#ficaadica do leitor aos líderes e irmãos membros da IASD

IASDinheiro

Texto enviado pelo irmão Léo, em resposta à postagem Artigo de presidente da DSA anti-dissidentes e extremistas revolta membros descontentes com a liderança da IASD:

Boa parte da liderança não tem interesse em que a mensagem seja pregada de forma clara, efetiva e objetiva, por um simples e óbvio motivo: Temem, através de uma eventual perseguição estatal, perderem os abundantes benefício$ (leia-se “mamata) que eles e sua prole recebem, mensalmente, através da arrecadação milionária (ou seria bilionária…?) dos dízimos, ofertas e afins, cobrados sistematicamente dos fiéis, que, em sua grande maioria oriundos da classe ‘C’, sacrificam-se para obter um mísero salário mínimo mensal e quando precisam usar os serviços oferecidos pela instituição (escolas, hospitais, etc.), são, na maioria das vezes, barrados e tratados como clientes comuns, tendo que desembolsar outros milhares de reais para terem acesso a tais serviços que eles mesmo ajudam a manter através de seus dízimos e ofertas! Sim, senhores. Uma total falta de respeito e consideração da instituição com os seus próprios fiéis. 

Situação que lembra bem como funciona uma máquina estatal (pelo menos aqui no Brasil é assim), que, mesmo arrecadando trilhões em impostos do povo, não oferece o mínimo de suporte e benefícios ao cidadão quando este mais precisa.

Só por aí, percebe-se a hipocrisia e os reais intere$$es por trás do “manto sagrado” que cobre a ‘intocável’ administração adventista; composta em sua maioria por homens frios e calculistas- exatamente como manda a cartilha burocrática- copiada de alguns poderes estatais vigentes e usada como referência para regular a máquina administrativa adventista. Uma contradição absurda com o modelo de igreja implantado por Cristo e formatado pela igreja primitiva (Atos 2), onde os princípios de um governo burocrático- Poder e Dominação- são afrontados com os princípios do governo de Cristo- Amar e Servir.

Então, quanto mais eles conseguirem ‘desconversar’ e “empurrar com a barriga” esse confronto inevitável com a Grande Meretriz, assim o farão; pois deixaram de serem atalaias do Reino para tornarem-se burocratas acomodados em seus escritórios e repartições, cuidando, prioritariamente, de seus próprios intere$$es, vaidades e caprichos pessoais; são uma espécie de “fariseus contemporâneos”.

Enquanto isso, os membros das igrejas (geralmente locais e rotulados por essa liderança arrogante como sendo meros “leigos”) padecem e sofrem retaliações, privações e impedimentos por tomarem a postura de verdadeiros atalaias (Ezequiel cap.33).

Assim sendo, fica claro que a igreja adventista assemelha-se mais a uma empresa do que a uma IGREJA (leia-se Atos cap.2), onde os intere$$es corporativos e burocráticos da liderança sobrepõem os principais interesses do Reino – ATENDER AS NECESSIDADES DOS POBRES, DOS ÓRFÃOS E DAS VIÚVAS, além de levar a mensagem de forma CLARA E EFETIVA a todo mundo.

A já viúva Ellen White, quando percebeu esse equívoco da centralização e secularização do poder administrativo na igreja, foi mandada para o outro lado do mundo (Austrália) a fim de a ‘amordaçarem’, não a permitindo assim influenciar uma mudança nesse sentido. E, desde então, com toda essa contaminação burocrática que exige Poder e Dominação, a igreja/empresa Adventista,  tem-se tornado em suas principais características, a MORNA E INTRAGÁVEL igreja de Laodicéia, prevista em Apocalipse 3.

Está na hora da sacudidura!!!
E a única solução que vejo para barrar esse sistema administrativo corrompido, é bem simples:

Os fiéis PARAREM de alimentar e engordar ainda mais os cofres desta “máquina burocratizada” com seus DÍZIMOS E OFERTAS.

Deêm seus dízimos e ofertas diretamente a quem interessa: POBRES, ÓRFÃOS E VIÚVAS — -bem como manda as Escrituras- que, certamente, Deus se agradará muito mais. 

E aos líderes administrativos e eclesiásticos, vai aqui um simples recado:

Vão TRABALHAR como o apóstolo Paulo, que, além do impecável e amplo trabalho missionário, FAZIA E VENDIA TENDAS PARA O SEU PRÓPRIO SUSTENTO, a fim de não ser peso e pedra de tropeço à ninguém.

E, POR FAVOR! PAREM DE USAR O NOME DE DEUS PARA EXPLORAR OS POBRES, ÓRFÃOS E VIÚVAS, cobrando deles dízimos e ofertas para sustentar suas mordomias, caprichos e vaidades!

Bando de hipócritas! 

Só Jesus voltando mesmo, pra acabar com essa folia!

Maranata! Ó, vem Senhor Jesus! 

P.S. – Sou membro da igreja Adventista, batizado há 16 anos. Mas não sou bobo, “leigo” e muito menos alienado. E procuro seguir o que de fato ESTÁ ESCRITO. Fica a dica.

13 comentários em “#ficaadica do leitor aos líderes e irmãos membros da IASD”

  1. Li vários de seus artigos no site, não reparei se é uma única pessoa que publica ou mais, enfim me senti na obrigação de deixar um comentário. Sou Testemunha de Jeová e tenho plena e total convicção na Bíblia como a palavra de Deus e concordo que a adoração verdadeira ou religião tem que cumprir Tiago 1:27, levando em conta o contexto que nos mostra também que devemos ser cumpridores da palavra e não meros ouvintes, versículos 23-25. Por isso aconselho a você pesquisar sobre as Testemunhas de Jeová, pode usar também nosso site ajuda nessa pesquisa “jw.org”.
    Leia também:
    Tiago Capítulo 1
    Mateus 24:14; 28:19,20
    Lucas 8:1; 10:1
    Atos 5:42
    Romanos 10:13
    Mateus 6:9
    João 13:35

    E está ou estão cordialmente convidado(s) pra assisti uma reunião em um Salão do Reino das Testemunhas de Jeová, o mais próximo de sua(s) casa(s) será(ão) muito bem recebido(s) por favor levar a Bíblia para acompanhar as palestras não se faz coleta nem se cobra nada.

  2. Concordo com o irmão Leo, o que o pastor adventista tem que fazer é trabalhar num trabalho normal e depois dedicar um certo tempo para a igreja. Será que vocês não se aperceberam que vossos benefícios são muitos? O maldito livro de Praxes contempla todas as mordomias e outras tantas que a membresia nem imagina, mas em hipótese alguma permite uma auditoria por parte dos irmãos. Falta total transparência.

    Pr. Erton, ninguém mais segura a geração “Y”. Essa geração não teve apoio do alto clero e agora quer se libertar dele, fazendo suas reuniões em separado e desenvolvendo um estilo de culto de de música diferente do da igreja. Bom, sobre a música, a mesma já está deturpada. Nem os Arautos do Rei, que eram um referência, já deixaram de ser. Prefiro o Quarteto Ministry.

    Certamente irá acontecer com nossos jovens o que aconteceu com o Movimento Carismático dentro da ICAR e não terá como o senhor impedir.

    Muitos desses jovens se lembram de quando viram seus amiguinhos (menor de idade) juntamente com seus pais que muito batalharam pela igreja, serem excluídos, ou melhor, excomungados da igreja que ajudaram formar. Aqueles menores não voltaram mais. Muitos dos seus pais, também não. Agora, a geração “Y” irá ditar as suas próprias regras e se vocês esperarem dízimo da parte deles, a obra irá quebrar.

    Lembre-se, a IASD, assim como o Brasil estão envelhecendo, mas vocês estão preocupados apenas para distribuir o livro sobre a Esperança. Como distribuir um livro sobre a Esperança se nem a igreja tem certeza de que ela tem essa esperança.

    Por outro lado, os pastores, em nome do “muito trabalho que tem que desenvolver” não se preocupam com as crianças, jovens, adultos, e em especial com aqueles que não podem frequentar a igreja por motivo de saúde. É fácil escalar outra pessoa para fazê-lo, mas ele está sendo pago para fazer isso e inclusive ganha quilometragem. Os irmãos fazem as visitas de graça e fazem com prazer.

    Por outro lado, se a igreja pode investir no caríssimo movimento da Nova Semente, eles também tem o direito de investir no seu próprio ministério, já que são abandonados pelo clero maior.

    Pr. Erton, analisando melhor a Bíblia, a maioria de vocês se enquadram no capítulo 34 de Ezequiel. O que vocês acostumam dizer que o leigo é burro.Engano seu. Hoje muitos moços e moças já são mestres ou doutores enquanto que vocês ficam naquele ensino vazio, sem vida e que não convence ninguém.

    Cuidado, há trabalhos científicos que dizem que um movimento com mais e 150 anos começa a se fragmentar. Será que não é o que está acontecendo?

    Todo pastor, ou melhor, todo gerente de distrito é extremamente obcecado por números. Números de batismos, valor do dízimo, valor da oferta, etc. Na IASD o membro valeu quando ele dá.

    Quanto ao Ted Wilson, como alguém comentou anteriormente, não o vejo um homem comprometido. Eu o enxergo como um ditador. Graças a politicagem dele por trás do bastidores que nossas irmãs não podem batizar. Onde se encontra na Bíblia que são somente os pastores ordenados é quem podem realizar batismos e casamentos? Isso se chama de supervalorização do ministério. Porque os pastores não trabalham como Paulo e também iam de casa em casa pregando o Senhor Jesus? Dizem ele – esse trabalho é para os leigos. Ledo engano.

    Pr. Erton, vocês deveriam ter a humildade de se desculpar com cada irmão que foi injustamente excluído de maneira ilegal e assim livrariam a organização de sangue inocente.

    Na legislação brasileira existe a presunção da inocência e o amplo direito de defesa. Portanto, a defesa deve ser diante da igreja (e isto encontra-se no Manual da Igreja) e não diante da comissão, como alguns lobos do rebanho quiseram.

    Resumindo, assim como o povo brasileiro está totalmente descontente com o alto clero político, os membros também já não acreditam nos seus líderes.

    1. Excelente retórica, irmão Franz.
      Realmente, “o tiro está saindo pela culatra” dessa administração morna e secularizada pela burocratização mecânica que implantaram na IASD. Bando de déspotas travestidos de “bons moços”, ou lobos vestidos de ovelhas, como queiram. Realmente, lamentável. Mas ainda existem cristãos sinceros e incontaminados nesse meio, como você, que são atalaias nesses últimos dias em que vivemos. Que Deus me ajude a também ser um atalaia para alertar os desavisados.
      Muita oração e total dependência de Jesus.
      Forte a abraço.

  3. Tenho estudado e analisado questões e fico cada vez mais entristecido com as mudanças que estão ocorrendo e os leigos como eu interpretando de maneira clara e evidencial dos relatos aqui colocados sem medo de errar, confirmando com acontecimentos recentes. de apostasia… mas apenas tenho que continuar orando e pedindo a Deus, que outros irmãos possam ter acesso a este material para estudo e analise e depois de compreendidas essas palavras, atentarem para a responsabilidade que temos de sermos todos atalaias de Deus, pedindo sempre sua proteção e discernimento para dirimir melhor a palavra de Deus. Amém!

  4. Talvez seja o artigo mais lúcido que li neste site nos últimos tempos. O Léo aparenta ser uma pessoa esclarecida e sincera. Sou adventista há quase vinte anos e ratifico o que foi dito no texto acima.

    1. Isso aí, meu irmão.
      Infelizmente a realidade em que vivemos é essa. Mas vamos unir nossas vozes e dobrar nossos joelhos para que haja uma mudança nesse sistema corrompido que se instalou na IASD.
      Jesus está às portas.

  5. Capítulo 27 de 3T sobre a igreja de Laodicéia. O que você me diz deste trecho do referido capítulo, merece a mesma atenção do restante? ” “No surgimento da terceira mensagem angélica, os que se empenhavam na obra de Deus tinham alguma coisa a arriscar; tinham sacrifícios a fazer. Começaram esta obra em pobreza, e sofreram as maiores privações e dificuldades. Enfrentaram decidida oposição, o que os impelia para Deus em sua necessidade, e mantinha viva sua fé. Nosso plano atual de doação sistemática mantém amplamente nossos pastores e não há falta, nem necessidade do exercício da fé quanto à manutenção. Os que hoje iniciam a pregação da verdade nada têm a pôr em perigo. Não correm riscos, não têm sacrifícios especiais a fazer. O sistema da verdade acha-se pronto ao seu dispor,e as publicações lhes são fornecidas para vindicação das verdades que promovem.
    Alguns rapazes começam sem ter um senso real do exaltado
    caráter da obra. Não têm de enfrentar privações, vicissitudes ou árduos conflitos, que exigiriam o exercício da fé. Não cultivam a abnegação, nem nutrem o espírito de sacrifício. Alguns estão se tornando orgulhosos e envaidecidos e não sentem real preocupação pela obra que pesa sobre eles. A Testemunha Verdadeira fala a esses pastores: “Sê, pois, zeloso e arrepende-te.” Apocalipse 3:19.
    Alguns deles se acham tão exaltados pelo orgulho que são positivo estorvo e maldição à preciosa causa de Deus. Não exercem sobre os outros uma influência salvadora. Esses homens precisam converter-se cabalmente a Deus, eles próprios, e ser santificados pelas verdades que apresentam aos outros.” ” “Todos os antigos profetas falaram menos para seu próprio tempo do que para o nosso” 7MR v. 7 417 Seria esta citação, para os dias de hoje?

    1. Continuo no meio desse antro porque a Bíblia é clara ao afirmar que, o joio e o trigo crescerão JUNTOS. Não é porque o joio se instalou que irei “abandonar o barco”. Vou permanecer firme nas promessas de Jesus, até o fim. Embora saiba que sofrerei perseguição e retaliação dentro da igreja. Mas que privilégio ser perseguido por causa do nome de Jesus!

  6. Pois é.
    Lamentável ter que escrever as linhas acima. Na verdade, foi um desabafo, que, creio eu, reflete o sentimento de milhares de adventistas cansados de tanto servir, servir e servir (leia-se desembolsar dízimos, ofertas, recolta, doações pra ADRA e afins) à essa instituição, recebendo, quando muito, em contra-partida, um “tapinha nas costas” (e em alguns casos, uma apunhalada mesmo), além de emails da Novo Tempo, oferecendo – adivinhem?- mais produtos para te vender. E só. Visita do pastor ou de algum líder eclesiástico -na grande maioria dos casos- (com raras exce$$ões) só se você estiver morrendo, e olhe que eles ainda são capazes de mandar algum ancião no lugar deles. Ou seja, a situação tornou-se insustentável para os membros de bem e “leigos” esclarecidos.
    Quem pensa que estou feliz em ver meu comentário aqui publicado e destacado, engana-se.
    Meu sentimento é de profunda tristeza e decepção. Uma igreja, aos olhos do homem, “Rica, abastada, detentora de todo conhecimento…” Mas, aos olhos de Jeová: “POBRE, CEGA E NUA.” (Ap. 3).
    Quisera eu poder escrever um texto enaltecendo a administração adventista- na minha opinião os responsáveis por essa mormidão e mercenalismo que se instalou na igreja.
    Mas, infelizmente, a triste REALIDADE não me permite. Não posso ser conivente com erros tão absurdos.
    Seria um hipócrita se dissesse que está tudo bem, quando de fato, não está. E de hipocrisia essa igreja já está cheia…
    Que Deus me ajude a SER esta mudança que quero tanto ver nesta igreja.
    Sou um mísero pecador que também necessita ser moldado diariamente pelo Mestre.
    E só para esclarecer:
    Não sou um “rebelado que brigou com algum pastor ou lider…bla, bla, bla…” e toda essa retórica de cunho pessoal -que geralmente usam por falta de argumentos-, e que agora estou querendo “dar o troco”. Não, queridos. Sempre mantive um bom relacionamento com a liderança e com meus irmãos e pretendo manter. A situação aqui transcende a esfera do “mi-mi-mi” pessoal. O problema aqui é de cunho muito mais sério e grave: O problema é ESPIRITUAL, ADMINISTRATIVO E DE CARÁTER (leia-se falta de caráter) mesmo.
    É inadmissível a administração de uma igreja que se diz “A ÚNICA IGREJA VERDADEIRA na face da Terra” proceder de forma tão leviana e desumana com seus próprios fiéis.
    Estou apenas reproduzindo o que está mais evidente que o sol ao meio-dia, mas que a cegueira e o comodismo de muitos membros e líderes não os deixa enxergar.

    Antes do ‘Sábado’, senhores, vem o AMOR. “Se me AMAIS, guardareis os meus Mandamentos. ”
    E AMAR é SERVIR OS POBRES, OS ÓRFÃOS E AS VIÚVAS; e não SER SERVIDO.
    Aprendamos com o Mestre.
    Apenas reflitam.

    1. Existe muita coisa na iASD que foi escondida nos “porões” dos segredos. Agora com o advento do compartilhar a informação pela internet, todos tem acesso a algumas verdades e abrirem seus olhos.

      Como por exemplo, sabermos do RELATÓRIO VELTMAN (pesquisem por ele), onde a própria Conferência Geral encomendou um estudo sobre o livro Desejado de Todas as Nações e descobriram que 31% do livro foi baseado em outros autores. Assistam a este vídeo e comprovem por si mesmos: https://www.youtube.com/watch?v=MGRsCYcVcO4

      E interessantes que existem fotos de líderes adventistas, incluindo a família White, fazendo gestos maçons em fotografias. Assistam a este vídeo também e comprovem: https://www.youtube.com/watch?v=QhTQ-kRDUH0

      E por fim, vejam como foi a mudança para a doutrina da Trindade na IASD, neste vídeo feito por adventistas nos EUA na década de 90: https://www.youtube.com/watch?v=FOkrmr0PzAo

      São informações para que todos possamos continuar guardando os mandamentos de Deus, mas nos guiando nas Escrituras e sendo guiados pelo nosso Pai eterno. Que Ele abençoe a todos.

Deixe uma resposta