Idolatria romana impressiona Pastor do Unasp como “exemplo de fé”

No último sábado na igreja do Unasp (Antigo IAE) em São Paulo, uma pregação que poderia ter chegado a uma conclusão inspiradora para todos os presentes, afinal se fundamentava no episódio dos três valorosos amigos de Daniel que não temeram ser lançados na fornalha ardente por se recusarem a prostrar-se diante da estátua de ouro erigida por Nabucodonosor, terminou de modo decepcionante.

Embora o próprio Deus do Céu tenha honrado a fé daqueles jovens que não se curvaram diante da estátua, impedindo que fossem consumidos pelas chamas, o pregador do Unasp optou por elogiar o que considerou ser a maior demonstração de fé jamais vista em sua vida: adoradores da Virgem Maria subindo uma escadaria de joelhos em Roma, enquanto rezavam o Terço!

No mesmo local em que Lutero rompeu definitivamente com o catolicismo, um pastor adventista ficou encantado e reatou mentalmente suas relações com o sistema romano, encerrando naquele momento cinco séculos de história do protestantismo. Não é sem razão que o próprio noticiário denominacional destaca com frequência o apoio de igrejas adventistas a romeiros católicos.

Conforme já denunciamos aqui, o mau exemplo idolátrico iniciou-se na própria sede da Associação Geral Adventista, nos Estados Unidos. Veja o vídeo:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *