Tríplice Mensagem Subliminar Evolucionista em Folheto Criacionista de Michelson Borges

Somente Deus conhece de fato o coração humano, mesmo assim, já disse aqui e repito que não creio que o irmão Michelson Borges compactue com todos os desvios doutrinários e administrativos de parte da liderança da IASD, ainda que recentemente tenha se aliado a um físico defensor da teoria do Big Bang e a um teólogo da Assembléia de Deus para se contrapor e atacar a doutrina bíblica da Terra Plana.

O problema é que nesta quarta-feira fui surpreendido pelo meu filho de onze anos, que me trouxe um folheto da Casa Publicadora Brasileira, da série História da Vida, Nível 2, Volume 2, intitulado: “Microevolução e Macroevolução”. Ele me entregou e disse: “Dá uma olhada, pai, no que eles estão ensinando agora na Escola Adventista onde eu estudo!”

Abri o folheto preocupado e percebi, numa rápida leitura, que o texto se referia a possíveis variações observáveis de características animais dentro de suas próprias espécies… Apesar do nome “microevolução”, a exposição do tema não me pareceu tão gravemente comprometida, mas meu filho disse: “Olha as gravuras, pai! Elas dizem o contrário do que o texto fala… E eles repetiram a mesma cena do macaco que vira gente, três vezes…”

Meu filho de onze anos percebeu uma tríplice mensagem subliminar evolucionista que eu não tinha visto, impressa num folheto criacionista publicado pela CPB! E agora, Michelson? Em nenhuma das três ilustrações, existe qualquer indicação de que a Evolução que o desenho sugere, não tenha acontecido de fato…

A lição subliminar que esse gráfico ilustrativo da Evolução insinua, confirma e reforça nas três vezes em que é mostrado, é a da impossibilidade do salto evolutivo do macaco para o homem (macroevolução). Contudo, sugere, demonstra e reitera a possibilidade de um macaco tornar-se um pouco menos macaco; depois esse segundo animal originaria um terceiro ainda mais menos-macaco e mais-homem; e assim por diante… De micro em micro-evolução, até que o macaco do início da gravura se transforme finalmente em humano! A tríplice repetição da cena reforça o aprendizado.

Foi essa a mensagem que impactou o meu filho. E o professor Michelson Borges, bom jornalista que é, sabe que uma a mensagem captada pelo receptor é muito mais importante que a emitida pelo autor (emissor), ainda que bem intencionado. Além disso, se uma imagem vale mais que mil palavras, imagine o poder de três imagens!

Por essa razão, atrevo-me a imaginar que Michelson Borges fará um texto/vídeo admitindo seu erro como Editor do folheto, modificará as ilustrações desse material antes de sua próxima reedição e pedirá desculpas aos 85 mil alunos das Escolas Adventistas, induzidos a erro por sua evidente ingenuidade diante da proposta da artista gráfica responsável pela diagramação. 

Aprenda um pouco mais sobre Mensagens Subliminares com Michelson Borges, neste vídeo e links:

Uma ideia sobre “Tríplice Mensagem Subliminar Evolucionista em Folheto Criacionista de Michelson Borges

  1. Infelizmente os poucos que se aventuram no ramo da ciência, acabam cedendo, não necessariamente as teorias evolucionistas, mas de certa maneira, para não parecerem ultrapassados e tolos, tentam maquiar as teorias criacionistas com um tom pseudo-cientifico, que nem sempre é a verdade e muito menos corrobora com ela. Isso acaba pegando mal pois gera essas confusões quando o melhor seria mostrar a verdade nua e cria, sem ter que se ajoelhar a ciência contemporânea e suas mentiras constantes.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *