vindo para salavar a humanidade no momento em que o botão de destruição total seja apertado. Diante de um mundo perplexo com catástrofes e guerras, não seria difícil aceitar um ET como o falso messias para poucos e o grande Deus para muitos. Unindo todos em uma única religião (agora provada real e que pode ser tocada), levando céticos para a crença e inimigos de longas datas em colegas em causa comum.

    Tão fácil é o engano. Tão fácil é o caminho que leva a perdição..

    Quando vierem todas essas coisas, o mundo terá o seu grande momento de paz. período de união, de congregar as dores e perdas diante da esperança óbvia. Mal sabem que esses são as últimas contrações para que enfim, todo o mal seja extinguido da Terra. E com ele demônios, dinossauros e homens.

    E o Rei então assumirá o que pelo seu próprio sacrifício de amor puro, herdou de direito e por justiça de Deus.

    Será essa a última batalha. A derradeira.

  6. 1. Quando o “Big Bang” (or “big bunk”!) [isto é, “grande baboseira”!] supostamente começou o universo — o que foi que explodiu? Donde veio o primeiro pedaço de matéria, se não de Deus? Donde veio a energia que causou a explosão? Donde veio o espaço para dentro do qual a explosão se expandiu?

    2. O que evoluiu primeiro: as plantas, ou os insetos que as polinizam?

    Respondam evolucionistas!

  7. Esse Sodré é outro evolucionista, então me responda como surgiu a vida?

    Como é que a vida surgiu?
    Como é que o código genético surgiu?
    Como é que as mutações – acidentes na cópiageraram os enormes volumes de informação de ADN nos sistemas biológicos?
    Porque é que a selecção natural, um princípio aludido por um criacionista 25 anos antes de Darwin, é ensinada como “evolução” como se isso explicasse a origem e diversidade da vida?
    Como é que a vida multi-celular surgiu?
    Porque é que os esperados incontáveis milhões de fósseis transicionais ainda estão em falta?
    Como é que os “fósseis vivos” permanecem essencialmente na mesma durante os supostos “milhões de anos”, se a evolução transformou minhocas em seres humanos durante o mesmo período?

    Quando vc souber responder essas perguntas assim como os outros cientistas evolucionistas vc entra em discussão nesses assuntos tá.

    Vê se aprende e depois fala ok!

  8. Essa do doberman com cerebro comprimindo o cranio é puro mito… as outras koisas podem ser verdadeiras, c vcs axam q não então voltem na máquina do tpo e provem ao contrário… srsrs

  9. Este Dr. Rodrigo Silva nao e’ estranho a declaracoes fantisticas e a controversia e um grande amante dos holofotes. E’ realmente incrivel este rapaz sem limites. Ja’ esteve ate’ no programa do Jo Soares que e’ um zombador e incredulo.

    Mais recentemente ele tem lancados alguns programas na TV Novo Tempo sobre a historia do judaismo. Postei um comentario no site mas foi censurado. Basicamente abordei os seguintes pontos:

    1) Ponderei que o Dr. Rodrigo Silva e’ um apologista da versao Bibilica do Judaismo atropelando grosseiramente farta documentacao que poe em xeque historia “gloriosa” do povo judeu reportada nos escritos Biblicos. Diferente dos Egipcios, Incas, Maias, Gregos e Romanos, a verdade e’ que praticamente nada existe que comprove grandes realizacoes dos reinos judaicos. Alias, um povo que na maior parte de sua historia viveu subjugado e a merce de outras nacoes muito mais poderosas. Porem o que faltou em termos de monumentos, mais do que sobrou no maior legado deixado pelo povo Judeu: a Biblia. Nela, uma simples choupana podia ser descrita como mansao, e uma tenda como um palacio, pequenas batalhas e lutas tomaram ares de grandes conquistas. Escrever e’ bem mais facil do que fazer e construir.

    2) Questionei a decisao de fazer um segundo doutorado. A biografia menciona que o Sr. Rodrigo Silva ja’ fez um doutorado, um pos-doutorado, e agora esta’ fazendo um segundo doutorado. Diferente de fazer uma segunda faculdade, ou mesmo um segundo mestrado, e’ pouco comum e estranho fazer um segundo doutorado. Sera’ que o primeiro titulo nao prestou e agora tem que fazer outro? Certamente e’ um detalhe para ser visto com suspeita.

    Li mais recentemente que o Dr. Rodrigo Silva planejava uma excursao arqueologica ao Sudao para tentar provar que houve a existencia de gigantes. Vamos ver o que ele vai achar por la’…

    • Esse Mário é um sem noção mesmo, a arqueologia comprova muitas histórias somente descritas na Bíblia, mas se acha que a Palavra de Deus está errada, é tbm refutar que Jesus não existiu pois na Bíblia ele é mencinado tbm, seu comentário foi censurado e nem lido pelo nível de asneiras descritas. Deve ser um ateu, ou aqueles evangélicos radicais que todas as religiões são seitas menos a dele.

      Sem noção, vai estudar e pesquisar pra poder falar.

  10. A idolatria e a fé na infabilidade de E G White tem produzido diversas situações como esta, onde absurdos extra-bíblicos são sustentados trazendo vergonha para os defensores da Biblia.
    TABELA DE PONTOS POSITIVOS E NEGATIVOS EM EGWHITE
    http://igrejaadventista.no.comunidades.net/index.php?pagina=1413809727_02

    Os animais imensos que existiam na terra era a realidade antes do diluvio, frutoda criação e de um ambiente muito saudável e repleto de abundância de alimentos vegetais. Quando observamos as camadas geológicas parece que o que falta em uma sobra na outra.

    “Na escala de tempo geológico, o Carbonífero ou Carbónico é o período da era Paleozoica do éon Fanerozoico que está compreendido entre 359 milhões e 245 milhões de anos atrás, aproximadamente.”

    Neste periodo sim se esperaria encontrar imensos animais e não em periodos onde a vegetação era escassa. Se o exemplo da dos elefantes é válido, muito mais se exige abundante vegetação junto com animais imensos, o carbonifero deveria estar dentro de outros periodos não acha?

    Sistemas ecológicos incompletos são observações antigas criacionistas como do Dr Ariel Roth: “Em vários estratos que contêm fósseis, tais como o arenito de Coconino, da região do Grand Canyon, e a formação Morrison, do oeste dos Estados Unidos, achamos boa evidência de fósseis de animais, mas pouca ou nenhuma evidência de plantas. Os animais requereriam plantas como alimento. Contudo, poucas plantas foram encontradas no Morrison, que encerra restos de muitos dinossauros, e nenhuma planta foi encontrada no Coconino, com suas centenas de rastros de animais. Como poderiam os animais sobreviver durante milhões de anos sem nutrição adequada?

    A seleção operada [por SEE]” e a ação rápida que se havia de esperar das águas do Dilúvio parece ser uma explicação mais plausível.”acrescimo nosso

    Ariel A. Roth, Ph.D., Instituto de Pesquisa Geológica

    Segundo o doutorando em geologia Marcos Natal “Até alguns anos atrás a crença em um dilúvio universal era mais um artigo de fé que propriamente um enunciado científico. Isto porque ainda eram escassos os estudos nas áreas da geologia e da paleontologia, especialmente aqueles voltados para uma abordagem catastrofista do registro fóssil e geológico. Nos anos mais recentes uma série de novos dados foi acrescida àqueles já conhecidos, resultando em inúmeras evidências de que uma grande catástrofe, conforme descrito no livro de Gênesis, teria atingido a Terra em um passado não muito distante. Entre estas se pode mencionar uma ampla atividade marinha sobre os continentes, hiatos importantes no registro sedimentar, ou seja, ausência por longos períodos de tempo de processos sedimentares, alguns pressupostos fundamentais relacionados aos processos de fossilização como extinção em massa e o soterramento rápido e a constatação de sistemas ecológicos incompletos. Estes e muitos outros dados vêem corroborar a hipótese criacionista de que um grande dilúvio se abateu sobre a Terra, proporcionando as feições atualmente observadas tanto na geologia como na paleontologia.”http://www.scb.org.br/curriculum/marcos.htm

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *