“A nazificação do Ocidente”: Mídia e grandes empresas da UE e EUA que boicotam a Rússia, DEFENDEM governo nazista ucraniano

OBS. Qual o objetivo desta publicação? Mostrar que se a IASD se posicionar a favor dos Estados Unidos e da Ucrânia nesta guerra, estará repetindo o erro de ter apoiado Hitler durante a Segunda Guerra Mundial e à fabricação de Armas Químicas durante a a Operação Whitecoat, cedendo milhares de jovens adventistas como cobaias humanas…




Abaixo está a transcrição do excelente vídeo “A nazificação do Ocidente” de Greg Rees:

Zelenskyy descreveu recentemente a “desnazificação” da Ucrânia por Putin como “risível” e o bando de lavagem cerebral da grande mídia certamente deve concordar. Foi-lhes dito que os nazistas agitam a bandeira americana e votam nos republicanos e o rebanho que sofreu lavagem cerebral sempre acredita no que lhes é dito.

Durante a década de 1930, havia muitos americanos notáveis ​​que apoiaram os nazistas, como Prescott Bush, Henry Ford e Fred Koch; bancos, como JP Morgan e Chase Manhattan; empresas como General Motors, Standard Oil, Shell e IBM.

O major-general Smedley Butler dos fuzileiros navais dos EUA foi solicitado por essas poderosas entidades para instalar o nacional-socialismo nos Estados Unidos e quando esse plano falhou, a guerra eclodiu com o apoio dos bancos e dessas entidades americanas.

Após a Segunda Guerra Mundial, apenas cerca de uma dúzia de nazistas foram levados à justiça nos Julgamentos de Nuremberg. A Igreja Católica e o Vaticano ajudaram milhares de nazistas a escapar da captura, através da “rota dos ratos”, que os trouxeram principalmente para a América do Sul, onde construíram uma cidade inteira na Argentina.

Na Operação Paperclip, os Estados Unidos absorveram secretamente milhares de nazistas no governo dos EUA, onde lideraram o Programa Espacial da NASA e ajudaram a criar o complexo militar-industrial, bem como a Big Pharma.

Muitos acreditam que ser nazista é sinônimo de ser anti-judeu, o que pode ter sido verdade na Alemanha dos anos 1930, mas é complicado. Muitos nazistas de alto escalão, incluindo Adolf Hitler, eram judeus asquenazes, que podem ser rastreados até os notórios khazares, que misteriosamente se converteram em massa ao judaísmo cerca de 1.300 anos atrás na região agora conhecida como Ucrânia.

Judeus ashkenazi dirigiram o Partido Sionista político na Alemanha e por vários anos, os sionistas foram o único partido político autorizado a operar dentro da Alemanha pelos nazistas. Tanto os sionistas quanto os nazistas queriam seu próprio estado etnicamente puro e durante anos, antes de sua Solução Final, os nazistas ajudaram os sionistas em seus esforços para estabelecer o Estado de Israel na Palestina. Era muito mais complicado do que mero ódio racial.

Nazismo pode ser melhor descrito como fascismo e o fascismo é impiedade. A palavra “nazista” é um insulto inventado, mas a palavra “fascista” é claramente definida. Deriva da palavra latina, “Fascis”, que é um feixe de varas unidas para formar uma arma mortal; um meme da velha escola que representa o poder mortal de uma multidão organizada, uma gangue.

Quando os homens carecem de um relacionamento pessoal com Deus, eles inevitavelmente se unem, por medo, submetendo-se ao homenzinho por um gosto de domínio, eles se tornam apenas mais uma fera na selva.

E hoje, podemos ver claramente essa mentalidade fascista em todos esses grupos ateus: os woke ou “acordados”, os satanistas, os transumanistas e os genocidas assassinos em massa do Grande Reset estão todos se fundindo em um fascis gigante; homens e mulheres ímpios se uniram por medo; Fascistas servindo ao espantalho. Espiritualmente falando, estes são os mais fracos entre nós e até agora, estamos permitindo que eles destruam tudo.

Fim da transcrição do video.

Clique sobre a imagem acima para ver um shopping center em Kiev com um logotipo nazista nas escadas. Shopping center “Gorodok” em Kiev. As pro$$$tituas da mídia e “verificadores de fatos” omitem que o governo ucraniano é formado por nazistas, e as grandes empresas, UE e EUA, que estão boicotando a Rússia, estão DEFENDENDO os nazistas ucranianos.

E o mais surreal dessa história toda, completamente ignorado pelo povo americano, é de que os nazistas conseguiram a façanha de eleger como 41º presidente dos EUA um agente alemão chamado George H. Scherff Jr., que utilizou o falso nome de George HW Bush. A verdadeira identidade de George HW Bush foi descoberta por meio da perseverança do jornalista investigativo Michael Nicoloff e da confissão no leito de morte do guarda-costas de Hitler, Otto Skorzeny.

In Memoriam: George H. Scherff Jr. aka George HW Bush Sr.

O agente nazista George H. Scherff Jr. foi o assassino do inventor Nikola Tesla e um dos que planejaram o assassinato de John F. Kennedy e de Ronald Regan. Eles foi enviado por Hitler para os EUA para trabalhar como assistente no laboratório de Tesla em Nova York e roubar suas invenções para os nazistas. No video o nazista alemão proclama a Nova Ordem Mundial globalista.




Fonte: https://www.stylourbano.com.br/a-nazificacao-do-ocidente/

Veja também: Putin explica razões da Operação Militar especial na Ucrânia

“Os americanos não são mais donos do planeta Terra”, diz ex-presidente russo Medvedev.

Dmitry Medvedev disse à RT que acredita que o “mundo unipolar chegou ao fim”, enquanto o Ocidente reage à operação da Rússia na Ucrânia.

O vice-presidente do Conselho de Segurança também falou sobre o abandono do gás russo pela UE e por que os americanos não são mais a potência global proeminente. Medvedev chamou a atenção para o aumento da russofobia, que cresceu depois de ressurgir por trás dos “sorrisos hipócritas de dentes brancos de políticos e diplomatas que disseram uma coisa e fizeram algo completamente diferente”.

Deixe um comentário