Reações de leitores à autorização da Associação Geral para injetar até sangue de porco e de fetos humanos como remédio

Sobre o artigo “VACINAS COVID-19: ABORDANDO PREOCUPAÇÕES, OFERECENDO CONSELHO”, não se trata da declaração votada no concílio primaveril de 2015 (que portanto tem maior autoridade que este documento atual), mas de um novo documento, publicado pela Associação Geral no dia 18. E que ganhou significado especial pelo STF ter anunciado também que a vacina será obrigatória no Brasil, com medidas restritivas para quem não tomar.

Embora afirme “que as instruções bíblicas permanentes que proíbem o consumo de comida e sangue impuros (Levítico 11:1-20; 17:11-12; Atos 15:20) não se aplicam às vacinas pela razão óbvia de que as vacinas são produzidas como medicamentos para salvar vidas, não para servir de alimentom,” o artigo reforça que:

A DECISÃO DE SER OU NÃO SER IMUNIZADO É ESCOLHA DE CADA INDIVÍDUO, E DEVE SER TOMADA EM CONSULTA COM O SEU PRESTADOR DE SAÚDE. A PESQUISA PESSOAL SOBRE O ASSUNTO É IMPORTANTE.” 

O artigo afirma também que Ellen White foi vacinada contra a varíola; no entanto, isso se baseia apenas em uma citação de um D.E. Robinson. Para ser justo, talvez ela tenha feito ou não, mas não há nenhuma evidência de que a Sra. White foi vacinada além da alegação do Sr. Robinson.

Também é um fato que houve pioneiros adventistas como John Loughborough, que eram membros da Anti Vaccination Society. Esta é uma parte da história adventista que, infelizmente, é rotineiramente ignorada.

Vacinas são drogas. E Ellen White alerta contra o uso de drogas. Foram postadas várias citações dela apresentando isso no site oficial da Associação Geral, mas tudo foi surpreendentemente censurado. Aqui vão de novo:

EGW:
 
A medicação por drogas deve ser abandonada. Neste ponto a consciência do médico deve ser sempre mantida sensível, fiel e pura. Devemos guardar-nos da inclinação para usar drogas venenosas, que matam se não curam. Coisas me têm sido apresentadas em referência ao uso de drogas. Muitos têm sido tratados com drogas e o resultado tem sido a morte. Nossos médicos, por praticarem medicação com drogas, têm perdido muitos casos que não precisavam ter sido fatais se tivessem deixado suas drogas fora do quarto do enfermo. {MS 227.5}
 
Casos de febre têm sido perdidos quando, tivessem os médicos deixado inteiramente fora o seu tratamento com drogas, tivessem posto sua engenhosidade a trabalhar, e sábia e persistentemente usado os próprios remédios do Senhor, abundância de ar e de água, os pacientes teriam sido recuperados. O descuidado uso dessas coisas que deviam ser evitadas tem decidido o caso dos enfermos. {MS 228.1}
 
O experimento com drogas é um negócio muito dispendioso. Paralisia do cérebro e da língua é muitas vezes o resultado, e as vítimas morrem de morte antinatural, quando, se tivessem sido tratadas perseverantemente, com incansável, indefectível diligência, com água quente e fria, compressas quentes, enfaixamento, e envolvimento em lençóis úmidos, poderiam estar vivos hoje. {MS 228.2}
 
Não deve ser introduzida no organismo humano coisa alguma que deixe atrás um efeito maléfico. E esclarecer sobre esse assunto e fazer tratamento natural é a razão que me foi dada para estabelecer sanatórios em vários lugares. {MS 228.3}
 
Tenho-me sentido penalizada quando muitos estudantes são animados a ir onde receberiam instrução sobre o uso de drogas. A luz que tenho recebido sobre o assunto de drogas é inteiramente diferente do uso que delas se faz nessas escolas ou nos sanatórios. Precisamos ficar esclarecidos sobre esses assuntos. {MS 228.4}
 
Os nomes complicados dados a medicamentos são usados para encobrir o assunto, de modo que ninguém saiba o que lhes é administrado, a menos que consulte um dicionário. … {MS 228.5}
 

Parece que a Associação Geral está totalmente integrada com a indústria farmacêutica (acho que eles investiram ações na indústria de vacinas) O artigo sugere que podemos comer comida impura se injetá-la … em vez de comê-la … O mesmo acontece com os fetos abortados … Metais pesados e a nova vacina Covid19 contém algo chamado Luciferase.

Parece adoração a Lúcifer para mim. A variante australiana contém HIV, então, a sugestão é que eles querem curar um resfriado com AIDS. Com toda essa mensagem de “paz e segurança” do artigo, isso me faz pensar quanto tempo ainda resta para a Associação Geral, sua destruição repentina deve estar perto… Tirando calor de sua frieza e traição.

Ainda bem que, apesar de toda a argumentação favorável,  deixam claro que a vacinação é uma escolha individual. Se você não foi a hospitais e seu corpo não foi marcado com medicamentos para a cura porque você é muito saudável ou só usa remédios naturais, então é melhor não ir para a vacinação para evitar alergia aos medicamentos …

Colocando um palpite sobre a AG, se eles investiram com a Pfizer é tão ruim quanto os usuários de drogas …Em vez disso, vamos orar por nossos líderes e por nós mesmos, se fizermos o nosso melhor por Jesus e pelos outros.

Veja também:

 

 

Deixe uma resposta