Cães-pastores da IASD permanecem mudos sobre a dimensão da crise atual… Ainda bem que o Leão ruge!

Conforme já dissemos, a liderança da Organização adventista do sétimo, foi cooptada, comprada e dominada pelo Vaticano, que, por sua vez, fez acordo com a China, silenciando-se sobre as terríveis práticas de perseguição e tortura do partido comunista chinês contra os cristãos naquele país e promovendo a implantação e o crescimento do comunismo em países como o Brasil e os Estados Unidos, com o auxílio dessa falsa pandemia da Covid 19 que se abateu como um flagelo sobre o mundo.

Com a conivência de pastores de todos os os níveis de sua estrutura, como Michelson Borges, propositalmente infiltrado ou convencido pelo Vaticano, a Igreja Adventista do Sétimo Dia vai de mal a pior. “As sentinelas de Israel estão cegas e não tem conhecimento, todas elas são como cães mudos, incapazes de latir. Deitam-se e sonham; só querem dormir. São cães devoradores, insaciáveis. São pastores sem compreensão nem entendimento; todos apenas seguem seu próprio caminho natural, cada um busca com avidez vantagens apenas para si.” Isaías 56:10-11.

Felizmente, comunicadores como Gilberto Barros, o Leão, que se desligou das grandes redes de televisão para comandar seu próprio programa, num canal todo seu, onde revela e diz o que pensa sobre os fatos atuais, fazem o trabalho que os redatores da Casa Publicadora Brasileira e pastores-youtubers da IASD deveriam estar fazendo, mas, ao contrário disto, se calam, como previu o profeta Isaías, informante bíblico das mensagens divinas.

“Cães mudos” e com o rabo entre as pernas, urinantes de medo de contraírem a covid 19, contrariando o que manda o Governo invisível dos principados, potestades, príncipes das trevas deste século, e hostes espirituais da maldade, nos lugares celestiais, de Efésios 6:12; esquecem-se de Mateus 24:14: “E este evangelho do reino será pregado em todo o mundo, em testemunho a todas as nações, e então virá o fim.”

Mateus 24:14 é o último sinal que falta para ser cumprido antes da volta de Jesus, e a estratégia da pandemia do novo coronavírus é a cilada satânica para impedir o cumprimento dessa que foi a última ordem dada por Jesus Cristo a Seus seguidores: “Portanto ide, fazei discípulos de todas as nações, batizando-os em nome do Pai, e do Filho, e do Espírito Santo; Ensinando-os a guardar todas as coisas que eu vos tenho mandado; e eis que eu estou convosco todos os dias, até a consumação dos séculos. Ammé.” Mateus 28:19,20.

Enquanto isso, através da falsamente chamada Ciência, como fez no Éden, o Dragão, a antiga serpente, que se chama Diabo e Satanás, contraria o Filho de Deus, dizendo que não é tempo de nos reunir para mobilizações evangelísticas. A contraordem satânica é nos isolar. E em vez da hashtag #Ide, ordena-se #FiqueenCasa.

As fronteiras estão fechadas, não dá para ir a todas as nações. Também não é possível batizar porque os templos estão fechados e o acesso a balneários e prais, onde há água suficiente, está restrito. Como vc vai ensinar alguém se precisa manter-se afastado e falar com máscara no rosto? E já que não há cura nem haverá vacina contra a covid tão cedo, segundo a OMS, é o vírus quem estará conosco “todos os dias, até a consumação dos séculos”.

Nesse contexto da pandemia e manipulação genética dos últimos dias, o reforço da grande comissão feito por Jesus Cristo e registrado por Marcos em seu Evangelho, parece destinado especialmente a Seus seguidores no século 21:

“E disse-lhes: [Apesar de todas as tais restrições de biossegurança”,] Ide por todo o mundo, pregai o evangelho a toda criatura [geneticamente modificada, ou não]. Quem crer e for batizado será salvo; mas quem não crer será condenado. E estes sinais seguirão aos que crerem: Em meu nome expulsarão os demônios; falarão novas línguas; Pegarão nas serpentes; e, se beberem alguma coisa mortífera, não lhes fará dano algum; e porão as mãos sobre os enfermos, e os curarão.” Marcos 16:15-18.

1 comentário em “Cães-pastores da IASD permanecem mudos sobre a dimensão da crise atual… Ainda bem que o Leão ruge!”

  1. Essa campanha evangelística combina bem com a proposta do atual governo Bolsonarista, de ir contra o “fique em casa”, e a China por exemplo adotou a política contrária e protegeu seu povo de um caos ainda maior, já o Brasil perdeu 100 mil pessoas em menos de 04 meses por seguir essa política. O verdadeiro evangelho dos últimos tempos, não partirá do cristão propriamente dito, mas da chuva serôdia, enquanto isso toda tentativa de evangelismo forçado ao sistema ou autoridade será um desrespeito, devemos ouvir o conselho de Paulo e respeitar as autoridades, quanto aos chineses conhecerem ao Cristo, não existe lugar desse planeta que não se tenha alguém que ainda não tenha conhecido esse nome “Cristo”, a internet foi objeto de bênção e maldição pra humanidade, mas através dela qualquer pessoa tem acesso, sem falar de pessoas que visitam lugares e falam no nome. Tentar evangelizar essas pessoas hoje é também levar junto a o engano e a discórdia de Babilônia, que também não teve acesso presencialmente nesses lugares, mas com o derramamento da ultima chuva, assim como Israel dominada por Roma, império que perseguiu cristãos e judeus foi evangelizada rapidamente e convertendo até mesmo militares do sistema, assim será o último chamado. E uma última colocação, sabemos que somente os descendentes de Abraão seriam chamados e predestinados, o chamado vem de Deus onde quer que estejam, assim o reino do Norte se espalhou pelo mundo por meio da miscigenação e o mundo foi contemplado com esse chamado, mas nem todos os povos tem o sangue de Abraão, mas aquele que tiver receberá o chamado, nem que seja através de uma pedra.

Deixe uma resposta