Pergunte a seu pastor quem são essas criaturas que vivem “debaixo da terra”

Depois ouvi todas as criaturas existentes no céu, na terra, debaixo da terra e no mar, e tudo o que neles há, que diziam: “Àquele que está assentado no trono e ao Cordeiro sejam o louvor, a honra, a glória e o poder, para todo o sempre! “
Apocalipse 5:13

Por isso Deus o exaltou à mais alta posição e lhe deu o nome que está acima de todo nome, para que ao nome de Jesus se dobre todo joelho, no céu, na terra e debaixo da terra, e toda língua confesse que Jesus Cristo é o Senhor, para a glória de Deus Pai.
Filipenses 2:9-11

Elas existem debaixo da terra, têm joelhos, língua e um dia terão de confessar que “Jesus Cristo é o Senhor, para a glória de Deus Pai”. Não devem ser minhocas, formigas, nem toupeiras ou tatus! Além disso, esqueletos não têm joelhos, mortos não falam e os ressuscitados estarão fora do sepulcro!

Pergunte também para o seu pastor: Por que os demônios da legião expulsa por Jesus do gadareno “suplicaram que não os mandasse ir para o abismo”
Lucas 8:31? Que lugar é esse e onde fica o “abismo”? Por que esses demônios não foram mandados por Cristo para o abismo, enquanto outros permanecem lá, segundo a Bíblia?

Porque se Deus não poupou a anjos quando pecaram, mas lançou-os no inferno, e os entregou aos abismos da escuridão, reservando-os para o juízo; 2 Pedro 2:4

Aos anjos que não guardaram o seu principado, mas deixaram a sua própria habitação, ele os tem reservado em prisões eternas na escuridão para o juízo do grande dia, Judas 1:6

Assim como Sodoma e Gomorra, e as cidades circunvizinhas, que, havendo-se prostituído como aqueles anjos, e ido após outra carne, foram postas como exemplo, sofrendo a pena do fogo eterno. Judas 1:7

3 thoughts on “Pergunte a seu pastor quem são essas criaturas que vivem “debaixo da terra”

    1. Significa que você é uma adventista sem a menor noção dos perigos que corre nestes últimos dias da História humana. Se não acordar, vai dançar no Juízo Final.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *