Divisão Inter-Européia da IASD agora diz que desaprova assinatura da Carta Ecumênica em Bolonha, Itália

No sábado, 25 de janeiro de 2020, o pastor adventista do sétimo dia Giovanni Caccamo assinou uma Carta Ecumênica com católicos romanos, ortodoxos, anglicanos, evangélicos e metodistas em Bolonha, Itália. Eu descobri essa notícia diretamente no site da Arquidiocese Católica Romana em 18 de fevereiro de 2020. Eles publicaram fotos, vídeos e uma notícia sobre esse evento, e os disponibilizaram ao público. Não foi difícil de encontrar.

Procurei uma fonte adventista do sétimo dia para esta história no site da União Italiana de Igrejas da Conferência, Hope TV na Itália e até no “IL Messaggero Avventista”, a revista oficial da igreja na Itália. Procurei todas as referências disponíveis para fornecer uma conta precisa antes de compartilhar esta notícia. Não consegui encontrar mais nada.

Publiquei uma exposição sobre a Carta Ecumênica na quinta-feira, 20 de fevereiro de 2020, no AdventMessenger.org. Na sexta-feira do dia seguinte, o site caiu duas vezes. Eu pensei que o site havia sido hackeado, mas acabou sendo um aumento repentino no tráfego da Internet que estava criando alguns problemas.

Também na sexta-feira, comecei a receber e-mails sobre um relatório da Romênia. Acontece que a Igreja Adventista do Sétimo Dia na Itália fez um esclarecimento sobre a Carta Ecumênica em 31 de janeiro de 2020 da Romênia, de todos os lugares. A Romênia é três países afastados da Itália. Eles falam um idioma diferente e o esclarecimento foi escrito em romeno. Eu não conseguia entender por que a Conferência da União Italiana de Igrejas publicaria um relatório de esclarecimentos em um idioma diferente de um país a mais de 1.000 milhas de distância, quando o problema estava acontecendo no norte da Itália entre os falantes de italiano.

Eu ignorei esse relatório da União Romena e esperei para ver se algo mais viria. No sábado, percebi que as notícias se tornaram virais. O pastor Andrew Henriques, dos Ministérios Saved to Serve Ministries e Fulcrum7.com, um blog conservador online da SDA, abordou esta questão e chamou mais atenção a esta Carta Ecumênica.

Finalmente, em 24 de fevereiro de 2020, a Divisão Inter-Européia de Adventistas do Sétimo Dia publicou uma declaração oficial em inglês sobre a Carta Ecumênica cantada em Bolonha, Itália. A declaração diz em parte:

“A administração da Divisão Inter-Européia (EUD) desaprova a assinatura da Carta Ecumênica.” [1] 

Esta declaração é uma boa notícia sobre a Carta Ecumênica. No que diz respeito aos “esforços ecumênicos”, a Divisão Inter-Européia (EUD) estabeleceu algumas diretrizes:

“A EUD incentiva todas as suas entidades a respeitar e oferecer educação sobre os valiosos princípios contidos na Bíblia, nos escritos de Ellen G. White e nos vários documentos e declarações produzidos pela Igreja Adventista a respeito de nosso relacionamento com outras religiões e denominações ”. [1]

Isso também parece bom. Se pastores e líderes seguissem os “princípios valiosos contidos na Bíblia” e nos “escritos de Ellen G. White” a respeito de nossos “relacionamentos com outras religiões e denominações”, isso seria maravilhoso.

Esta declaração da EUD sobre relacionamentos inter-religiosos é boa, assim como nossa crença votada na ordenação de mulheres é boa. E, no entanto, alguns não estão em conformidade. Esta declaração da EUD sobre o uso da Bíblia e do Espírito de Profecia como nosso guia ao interagir com pessoas que não são de nossa fé é boa, assim como nossa declaração sobre o casamento entre um homem e uma mulher também é boa (Crença nº 23). E, no entanto, alguns querem mudar isso. Esta declaração da EUD que “desaprova” a “assinatura da Carta Ecumênica” é excelente, assim como a nossa declaração que afirma que Deus criou dois sexos, “homem e mulher” durante a semana de criação de “seis dias” também é boa (Crença # 6) E, no entanto, alguns não estão felizes com essa crença.

Portanto, mesmo que as declarações sejam boas de se ter, de que servem as crenças votadas se não as seguirmos? Que bom é ter uma declaração de fé se não for aplicada. De que adianta ter um código quando não há consequências? Se não estivéssemos vivendo no meio do Ômega da Apostasia, se não tivéssemos uma rebelião aberta em nossas mãos e se o adventismo não estivesse passando por uma crise espiritual, ficaria muito entusiasmado com essa afirmação.

De qualquer forma, a Divisão Inter-Européia (EUD) fez a coisa certa e, por isso, deve ser elogiada. Dito isto, quero garantir a todos os nossos leitores on-line que nunca pararemos de falar e nunca ficaremos calados. Qualquer usurpador que não compartilhe nossos valores e crenças e que não tenha nosso melhor interesse no coração foi advertido.

Pus vigias sobre os teus muros, ó Jerusalém, que nunca terão paz nem dia nem noite: os que fazem menção ao Senhor, não se calem. Isaías 62: 6.

Referência

[1] https://news.eud.adventist.org/en/all-news/news/go/2020-02-24/press-release-eud-charta-ecumenica-di-bologna/

Fonte: http://adventmessenger.org/the-inter-european-division-of-seventh-day-adventists-responds-to-the-signing-of-the-ecumenical-charter-in-bologna-italy/

Deixe uma resposta