Ministério independente do IEST sucumbe à Organização. Conheça as condições impostas pela IASD!

image_pdfimage_print

Ministério independente do IEST sucumbe à Organização. Conheça as condições impostas pela IASD!

Caro editor do site adventistas.com

O intuito desta mensagem é denunciar a covardia da direção do Instituto de Educação e Saúde de Taquara – IEST (http://www.iestrj.org/). Esse instituto, como se sabe, por vários anos pregou com destemor a pura mensagem adventista, constituindo-se como um ministério independente de sustento próprio que não vergava a espinha perante a Organização. Apesar das “cruzadas inquisidoras” dos pastores, muitos membros resistiram e apoiaram o IEST, uma das poucas vozes no Brasil que pregava a verdade sobre a natureza de Cristo e a vitória sobre o pecado, os princípios genuinamente adventistas da reforma de saúde e da modéstia cristã, etc.

Ora, muitos desses apoiadores ficaram atônitos ao saberem da aproximação recente do IEST com os pastores corporativos da IASD. Tão logo que tive acesso ao documento no qual estão registradas as condições da “corporação” para que o IEST cedesse, fiquei apreensivo. E, confirmando todas as minhas piores expectativas, de forma humilhante o IEST acolheu todas as condições.

A covarde liderança do IEST divulgou o documento em que o IEST se compromete a avançar rumo à harmonização. Contudo, não torna público ou assume o documento de quatro páginas e datado de 2014 em que a Associação dita as condições para o IEST ser aceito. Mas, agora as condições estipuladas pelos pastores corporativos e ocultadas pelo IEST agora seguem em anexo, para que vocês as tornem públicas.

Clique para ampliar:

Ministério independente do IEST sucumbe à Organização. Conheça as condições impostas pela IASD!

Ministério independente do IEST sucumbe à Organização. Conheça as condições impostas pela IASD!

Ministério independente do IEST sucumbe à Organização. Conheça as condições impostas pela IASD!

Ministério independente do IEST sucumbe à Organização. Conheça as condições impostas pela IASD!

Muitos simpatizantes e apoiadores do IEST apreciaram essa reconciliação/harmonização, mas não fazem ideia do que o IEST teve que renunciar! Com essa harmonização, e perante tais circunstâncias, o IEST abdicou a sua identidade. Uma vergonha! Um dos principais motivos da traição é que o diretor da instituição, o Diego Silva, agora cogita alçar maiores voos – está nos EUA, preparando-se para ser mais um pastor corporativo. Em anexo consta também a carta na qual ele assina a “capitulação”.

Carta aos e Apoiadores do IEST — Documento em PDF

É um rude golpe aos sonhos daqueles que apoiaram esse instituto, inclusive sofrendo ameaças e disciplina eclesiástica em suas igrejas. Também é um rude golpe à Verdade Presente. Mas, graças a Deus, a Verdade Presente não depende do IEST. O IEST que conhecemos morreu, mas não a Verdade Presente! — Marcus Aurelius

8 ideias sobre “Ministério independente do IEST sucumbe à Organização. Conheça as condições impostas pela IASD!

  1. Igreja adventista do sétimo dia, igreja da apostasia, somente o cego é que não enxerga, O DEUS DELES È A TRINDADE ROMANO, O DEUS DAS ÁGUAS POLUÍDAS DE ROMA. ELES ESTÃO BEBADO COM O VINHO FORTE QUE TOMARAM DO ROMANISMO.

  2. Iihhh? Alguém ai está preocupado com liderança ou que igreja em um determinado lugar isolado faz? O errado não me representa…. Meu amigo se de fato proceder a informação sobre a qual mt duvido. Quem levará a jugamento eh Deus. Agora me diz o que tu tem haver com isso criatura? Se tu achas que tem a verdade e os Adventista são hipócritas. Sabe o que tu faz! Usa as tuas vdd fundamentada na bíblia e vai salvar vidas para o reino de Deus. Pois até onde sei eh isso que os Adventistas fazem… Eles não perde tempo publicando asnera em site ou blog falando mal de religião. A e B. Enquanto tu estais ai procurando defeito na doutrina da nossa igreja. NÓS Estamos batizando é muito e é com a benção do PAI do FILHO E do ESPIRITO SANTO.

    Maranata!

    • Engraçado, o que mais tem é luteratura, pregações e estudos dos adventistas descendo a lenha nas outras igrejas, e agora você vem com falso moralismo aqui?

  3. Ha alguns anos atrás tive a oportunidade de conhecer pessoalmente nosso irmão Diego,naquela época se eu o visse dando um passo como este o chamaria de insano pois defendia com toda minha determinação a independência do Instituto(IEST) como também defendi em anos passados a independência na igreja de Parangaba em Fortaleza Ceará e a independência da igreja de Poá em São Paulo. O tempo passou e muitas coisas mudaram porém confesso que apesar de todas as mudanças vivenciadas, a verdade continua e Continuará sendo a verdade; esta verdade jamais se achará ligada ou difundida por uma instituição leiga em caráter independente.
    Por esta razão eu declaro que atitude do diretor do Instituto(Diego) foi mais do que Nobre, foi sábia

  4. Vergonha…. se vendem e sucumbem ante a pressão desses lobos… nada que essa liderança faz me surpreende… porém… quem dá essa sustentação são os proprios membros que morrem de medo de serem excumulgados aos moldes do catolicismo na idade média… lamentável… porém… Graças ao Criador e ao seu filho Jesus estou livre dessa imoralidade.

  5. Desde 1980, em Dallas – EUA, oficialmente a IASD votou e aceitou o dogma católico da Trindade. Foi a apostasia oficial perante ao Pai e ao Filho e à humanidade. Abraçou-se com a Igreja Católica Romana. De lá para cá vem descendo uma ladeira íngreme rumo ao rompimento total com a Verdade presente. Assim a IASD tornou-se um vômito e irmã da Babilônia e o pior muito mais
    afinada que os demais protestantes com a ICAR , que por opção á décadas já o eram.

  6. “Que líderes e simpatizantes do IEST deixem o espírito crítico…”

    Ou seja, que não questionem nada na IASD. Que aceitem todas as decisões e ensinos da liderança da IASD. Resumindo: que fiquem calados.
    Assim, serão um “exemplo que possa, e inspire outros a, ser imitado”.

    É esta a tal liberdade religiosa que a IASD tanto prega aos outros?

    HIPÓCRITAS!!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *