Leigos adventistas são atacados por procissão de católicos ortodoxos na Ucrânia

O grupo que se irritou com a distribuição de folhetos e livros com a tríplice mensagem angélica, parece ter simulado uma procissão para atacar os leigos. No começo, os padres ortodoxos tentaram destruir os impressos lançando “água benta” sobre eles. Em seguida, seus acólitos agiram com maior violência.

Ellen White previu que os leigos adventistas seriam perseguidos até por outros adventistas ligados ao catolicismo:

“Naquela noite sonhei que estava em Battle Creek olhando para fora através da janela lateral de vidro e vi um grupo marchando em direção à casa de dois em dois. Eles tinham uma aparência severa e determinada. Eu os conhecia bem e volvi-me para abrir a porta de entrada para recebê-los, mas pensei que poderia olhar novamente. A cena havia mudado. O grupo agora tinha a aparência de uma procissão católica. Um portava na mão uma cruz, e outro uma vara. E ao se aproximarem, o que trazia a vara fez um círculo em torno da casa, dizendo três vezes: ‘Esta casa está proscrita. Os bens precisam ser confiscados. Eles falaram contra a nossa santa ordem’. O terror dominou-me, e corri pela casa, para fora pela porta norte, e achei-me no meio de um grupo, alguns dos quais eu conhecia, mas não ousava falar uma palavra para eles por temor de ser traída”. Testimonies, vol. 1, p. 578.1

1 thought on “Leigos adventistas são atacados por procissão de católicos ortodoxos na Ucrânia

  1. Deplorável! Suponho que os adventistas já estariam no local e que não sabiam da procissão. Se tinham conhecimento e ainda assim decidiram ir evangelizar, então, acabaram por precipitar o evento. Seja como for, a intolerância religiosa e a falta de respeito demonstrada pela propriedade alheia é condenável e deveríamos remeter mails de repúdio dirigidos ao governo ucraniano, para responsabilizar esses padres.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *